[Babel]Novidades Maio 2013


Titulo: Entrevistas 1958-1978
Autor: Jorge de Sena
N. Páginas: 488
PVP: 27.50€


Este volume das Obras Completas de Jorge de Sena colige 44 entrevistas concedidas pelo poeta entre 1958 e 1978. Três são total ou parcialmente inéditas, e outras três nunca haviam sido traduzidas para português. A maioria situa-se na última década da vida de Jorge de Sena, cujo início é marcado, de maneira fulgurante, pela entrevista a "O Tempo e o Modo", para o número especial que esta revista lhe dedica em 1968, nas vésperas da sua primeira visita a Portugal, e à Europa, após nove anos de exílios americanos. Transversais a todos os aspectos da vida e da obra de Jorge de Sena, são muitas as entrevistas que merecem destaque, pela generosidade admirável com que o entrevistado se entrega, pela largueza e intensidade com que responde a tudo e a todos, e até pela paciência com que procura satisfazer curiosidades e inquisições, falando dele e da sua criação literária, do seu trabalho como professor e investigador, com relevo para Camões, e dos seus anseios e inquietações de cidadão do mundo, sempre em busca de justiça e liberdade.


Jorge de Sena nasceu em Lisboa, a 2 de Novembro de 1919 e faleceu em Santa Barbara, Califórnia, a 4 de Junho de 1978. Poeta, ficcionista, dramaturgo, ensaísta, crítico literário, teatral e de cinema, historiador da cultura, tradutor e cidadão do mundo, é uma das figuras centrais da nossa cultura e da literatura do século XX. A obra de Jorge de Sena é monumental em volume, em variedade e de qualidade excepcional. Da sua obra destacam-se: «O Indesejado»; «O Físico Prodigioso»; «Sinais de Fogo»; «80 Poemas de Emily Dickinson» e «Antologia Poética».


Titulo: Matéria Cúmplice
Autor: Jorge Fazenda Lourenço
N. Páginas: 152
PVP: 14.90€



Imagine que é poeta. Que é um poeta português. Que é um poeta português escrevendo e publicando em Portugal. E tudo isto na viragem dos anos 30 para os anos 40, com o contexto social e político, nacional e internacional, de todos conhecido. Que atitude tomaria se, ao longe de cinco, dez, quinze, vinte anos, ouvisse e lesse, com a certeza implacável de um relógio suíço, que é «senhor de uma riqueza de motivos mais intelectuais do que poéticos», que é «infinitamente mais inteligente que poeta propriamente dito», que é «muito mais inteligente que poeta propriamente dito» ou até (repare no preciosismo) «Muito culto, de uma cultura em que a planta frutifica sem dar flor»?
"Matéria Cúmplice" (o título procura traduzir uma relação) reúne um pequeno número de estudos que são como que aberturas para diversos aspectos da vida e da obra do poeta. O livro fecha com uma bibliografia, "Trinta anos de Jorge de Sena: 1982-2012", que tem um propósito informativo e comemorativo, dando a esta selecção de estudos uma forma circular, significativa, uma vez que o seu prelúdio tem como tema a recepção de Jorge de Sena.



Jorge Fazenda Lourenço (Covilhã, 1955) é professor na Universidade Católica Portuguesa, em Lisboa. Obteve, em 1993, o Doctor of Philosophy em Hispanic Languages and Literatures, na Universidade da Califórnia, em Santa Barbara, com uma dissertação sobre a poesia de Jorge de Sena. Para além dos estudos senianos, a sua actividade como investigador centra-se, essencialmente, na literatura dos séculos XIX e XX, no estudo do Bildungsroman e nas questões da modernidade estética, tendo traduzido diversos autores.

0 comentários:

Enviar um comentário