[Porto Editora]Novidade "O Leitor de Cadáveres",de Antonio Garrido


Título: O Leitor de Cadáveres
Autor: Antonio Garrido
Tradutor: Helena Pitta
Págs: 504
PVP: 18,80 €


Cí Song, O Leitor de Cadáveres
Novo livro de Antonio Garrido apresenta- -nos o primeiro médico-legista da História
Antonio Garrido tornou-se um sucesso em Espanha e Portugal com o seu livro de estreia A Escriba, publicado pela Porto Editora em 2009. No dia 25 de fevereiro, os leitores portugueses ficarão a conhecer o seu novo thriller histórico, O Leitor de Cadáveres, inspirado numa personagem real, Cí Song, o primeiro médico-legista da História.
O Leitor de Cadáveres é uma leitura absorvente que, com um ritmo trepidante, nos oferece aventura e suspense a partir de uma história passada na fascinante China medieval. Este livro foi galardoado com o Prémio Internacional de Romance Histórico ‘Ciudad de Zaragoza’.


O LIVRO
Na antiga China, só os juízes mais sagazes atingiam o cobiçado título de «leitores de cadáveres», uma elite de legistas encarregados de punir todos os crimes, por mais irresolúveis que parecessem. Cí Song foi o primeiro.
Inspirado numa personagem real, O Leitor de Cadáveres conta a história fascinante de um jovem de origem humilde que, com paixão e determinação, passa de coveiro nos Campos da Morte de Lin’an a discípulo da prestigiada Academia Ming. Aí, invejado pelos seus métodos pioneiros e perseguido pela justiça, desperta a curiosidade do próprio imperador, que o convoca para investigar os crimes atrozes que ameaçam aniquilar a corte imperial.
Um thriller histórico absorvente, minuciosamente documentado, onde a ambição e o ódio andam de mãos dadas com o amor e a morte, na exótica e faustosa China medieval.


O AUTOR
Antonio Garrido, nascido em Linares em 1963, estudou Engenharia Industrial e leciona na Universidade Politécnica e na Universidade CEU Cardenal Herrera, ambas em Valência.
O Leitor de Cadáveres foi muito bem acolhido pela crítica, tendo recebido o Prémio Internacional de Romance Histórico ‘Ciudad de Zaragoza’, um dos mais importantes galardões do género. O seu primeiro romance, A Escriba, figura já no catálogo da Porto Editora e obteve um enorme sucesso em Espanha, tendo sido traduzido para treze idiomas.


IMPRENSA
É de louvar a ousadia do autor por se ter atrevido a recrear um mundo tão exótico e longínquo como a China do século XII, e conseguir fazê- -lo de forma tão magistral.
Agustín Sánchez Vidal

O Leitor de Cadáveres é um romance prodigioso, que irá certamente destacar-se no panorama literário atual.
El Correo Galego

Um romance ágil, que prende o leitor desde a primeira página.
Júri do Prémio Internacional de Romance Histórico ‘Ciudad de Zaragoza’

0 comentários:

Enviar um comentário