[Editora Objectiva]Opinião "Gosto de Ti Assim",de Marta Gautier


Marta Gautier




















Sinopse: Estas páginas encerram o diário de uma mulher.
São 30 dias na vida de uma mulher tão especial e tão comum como todas as outras. Espreitamos aqui a sua intimidade e vemo-la jurar que nunca mais grita, e a gritar no minuto seguinte. A ser vencida pelo stress do dia-a-dia, e a enfrentar serenamente provações triviais. A debater-se com a culpa, com a dificuldade de se entregar e de gostar de si. A renunciar à personalidade e à vontade própria para agradar aos outros, e a fazer só que lhe apetece, porque a sua vontade está em primeiro lugar. A desesperar com a complexidade da sua relação com o marido e os filhos, e a aprender a gostar de si e dos outros assim mesmo. A confrontar os fantasmas do passado, e a contemplar a possibilidade de um futuro feliz.
E percebemos então que é possível que aquilo que gostaríamos de ser, seja muito menos e não chegue sequer aos calcanhares do que somos realmente. O segredo descobre-se quando paramos de tentar ser uma pessoa diferente. O que somos, exactamente o que somos é sempre melhor do que julgamos. E chega perfeitamente.


Opinião: Gostei bastante deste livro, talvez por conseguir ver-me em muitas daquelas situações. Quantas vezes não pensamos daquela mesma forma, tentando apenas sermos alguém de quem os outros poderão gostar. É dessa forma que fomos “programados” desde crianças, a sermos engraçados e queridos para todos, depois torna-se difícil quando na realidade a nossa personalidade é exactamente a oposta.
Crescemos, queremos ser nós mesmos mas tudo está demasiado errado e muitos de nós não temos força para lutar contra aquilo que no momento acreditamos ser o correcto, por isso continuamos numa triste existência e a não conseguirmos ser totalmente felizes. Este é o tipo de livro que nos faz pensar que merece a pena sermos nós próprios, não sermos apenas aquilo que os outros querem que sejamos. Claro que não iremos aprender nada de novo, apenas vemos que é possível ver um pouco mais além. Vemos uma mulher a viver o seu dia-a-dia, com as complicações que de uma maneira ou de outra todos temos e vemo-la também a lutar, a cada dia que passa, a ser ela mesma e a atravessar todos os problemas que tem consigo própria.
Recomendo este livro a que goste do tema. Eu sempre gostei deste tipo de livro, faz-me aprender e a compreender determinadas acções que para muitos são completamente desapropriadas, mas que na realidade reflectem apenas aquilo que somos e aquilo em que acreditamos.

0 comentários:

Enviar um comentário