[Quinta Essência]Opinião "Milagre de Amor",de Eloisa James


Eloisa James




















Sinopse: Miss Linnet Berry Thrynne é Bela … Naturalmente, está noiva de um Monstro. Piers Yelverton, conde de Marchant, vive num castelo no País de Gales, onde, corre o boato, o seu mau humor arrasa todas as pessoas com quem se cruza. E também consta que uma lesão deixou o conde imune aos encantos de qualquer mulher. Só que Linnet não é qualquer mulher. Ela é mais do que simplesmente formosa: o seu espírito e encanto forçaram um príncipe a ajoelhar-se. E calcula que um conde se apaixonará loucamente por ela… em apenas duas semanas. No entanto, Linnet não tem ideia do perigo a que o seu coração é exposto por um homem que poderá nunca devolver-lhe o seu amor. Se ela decidir ser realmente muito perversa … que preço pagará por domar o coração selvagem desse homem?


Opinião: Quando iniciei a leitura deste livro já esperava encontrar uma história que tivesse por base a conto de fadas “A Bela e o Monstro”, mas o que encontrei acabou por ser muito mais que isso. Primeiro, logo na segunda página acabei a dar umas grandes gargalhadas com a descrição de uma cena que se tinha passado entre a personagem principal feminina e um seu pretendente. Não há palavras, só mesmo lendo… Como personagem principal feminina temos Linnet que é a típica Bela, de linhagem nobre, linda, educada, em idade de casar, mas que vê o seu futuro arruinado por um mal-entendido. Por isso, a única hipótese que lhe resta é casar com o Monstro. Bem, na verdade não o achei assim tão monstruoso! A cada página que lia acerca dele achava que era apenas muito irónico e com um sentido de humor muito negro, na verdade sempre o comparei ao tão nosso conhecido Dr. House, protagonizado por Hugh Laurie. Na verdade conseguia mesmo imagina-lo com a cara daquele actor, desde o olhar frio, até estar coxo de uma perna, a bengala, a ironia como falava com as outras pessoas, o mau feitio, a forma como fugia dos sentimentos…tudo! Mas o que acontecia na realidade é que por debaixo daquela armadura encontrava-se um homem muito simples e bondoso, que apenas tinha sido marcado pelo passado.
Ele foi praticamente empurrado na direcção daquele noivado que não desejava, mas a verdade é que nunca pensou encontrar em Linnet a sua metade. No mesmo de tantas discussões e teimosias, acabam finalmente por se envolver e a descobrir que afinal sentiam algo mais profundo um pelo outro. É um romance de época bastante simples, que se lê com alguma rapidez, mas que não deixa de ser simplesmente delicioso e engraçado. Este foi o único romance que li desta autora, mas com certeza que não será o único. Dou os meus parabéns à Quinta Essência por apostar nestes autores que realmente nos deixam com vontade ler mais ainda e também pelas capas com que nos presenteiam, que são maravilhosas.

3 comentários:

  1. comecei ontem a lê-lo e achei isso mesmo, muito divertido e descontraído, permitindo imensas gargalhadas! :) estou a adorar. o primeiro que leio desta escritora e certamente não o último! estou rendida.

    ResponderEliminar
  2. Olá!
    Fico muito contente de não ser a única a gostar deste livro. É mesmo muito bonito e engraçado. :D

    ResponderEliminar