[Planeta]Opinião "Sonhos Esquecidos",de Josephine Angelini

Titulo: Sonhos Esquecidos
Autor: Josephine Angelini


Helena Hamilton é o único Rebento que consegue descer ao Mundo dos Mortos e enfrenta uma tarefa quase impossível. Durante a noite vagueia pelo Hades, para tentar deter o ciclo infindável de vingança que amaldiçoou a família. Durante o dia esforça-se por superar a fadiga que lhe consome com rapidez a saúde mental. Sem Lucas a seu lado, Helena não tem a certeza de possuir forças para continuar. No momento em que está prestes a atingir o ponto de ruptura, um novo Rebento misterioso vem socorrê-la. Divertido e valente, Oríon escuda-a dos perigos do Mundo dos Mortos. Mas o tempo está a esgotar-se, um inimigo implacável conspira contra eles e as Fúrias continuam a clamar por sangue.
Quando o mundo grego antigo colide com o mundo mortal, a vida protegida de Helena em Nantucket desliza para o caos. Mas a tarefa mais difícil será esquecer Lucas Delos. A saga emocionante de Josephine Angelini torna-se ainda mais intrincada e fascinante quando surge um triângulo amoroso inesquecível e o ciclo eterno de vingança se intensifica. Avidamente esperada, esta sequela do best-seller internacional Predestinados, oferece ao leitor uma história de amor plena de acção que excede todas as expectativas.


Terminei a leitura na noite passada e ainda sinto as ondas de choque deixadas por uma enorme explosão de sentimentos que por aqui existiram à medida que ia avançando na história.Este é um livro completamente arrebatador e que não deixa margem para dúvidas para com o incrível talento da autora.
Recordo-me perfeitamente de ler o livro anterior e de ficar cativada pelo seu enredo, mas o que se passou neste livro foi mais além de uma simples fascinação. A autora, que desde o inicio me pareceu muito talentosa, com este segundo volume veio mostrar-nos até onde conseguia ir. Ao longo das páginas deste livro reparei que Angelini não só tinha atingido os seus objectivos, mas também se conseguia reinventar de acordo com as situações pelas quais as suas personagens iam passando. Confesso que estava um pouco receosa com a situação de termos um triângulo amoroso, mas esses sentimentos foram ultrapassados rapidamente devido aos acontecimentos pelos quais as personagens iam passando.
A introdução de Oríon no enredo foi realizada de uma forma um pouco repentina e no início não me suscitava muita confiança. Era como se estivesse a roubar o lugar de Lucas, mas aos poucos ele foi mostrando o que valia e acabou por conquistar o seu devido lugar na acção. Por outro lado, Lucas acabou por se mostrar um perfeito mistério ao longo de todo o livro. Percebia-se que algo estava a acontecer, mas só mesmo perto do final se consegue perceber o que se está realmente a passar e de que forma os seus poderes estão a desenvolver-se. Foram muitas as vezes que fiquei um pouco zangada com a sua atitude, mas acabei por o desculpar devido às razões que o levavam a tomar decisões que apenas levavam Helena ao sofrimento. Apesar disso, era notório o sentimento que os unia e fiquei bastante satisfeita pela forma como tudo terminou.
A criação do Mundo dos Mortos estava perfeita e da mesma maneira classifico a forma com que a autora nos trouxe a solução de todos os problemas. Acaba tudo por ser tão simples, que complicar apenas iria estragar tudo o que se veio construindo até ao momento…
As outras personagens mostraram também um crescimento significativo, sendo Cassandra aquela que me pareceu destacar bastante devido ao facto de ser o Oráculo e de se mostrar cada vez mais consciente do papel a que está destinada, logo seguida de Claire, que se encontra consciente dos perigos que a sua amiga está a correr e por isso tenta manter-se actualizada acerca de tudo aquilo que a rodeia.
No final ficou a antecipação pela chegada do último livro da trilogia e uma sede imensa por saber como tudo irá acontecer a partir daqui. Espero poder lê-lo em breve!

2 comentários: