[SDE] Opinião "O Highlander Negro",de Karen Marie Moning

Titulo: O Highlander Negro
Autor: Karen Marie Moning


Daegeus Mackeltar é um herói encantador assim como o seu pior inimigo. No final do anterior romance da autora, O Beijo do Highlander, Dageus usara os poderes dos druidas para viajar no passado e salvar o seu irmão gémeo, Drustan, que teria perecido num incêndio. Mas, ao fazê-lo, libertou os espíritos de treze maléficos druidas que agora vivem dentro dele. Durante a sua investigação de textos arcanos que podem conter a chave para aprisionar novamente os espíritos, Dageus conhece a muito curiosa Chloe Zanders, uma amante de antiguidades em Manhattan. Quando ela, acidentalmente, "tropeça" na sua colecção de documentos "emprestados", Daegus vê-se obrigado a mantê-la "sob a sua vigilância". A tensão e atracção atingem o ponto máximo quando os dois viajam até à Escócia para enfrentar os demónios de Daegus. A boa disposição de Chloe é a combinação perfeita para a sensualidade de Daegus. Esta história, selvagem e criativa, leva os leitores a uma viagem excitante através do tempo.


Tenho uma coisa para vos dizer, a verdade é que desde a leitura deste livro que Daegeus Mackeltar passou a ser o meu Highlander favorito (pelo menos desta serie)! Claro que ainda tenho pelo menos mais três livros da série para ler, mas no momento este é o meu favorito.
Karen Marie Moning criou personagens fantásticas, homens fortes e com carácter. Pessoas que lutam pelos seus valores e que nunca deixam mal aqueles que amam. Daegeus levou estes valores às últimas consequências e acabou por se tornar uma vitima da sua própria crença. Talvez seja essa a razão pela qual admiro tanto esta personagem, pelos seus sacrifícios, pela sua personalidade, pela forma como trata os outros, como os ama ou como os odeia. Só tenho pena que homens assim só sejam encontrados nos livros! Homens poderosos, protectores, justos…
Chloe? Que poderei dizer dela? Gostei dela sim, mas foram várias as vezes que me fez lembrar um pouco da protagonista do livro anterior (a mesmo que se casou com o irmão gémeo de Daegeus, Drustan), pequenina e com uma personalidade de fazer um homem “subir pelas parades”… Juntos criaram uma história de amor fantástica e a oportunidade de voltar a ver os protagonistas do livro anterior também foi um bónus! Gostei de rever Adam Black, que é o protagonista do livro seguinte e o qual espero com alguma curiosidade. Acredito que será outra historia especial e que me fará suspirar até à ultima página.
Qual a cena mais divertida deste livro? Só de pensar nela já estou com um sorriso nos lábios. O momento em que Daegeus chega a casa e encontra Chloe, de joelhos, debaixo da sua cama…a sério, leiam o livro e com certeza irá concordar comigo! Outro detalhe especial deste livro e pelo qual já me tinha apaixonado no livro anterior: os votos de casamento druida. Mas há palavras mais especiais que aquelas? Em poucas linhas, em poucas palavras é descrito o significado do verdadeiro amor. Amei!!!

“Algo a perder-se, que seja a minha honra pela tua. Algo a ser repudiado, seja a minha alma pela tua. Chegue a morte quando chegar, seja a minha vida pela tua. Entrego-me.”

0 comentários:

Enviar um comentário