[Quinta Essência]Opinião "Ligações Proibidas",de Cheryl Holt


Cheryl Holt




















Sinopse: Abigail Weston, uma solteirona resoluta de vinte e cinco anos, está decidida a ver a irmã mais nova casada com um homem de bem. Contudo, a sua falta de experiência com o sexo oposto impede-a de apaziguar os medos da irmã em relação à noite de núpcias - a não ser que se atreva a dar um passo arriscado de forma a aprender o que a intimidade entre um homem e uma mulher implica. No entanto, o único homem em Londres qualificado para a ensinar fá-la desejar algo que ela nunca esperou: experimentar todos os prazeres por si própria...
James Stevens - rico, imoral e tremendamente aborrecido com a sociedade londrina - acredita que nada é capaz de chocá-lo. Embora o pedido de Abigail, a explicação verbal dos prazeres da carne, seja um pouco surpreendente, o que o espanta realmente é a sua reacção poderosa em relação à inocência e beleza dela. Um romance entre ambos pode trazer grandes êxtases carnais, mas qualquer coisa mais arruinaria para sempre Abigail. Pela primeira vez na vida, James suspeita que a mera intimidade física nada é quanto comparada ao amor verdadeiro...


Opinião: Mais um livro lido fora de ordem, ando a abusar! Logo eu, que detesto fazer isso… Mas deixando-me de lamentações devo dizer que Cheryl Holt é sem dúvida uma escritora incrível. Como já tinha lido o “Entrega Total” em que o personagem principal era o Michael, irmão de James, já sabia um pouco daquilo que me esperava porque primeiro devia ter lido este livro e só depois o outro, mesmo assim nada me tinha preparado para a maravilhosa historia que se me apresentou.
Ao ler o livro de Michael já sabia que Abigail se apresentaria uma personagem de caracter forte, mas penso que na verdade não estava prevista uma apresentação tão arrojada da parte desta. Ela mostrou-se uma mulher que para além de ter uma personalidade forte, tinha também uma grande força de vontade e mostrou-se sempre lutadora pelos seus objectivos, mesmo que esses lhes fosse prejudiciais. Em relação a James, achei que as suas atitudes em muito eram semelhantes ao irmão, apesar de não mostrar um caracter tão libertino. Ele mostrou-se um homem charmoso e sedutor, que apesar do seu enorme apetite sexual para com Abigail se mostrou bastante respeitoso, mas que no fim e a pedido desta terminou por cair na sua teia, apaixonando-se. Gostei bastante do final e da forma como tudo se acabou por resolver.
Na minha opinião, Cheryl Holt tem uma forma de escrever muito característica, que nos vai prendendo ao longo da história. Apesar da parte erótica, tudo é descrito com extremo cuidado e com uma doçura incrível que nos faz viajar até ao mundo em que se está a desenrolar a acção, desejando nós estamos no lugar da personagem principal feminina. 

0 comentários:

Enviar um comentário