O Highlander Negro

Karen Marie Moning



















Negro e sensual, este romance é possante e muito divertido. Um Highlander do século XVI, hábil na antiga magia dos druidas e em todas as formas de amar uma mulher.
Uma visita ao mundo da magia com uma sensualidade de cortar a respiração.

Dageus Mackeltar é um herói encantador assim como o seu pior inimigo. No final do anterior romance da autora, O Beijo do Highlander, Dageus usara os poderes dos druidas para viajar no passado e salvar o seu irmão gémeo, Drustan, que teria perecido num incêndio. Mas, ao fazê-lo, libertou os espíritos de treze maléficos druidas que agora vivem dentro dele. Durante a sua investigação de textos arcanos que podem conter a chave para aprisionar novamente os espíritos, Dageus conhece a muito curiosa Chloe Zanders, uma amante de antiguidades em Manhattan. Quando ela, acidentalmente, "tropeça" na sua colecção de documentos "emprestados", Dageus vê-se obrigado a mantê-la "sob a sua vigilância". A tensão e atracção atingem o ponto máximo quando os dois viajam até à Escócia para enfrentar os demónios de Dageus. A boa disposição de Chloe é a combinação perfeita para a sensualidade de Dageus. Esta história, selvagem e criativa, leva os leitores a uma viagem excitante através do tempo. 

Ao cruzar continentes e séculos, este romance é uma aventura electrizante que nos deixa sem fôlego.

Viciante até mais não é o que posso dizer desta série. 
Com uma personalidade completamente diferente do irmão Drustan, Dageus é um Keltar que oculta sobre o guerreiro druida um coração sedento de amor. E só o amor de Chloe é capaz de o ajudar a lutar contra os treze maléficos druidas, os Draghar.

0 comentários:

Enviar um comentário