Eterna Paixão

Gwyn Cready



















A historiadora de arte Campbell Stratford está prestes a afirmar-se no mundo da Arte tornando-se na nova directora executiva do famoso Carnegie Museum of Art, em Pittsburg. Para que tal aconteça está dependente do contrato de um livro. Tendo em conta que o seu grande amor no mundo da arte são os artistas do século XVII, Cam resolve escrever uma fictografia - biografia ficcionada - escandalosamente sexy e reveladora, sobre um dos importantes artistas desse período, Anthony Van Dyck. Decide fazer algumas pesquisas na Internet para tomar conhecimento de factos reais que pretende entrosar com a ficção e é fortuitamente "enviada", como se de uma máquina do tempo se tratasse, para o ateliê de um outro artista menor, Sir Peter Lely, um pintor da corte, por quem decide ser retratada e com quem se envolve numa noite de arrebatadora paixão, quando o seu intuito é descobrir como é possível a mudança temporal. O Grémio Executivo que tem como função supervisionar as almas de artistas já falecidos, quando toma conhecimento da intenção de um livro escandaloso que está a ser escrito por alguém no século XXI, faz planos para impedir a sua publicação, e o seu intermediário é o playboy Lely. Campbell regressa a casa e descobre a traição, mas antes que se possa virar contra o seu amante, Sir Peter aparece de surpresa no futuro e transforma a sua vida no século XXI num verdadeiro caos.

0 comentários:

Enviar um comentário