[SDE]Opinião "Pureza Mortal",de J.D. Robb

Titulo: Pureza Mortal
Autor: J.D. Robb


Um misterioso caso sangrento relacionado com vírus de computadores causa terror e espanto. Louie Cogburn tem um ataque de fúria depois de dias em frente a um computador, causando um morto. A detetive Eve Dallas é encarregada da investigação do caso, não havendo, porém, nada que consiga explicar a fúria súbita do homem ou a sua morte. A única pista existente é uma mensagem bizarra no ecrã do computador: Pureza Absoluta Cumprida.
Eve divide-se entre um difícil caso de trabalho e a intensa relação de amor que vive com o marido, no seio da qual finalmente encontra o seu equilíbrio e paz de espírito. Mas para se concentrar no trabalho, será que descompensa no coração de Roarke? Quando um segundo homem morre em circunstâncias quase idênticas, Dallas apercebe-se da coragem e força intelectual, para além do apoio incondicional de Roarke, de que necessita para deslindar o caso e encarar o impossível… será isto um vírus de computador passível de contágio da máquina para o homem?


Com a chegada do décimo quinto volume deste serie poderia ser dito que os leitores estavam cansados ou que a historia não era desenvolvida, mas o que acontece é que a cada livro há sempre algo de novo para ser contado e mais um pouco para ser descoberto.
O que se pode dizer? Nora Roberts é a autora desta serie, e apesar de escrever sob o pseudónimo de J.D. Robb e de ser algo tão diferente daquilo a que estamos habituados, consegue manter os seus leitores fieis através da forma fantastica como vai contando as suas historias, sendo elas de romance ou acção.
Este foi sem duvida um livro que me interessou bastante. Não apenas pelo romance ou pelo crime, mas também por tocar um pouco num tema que me interessa bastante: a informatica. A autora pegou no tema e sem duvida conseguiu criar uma historia fantastica e soube fundamentar bem o seu conteudo, pois seria bastante mais simples pegar na historia e quase destruir o seu conteudo utilizando metodos que nunca iriam corresponder à realidade. Mas claro que não foi isso que aconteceu e, apesar de se passar num ambiente futurista nota-se o trabalho de pesquisa que a autora teve de fazer para fundamentar a forma com as pessoas eram assassinadas, pois não bastava dizer que morriam porque o virus era introduzido no seu cerebro (algo que seria impossivel). Foi brilhante!
Gostei bastante das cenas entre o McNab e a Peabody! O romance entre os dois sempre foi muito bonito, mas a forma como os dois se uniram neste livro foi inesquecivel. Se o Roarke não tivesse todo aquele charme e se não existisse uma quimica tão grande entre ele e a Eve, concerteza que Peabody e McNab seriam o meu casal preferido.
Agora irá começar a tortura de esperar pelo proximo volume! É uma pena que estes livros sejam publicados com tanto tempo de intervalo uns dos outros, mas posso dizer que vale cada dia de espera… Obrigada Saída de Emergência por não desistirem da publicação desta serie fantastica e tenho também de dar os parabéns porque tenho notado um grande esforça do vossa parte para melhorar a qualidade das traduções. Assim é que é!!! :D

0 comentários:

Enviar um comentário