[Porto Editora]“Bombeiro”, “irrevogável” e “inconstitucional” lideram votação para “Palavra do Ano” 2013‏


Três palavras destacaram-se nestes primeiros dias de votação. Dentro de uma semana, será divulgado novo ponto de situação.
As palavras “Bombeiro” (44%), “Irrevogável” (19%) e “Inconstitucional” (10%) ocupam os três primeiros lugares da votação da “Palavra do Ano” 2013, que se iniciou no passado dia 2 de dezembro e que se prolonga até ao último minuto deste ano.
A votação das restantes sete palavras apresenta-se da seguinte forma: “Grandolada”, 9%; “Papa”, 6%; “Coadoção”, “Pós-troika” e “Swap”, 3%; “Piropo”, 2%; e “Corrida”, 1%.


Na próxima sexta-feira, dia 13, a Porto Editora divulgará os resultados provisórios. 
As dez palavras vão estar a votação no site www.portoeditora.pt/palavradoano até 31 de dezembro. A palavra vencedora será anunciada a 3 de janeiro de 2014, na Biblioteca Municipal José Saramago, em Loures. Nas edições anteriores, as palavras vencedoras foram “Entroikado” (2012), “Austeridade” (2011), “Vuvuzela” (2010) e “Esmiuçar” (2009).

0 comentários:

Enviar um comentário