[Asa]Opinião "Ligeiramente Indecente",de Mary Balogh

Titulo: Ligeiramente Indecente
Autor: Mary Balogh

É no campo da Batalha de Waterloo, entre os soldados feridos, que Rachel York espera encontrar a salvação para si e para as suas amigas. Ludibriadas por um falso pretendente, as quatro encontram-se agora longe de casa, na penúria e obrigadas a viver num bordel. Mas Rachel é uma jovem cheia de recursos e não se dá por vencida. A solução para todos os seus problemas – pensa – está num belo soldado moreno que perdeu a memória.
Pois para poder receber uma avultada herança, Rachel precisa de um marido. Basta convencer o soldado desconhecido a alinhar no jogo. O que ninguém sabe é que o jovem é nada menos que Lord Alleyne, o benjamim da família Bedwyn. Mas, por muita boa vontade que ele tenha, nada corre como planeado ao chegarem a Inglaterra. E a situação complica-se – quanto mais não seja pela crescente atração entre os falsos noivos, numa farsa que parece ser ligeiramente... indecente.

A serie dos irmãos Bedwyn tem sido religiosamente seguida por mim. Desde a publicação dos dois primeiros livros da autora, pela Asa , que seriam uma introdução para esta mesma serie que tenho ficado sempre muito entusiasmada de cada vez que tenho conhecimento que vai sair mais um livro da autora. Pronto, também tenho de confessar que este é um dos meus géneros literários favoritos, mas não é só por isso. Mary Balogh tem uma forma mais especial de contar as suas historias e os irmãos Bedwyn são a prova viva disso mesmo.
Todos têm personalidades muito especiais, são bastante rígidos para com as suas vidas e a posição que ocupam na sociedade, mas no fundo apenas querem encontrar o seu par ideal e casar por amor.
Este livro conta a historia de Alleyne. Um personagem que desde o livro anterior todos pensavam ter morrido. Este foi um livro muito bem contado, em que podemos acompanhar a viagem de Alleyne desde o campo de batalha, em que cumpriu a missão que lhe foi dada, até ao que realmente lhe aconteceu durante o caminho de volta. É nesta altura que percebemos o que realmente aconteceu para que ele não tivesse voltado à casa onde se encontrava à sua espera a sua irmã Morgan. Rachel foi também uma personagem que me surpreendeu bastante ao longo de todo o livro, pois ao inicio parecia muito frágil, mas depois mostra ter uma força incrível e mostra também ser uma mulher decidida a cumprir com os seus desejos, sem se importar com as aparências.
Adorei a forma como eles se foram conhecendo e também de ver como os sentimentos de ambos foram aumentando. E claro que não podia de mencionar as amigas de Rachel, que a ajudaram a ela e também a Alleyne. Elas eram simplesmente hilariantes, principalmente quando chegaram todos a casa do tio de Rachel.
Quanto à parte que mexeu muito comigo, foi sem duvida quando Alleyne se apresentou em casa. Coitado, em tantos dias que tinha para se decidir a voltar à residência dos Bedwyn, teve logo que escolher um dia como aquele? Tive de largar umas lágrimas, não é? Eu sei que sou uma grande choramingas, mas foi mais forte que eu…Foi um momento lindo.
Espero que gostem tanto deste livro como eu gostei. A única coisa que me entristece é que estamos quase a terminar a serie e isso assusta-me bastante. Desejo mesmo que a Asa não desista desta autora. Adoro os seus livros!

[Quinta Essência]Resultado do passatempo "Diz-me Quem Sou"

Vamos lá continuar bem a semana e dar o resultado do passatempo que esteve no blogue e que acabou no domingo passado.
Em parceria com a Quinta Essência estava em jogo um exemplar do livro “Diz-me Quem Sou”, de Sophie Kinsella. Desde já agradeço à editora por se mostrar disponível para apoiar este tipo de passatempos e também a todos que participaram. Sem vocês nada seria possível.
Então, o vencedor foi:

290 - Joana (…) Almeida, de Romariz



Muitos parabéns.^^
A todos os que não venceram, continuem a participar porque tentar não custa e ganhar um livrinho sabe sempre bem. Mais uma vez, obrigada!

[TopSeller]Opinião "Um Duque Glorioso",de Sarah MacLean

Titulo: Um Duque Glorioso
Autor: Sarah MacLean

Há doze anos, William Morrow era Marquês de Chapin e herdeiro do ducado de Lamont. Mas, depois de ser injustamente acusado de matar Mara, passaram a chamar-lhe o Duque Assassino.
Libertado por falta de provas, William mudou o nome para Temple, e reina hoje sobre os recantos obscuros de Londres como um dos sócios do Anjo Caído, o clube de jogo mais famoso da cidade.
Quando Mara regressa inesperadamente do mundo dos «mortos», devolve-lhe a tão desejada esperança de absolvição. Só que Mara esconde um segredo cruel: ela regressou apenas para poder salvar o próprio irmão da ruína do jogo, e o que oferece a Temple não é mais do que uma chantagem disfarçada de redenção.
Temple irá precisar de todas as suas forças para resistir à tentação de se apaixonar por esta mulher que lhe roubou tudo no passado, e que parece disposta a arriscar tudo em nome da família. Mas será que a própria Mara conseguirá fugir ao caminho do amor verdadeiro?

Desde a publicação do primeiro livro de Sarah MacLean, em Portugal, que tenho vindo a acompanhar o seu percurso e tenho a dizer que estou completamente fascinada com o trabalho desta autora.
Quanto aos outros livros nada mais tenho a dizer, até porque as opiniões já se encontram publicadas no blogue, mas posso dizer que a autora têm-me deixado completamente rendida com o seu trabalho e que a cada livro publicado no nosso país sinto-me mais presa às suas historias.
Este “Um Duque Glorioso” é mais um daqueles livros que nos prendem desde o primeiro instante. Apesar dessa opinião um pouco tardia, foi lido relativamente rápido e finalizado com aquela vontade de começar logo a ler o seguinte.
Temple foi sempre uma personagem que sempre me fascinou, talvez por ser descrito com uma postura mais rígida em comparação e a forma como toda a historia se foi desenrolando foi muito bem concedida, apesar de se manter dentro dos padrões a que estamos habituadas. Confesso que, apesar de ter adorado o livro, este não possuiu nenhum momento de surpresa, visto ser algo já muito utilizado dentro deste género literário. O que me fez gostar bastante foi sim a forma como ambos se foram relacionando e também a presença dos outros membros d’O Anjo e as suas esposas.
Estou bastante ansiosa por conhecer a historia de Chase. Este é um personagem que parece ter muitos mistérios e que de certeza que nos levanta muitas questões desde o primeiro volume desta serie. Claro que não esperei e fui logo ao Goodreads consultar a sinopse e…QUERO QUE SEJA PUBLICADO, JÁ!!!!!
Tenho mesmo de agradecer à TopSeller pelo trabalho que tem desenvolvido e por todos os livros fantásticos que nos tem trazido. É muito bom irmos descobrindo novos autores, pois são vários aqueles que desconhecemos e que são igualmente muito bons. Espero ler o próximo volume desta serie muito em breve.

[Bertrand Editora]Novidade "O Segredo Mais Bem Guardado",de Jeffrey Archer

Titulo: O Segredo Mais Bem Guardado
Autor: Jeffrey Archer
N.º de páginas: 408
PVP: € 17,70
Data de lançamento: 1 de abril de 2016

O mês de abril na Bertrand Editora arranca com um dos títulos mais esperados: O Segredo Mais Bem Guardado. Este é o terceiro volume da série The Clifton Chronicles, que tem cativado milhares de leitores em todo o mundo. Depois de Só o Tempo Dirá e Os Pecados do Pai, ambos publicados pela Bertrand Editora o ano passado, os leitores vão poder continuar a acompanhar a história dos Clifton, que neste mais recente livro entra em cena uma nova geração da família.
A revista especializada em livros e literatura, Publishers Weekly, descreve na perfeição e numa simples frase aquilo que é a alma de O Segredo Mais Bem Guardado. «Uma hábil mistura de personagens interessantes, ressentimento fervilhante, vingança calculada e um chocante e trágico suspense final distinguem o terceiro volume das The Clifton Chronicles, de Jeffrey Archer», afirma aquela publicação sobre esta obra, que tem merecido as melhores críticas em diversas publicações de prestígio. 

1945. Na Câmara dos Lordes, a votação para a atribuição da fortuna dos Barrington acabou em empate. Harry regressa à América para promover o seu novo romance, ao passo que a sua amada Emma parte à procura da menina que foi encontrada abandonada no gabinete do seu pai na noite em que ele foi assassinado. Quando chegam as eleições gerais, Giles Barrington tem de defender o seu lugar na Câmara dos Comuns e fica horrorizado ao descobrir que os conservadores decidem ficar contra ele. Mas é Sebastian Clifton, filho de Harry e Emma, que acaba por influenciar o destino do tio. Em 1957, Sebastian ganha uma bolsa de estudo para Cambridge, e assim entra em cena uma nova geração da família Clifton. Depois de ser expulso da escola, Sebastian é apanhado numa fraude internacional de obras de arte que envolve uma escultura de Rodin, que vale muito mais do que o dinheiro conseguido em leilão. Será que ele se torna milionário? Irá para Cambridge? Correrá perigo de vida? O Segredo Mais Bem Guardado responde a todas estas perguntas, mas levanta muitas mais… 

Jeffrey Archer é um dos mais notáveis autores da atualidade, com mais de 250 milhões de exemplares vendidos em 97 países, e traduzido para 37 idiomas. Aos 75 anos, mantém a disciplina de acordar às 5h30 para começar a escrever assim que amanhece. A escrita de Archer é viciante, em que a vontade de ler sempre mais uma página torna-se quase imparável.

A série The Clifton Chronicles conta com um total de seis livros publicados, estando Jeffrey Archer a trabalhar no sétimo e último volume. Esta é uma saga absolutamente fascinante, que atravessa várias gerações de uma família ao longo de um século de história.

[Editorial Presença]Opinião "Livre Para Amar",de J.A. Redmerski


Autor: J.A. Redmerski

Sienna Murphy gosta de planear cuidadosamente cada pormenor da vida. Depois de terminar a faculdade, arranjou um emprego bem remunerado e alcançou a estabilidade com que sempre sonhara. Um dia, durante uma viagem de trabalho ao Havai, Sienna conhece o surfista Luke Everett e, atraída pelo seu charme descontraído e despreocupado, decide cancelar todos os compromissos e ficar no Havai mais duas semanas. Luke é o oposto de Sienna, mas, à medida que a conhece melhor, não consegue evitar a profunda ligação que sente. Só que Luke não pode dar a Sienna um final feliz, pois o segredo que esconde ameaça abalar o futuro… 

Confesso que estava um pouco receosa com a leitura deste livro.
Depois de ter adorado os dois livros da autora que a Editorial Presença tinha publicado, estava com bastante medo que este livro me fosse dececionar, mas felizmente tudo isso não passou de um equivoco. J. A. Redmerski prima, mais uma vez, pela sua forma especial de contar historias e deixou-me completamente encantada pelo livro que nos trouxe.
Foi um livro que me deixou um pouco boquiaberta pelas descrições fantásticas acerca do Havai e foram várias as vezes que quase me esqueci que estava no meu quarto e que sentia todas aquelas sensações de estar a passear por uma praia de areia fina e num clima tropical. Não é o sonho de qualquer um? Bem, talvez nem todos, mas acredito que seja da maioria, principalmente quando se faz a leitura deste livro durante um daqueles dias frios de Inverno. Só tenho uma coisa a dizer: “Volta Sol, estás perdoado!”.
Quanto ao ambiente que se vive na historia pode parecer que no inicio seja um pouco pesado devido ao trabalho de Sienna, mas assim que esta conhece Luke tudo se transforma, mostrando assim uma historia mais descontraída e que nos faz pensar naquilo que realmente importa. Digo isto porque várias são as pessoas que vivem para o seu trabalho, esquecendo um pouco as coisas boas que a vida lhes pode dar. É um livro cheio de lições de vida, de momentos em que paramos de ler e pensamos que não devemos ter medo de arriscar. Aconteceu-me uma vez ou outra e acho extremamente importante lermos estas coisas, pois facilmente esquecemo-nos daquilo que realmente importa. Sienna e Luke fazem um casal incrível e gostei principalmente no momento em que Luke lhe diz que ela não tem de se tornar em alguém que na realidade não é. Achei tão doce…pronto, estou a ser lamechas, mas é mais forte que eu!
Quanto às outras personagens, gostei principalmente muito da Paige! A amizade dela e Sienna é incrivelmente bonita e nota-se realmente uma cumplicidade imensa e também uma confiança que hoje em dia é difícil de conseguir.
Espero sinceramente que os livros da autora continuem a ser publicados em Portugal. Os seus livros são demasiado bonitos para serem deixados de lado. Muitos parabéns, Editorial Presença!




[Planeta]Opinião "Atracção Magnética",de Meredith Wild

Titulo: Atracção Magnética (Hacker #1)
Autor: Meredith Wild

A nova série Hacker, é a aposta da Planeta no romance feminino erótico em 2016. Uma série sexy, repleta de segredos, mentiras, traições e vícios. Decidida a ultrapassar um passado difícil, Erica Hathaway aprende muito cedo a fazer tudo sozinha. Bilionário e supostamente um hacker, Blake Landon, que está habituado a conseguir aquilo que quer, é atraído pelo dinamismo e pela beleza tímida de Erica. Decidido a conquistá-la, quase perde o controlo de que tanto se orgulha.

Esta foi uma série que me deixou curiosa desde o primeiro instante, sendo que toda a história parece passar-se num mundo tecnológico. A verdade é que fiquei bastante satisfeita no momento em que terminei a leitura do primeiro volume e ansiosa por saber a continuação da historia.
Depois de tantos romances eróticos, a verdade é que ficamos já receosas de cada vez que sabemos da publicação de mais outro, pois já se torna difícil de encontrar historias diferentes, num género literário que de repente parece ter tomado conta de todas as publicações, de todo o mundo. Mas tenho de dar o braço a torcer e dizer que este apanhou-me completamente desprevenida.
Apesar do conteúdo erótico, a verdade é que achei a historia muito diferente daquelas que estamos habituadas e sendo que dá muita importância ao mundo da informática, tenho de lhe dar mais uns pontinhos. A autora fez um trabalho fantástico de pesquisa e, juntando ao seu talento de escrita criou uma serie realmente interessante e que nos consegue prender desde o primeiro instante.
Erica e Blake formam um casal fantástico e divertido. A historia conseguiu tirar-me muitas gargalhadas e em alguns momentos apeteceu-me bater com a cabeça nas paredes devido ao orgulho de cada um deles. As suas fraquezas, a sua força e as suas conquistas conseguem torna-los perfeitos um para o outro, algo que apesar de ser bastante comum, se vai tornando único na medida em que toda a acção se vai passado e tornando a historia em algum único e que nos vai marcando de uma forma muito especial.
Espero ter oportunidade de ler o segundo volume muito em breve, visto que a Planeta acabou de o publicar. É, sem duvida, uma serie que vou querer seguir de perto.

[Porto Editora]Novidade "Letra Aberta",de Herberto Helder

Título: Letra Aberta
Autor: Herberto Helder
Págs.: 72
PVP: 16,60 € 

Novo livro de Herberto Helder chega às livrarias um ano após a sua morte
No dia 23 de março, assinala-se um ano da morte de Herberto Helder e é precisamente nesse dia que a Porto Editora publica Letra Aberta. Este é um livro de poemas inéditos, recolhidos nos seus cadernos, e cuja edição é de tiragem única, de acordo com o que sempre foi a vontade do autor. Não se trata da edição crítica que a obra inédita de Herberto Helder merece e que certamente será publicada no futuro, agora que o seu espólio está a ser integralmente digitalizado. Letra Aberta é uma escolha realizada pela viúva do poeta, que nos permite uma primeira abordagem à riquíssima «oficina» a partir da qual o poeta foi construindo o seu «poema contínuo».

Herberto Helder nasceu em 1930 no Funchal. Em 1948 matriculou--se em Direito mas cedo abandonou esse curso para se inscrever em Filologia Românica, que frequentou durante três anos. Teve inúmeros trabalhos e colaborou em vários periódicos como A Briosa, Re-nhau-nhau, Búzio, Folhas de Poesia, Graal, Cadernos do Meio-dia, Pirâmide, Távola Redonda, Jornal de Letras e Artes. Em 1969 trabalhou como diretor literário da Editorial Estampa. Viajou pela Bélgica, Holanda, Dinamarca e em 1971 partiu para África onde fez uma série de reportagens para a revista Notícias. Em 1994 foi-lhe atribuído o Prémio Pessoa, que recusou. Faleceu em Cascais a 23 de março de 2015, tinha 84 anos.

[TopSeller]Novidade "A Loucura de Lorde Ian Mackenzie",de Jennifer Ashley

Titulo: A Loucura de Lorde Ian Mackenzie
Autor: Jennifer Ashley
N. Páginas: 352
PVP: 18,79€
Saída a 14 de março 

A maioria das mulheres prestaria atenção aos avisos. Beth decidiu ignorá-los…
Por toda a sociedade londrina correm rumores de que Lorde Ian Mackenzie é louco, que terá passado a sua juventude num asilo, e que não é de confiança, especialmente com senhoras.
Beth é uma jovem viúva, herdeira de uma fortuna, que está outra vez noiva e que deseja voltar a ser tão feliz quanto foi com o primeiro marido. Quando é apresentada a Lorde Ian Mackenzie, este apaixona-se imediatamente e não tem dúvidas de que a quer para si. Procura, então, convencê-la a deixar o noivo e a casar-se consigo.
Beth acaba por se deixar seduzir e decide fazer tudo para ajudar Lorde Ian a superar o sofrimento que carrega, devido a um passado tormentoso.
A partir de então, só uma coisa faz sentido na vida de Beth… a loucura de Lorde Ian Mackenzie. 

Jennifer Ashley é uma autora norte-americana, bestseller do New York Times e do USA Today, que já conta com mais de 80 obras publicadas.
Os seus livros têm-lhe garantido vários elogios e prémios, incluindo o Prémio RITA para Melhor Romance, atribuído pela Associação Americana de Escritores de Romance, o Prémio Romantic Times Reviewer’s Choice, entre muitos outros.
Com mais de cinco milhões de livros vendidos, e traduzida em mais de dez línguas, Jennifer Ashley é hoje uma das autores preferidas no género Romance.
Descubra mais sobre a autora em www.jenniferashley.com

[TopSeller]Novidade "Não É Tarde Para Amar",de Monica Murphy

Titulo: Não É Tarde Para Amar
Autor: Monica Murphy
N. Páginas: 320
PVP: 17,69€
Saída a 14 de março

Sem rumo. Isto resume a minha vida. Suspenso da equipa de futebol da faculdade e forçado a diminuir o número de horas de trabalho por causa das minhas más notas, não posso continuar a correr para o colo da minha irmã, Fable, e do seu marido, Drew, à procura de ajuda. Sinto que não consigo encontrar o meu próprio caminho – droga e sexo são tentações irresistíveis. Um explicador é a última coisa que eu quero, até a ver.
Chelsea não é de todo o meu tipo. Ela é inteligente e muito tímida. Tenho a certeza de que é ainda virgem. Mas quando ela me olha com aqueles penetrantes olhos azuis, eu fico completamente perdido. Não vou negar que o corpo dela é de morrer, mas é a sua cabeça e o modo como ela parece necessitar de amor – como se nunca tivesse sido amada – que me faz desejá-la mais do que a qualquer rapariga que já conheci. O que é que alguém aparentemente tão certinha como ela pode ver num tipo sem rumo como eu? 

Monica Murphy é uma autora norte-americana, cujos livros Uma Semana para Te Amar, Vou Amar-te para Sempre e Prometes Amar-me? foram bestsellers do New York Times e do USA Today. Em Portugal, é já uma das autoras de romances que maior expectativa cria nas leitoras.
Monica Murphy escreve ficção para jovens adultos, além de romances contemporâneos. Vive com o marido e os três filhos no sopé das montanhas de Yosemite, na Califórnia. Adora livros e, por isso, considera que tem o melhor trabalho do mundo.
Descubra mais sobre a autora em www.monicamurphyauthor.com


[Porto Editora]Novidade "Os Deuses da Culpa",de Michael Connelly

Título: Os Deuses da Culpa
Autor: Michael Connelly
Tradução: José Vieira de Lima
Págs.: 392
PVP: 16,60 €

Só nos EUA, Os Deuses da Culpa já conquistou 1 milhão de leitores
No dia 17 de março, a Porto Editora publica Os Deuses da Culpa, um novo thriller jurídico de Michael Connelly, unanimemente considerado pelos leitores e pela crítica um dos grandes nomes do policial contemporâneo, com livros traduzidos para 39 línguas e 60 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo. De acordo com o Los Angeles Times, «Michael Connelly atinge a excelência, superando a mestria de John Grisham na construção de um ambiente de suspense numa sala de tribunal». Em Os Deuses da Culpa, o autor oferece-nos um thriller onde Mickey Haller, o protagonista advogado cujo escritório é o banco de trás do seu automóvel, tem agora em mãos um caso que, em última instância, o poderá redimir de todos os pecados ou provar a sua culpa.

Depois de ter perdido a corrida para o lugar de procurador distrital, Mickey Haller, advogado de defesa em Los Angeles, antevê o fim da sua carreira. A relação com a sua ex-mulher é cada vez mais distante e a filha de ambos recusa-se a falar com um pai que defende sempre o mau da fita. Mas quando recebe uma mensagem no telemóvel, «Liga-me depressa – 187», aludindo ao artigo do código penal da Califórnia que contém a definição de homicídio, Mickey não pensa duas vezes e aceita um caso que, espera, o trará de novo para os grandes palcos das salas de audiência. Rapidamente descobrirá que a vítima era uma antiga cliente sua, uma prostituta que em tempos defendera e julgara ter resgatado das ruas, naquele que será apenas o primeiro indício de um jogo de sombras entre a DEA e o mais temível dos cartéis mexicanos: o de Sinaloa.

Admirado por Stephen King e com 50 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo, Michael Connelly é um dos nomes incontornáveis da literatura policial moderna e uma presença constante nos tops de vendas mundiais. Autor da série de livros protagonizados pelo detetive Harry Bosch, alguns dos quais já adaptados ao cinema, está traduzido em 36 línguas e recebeu alguns dos mais importantes prémios literários, quer nos Estados Unidos, quer em diversos países estrangeiros. No catálogo da Porto Editora figuram já os seus livros O Veredicto e A Reviravolta, também protagonizados pelo advogado Mickey Haller e o famoso detetive Bosch.
Página do autor: www.michaelconnelly.com

Connelly tem o dom de dar vida a uma sala de audiências.
Booklist

Connelly propôs-se um desafio tremendo. E mostrou-se à altura.
New York Daily News

Connelly é um dos maiores escritores de policiais, um romancista capaz de criar um mundo ficcional tão verdadeiro e de o habitar de forma tão indelével que o leitor fica convencido de que é real.
Daily Mail

Michael Connelly é um dos mais importantes escritores da atualidade. Um moderno Raymond Chandler para o que ele apelida de “o mundo sem verdade”.
Carlos Ruiz Zafón

[Planeta]Novidade "Ligação Explosiva - Séria Hacker 2", de Meredith Wild

Titulo: Ligação Explosiva - Série Hacker 2
Autor: Meredith Wild
N. Páginas: 304
PVP: 17,70 €
Nas livrarias a partir de 16 de Março

Apesar dos modos controladores de Blake, o jovem e abastado hacker acabou por ganhar a confiança da mulher que ama.
A empresária da Internet Erica Hathaway deitou abaixo as muralhas que a impediam de abrir o coração e o negócio a Blake.
Pronta para começar este novo capítulo da vida, Erica encontra-se determinada em não deixar que algo se interponha entre eles, mesmo que signifique dar a Blake algum do controlo que ele deseja, dentro e fora do quarto.
Mas quando demónios do passado ameaçam o futuro da relação, Erica toma uma decisão que pode mudar a vida do casal para sempre.

Meredith Wild é a autora best-seller do do New York Times e do USA Today.
Vive nas em New Hampshire com o marido e três filhos, Meredith define-se como techie, apreciadora de uísque e romântica incurável. Quando não está no mundo de fantasia das suas personagens, Meredith pode ser encontrada em: www.facebook.com/meredithwild
Pode saber mais sobre os seus projectos em: www.meredithwild.com

[TopSeller]Novidade "A Vingança Serve-se Quente",de M. J. Arlidge

Titulo: A Vingança Serve-se Quente
Autor: M. J. Arlidge
Páginas: 352
PVP: 18,79€

Na calada da noite, três violentos incêndios iluminam os céus da cidade. Para a detetive Helen Grace, as chamas anunciam algo mais do que uma coincidência trágica — este cenário infernal de morte e destruição revela uma ameaça nunca antes vivenciada.
No decurso da investigação, descobre-se que aquele que procuram não é apenas um incendiário em busca de emoções fortes — os atos criminosos denunciam um assassino meticuloso e calculista. Alguém que pretende reduzir as suas vítimas a cinzas…

Uma nuvem negra de medo e desconfiança estende-se sobre a cidade, à espera da faísca que provocará a próxima tragédia. Conseguirá Helen descobrir a tempo quem será a próxima vítima?

[Quinta Essência]Passatempo "Diz-me Quem Sou", de Sophie Kinsella

Titulo: Diz-me Quem Sou
Autor: Sophie Kinsella
Páginas: 392
Editor: Quinta Essência

E se um dia abrir os olhos e, de repente, a sua vida for perfeita? Por incrível que pareça, esse sonho tornou-se realmente realidade para Lexi Smart. Tinha um emprego mal pago, dentes tortos e uma vida amorosa horrível quando, uma manhã, acorda numa cama de hospital e descobre que a sua esplêndida dentadura deslumbra como um anúncio de pasta de dentes, as suas unhas têm uma excelente manicura, e as suas roupas e acessórios são os de uma mulher muito rica. E como se isso não bastasse, está casada… com um desconhecido!!! Superada a grande surpresa, Lexi pretende aproveitar o seu novo eu, com o qual poderá comprovar em primeira mão as vantagens e desvantagens que podem resultar de uma inesperada vida perfeita.
Sophie Kinsella é a genial criadora de Becky Bloomwood, la famosa «louca por las compras», uma das personagens mais simpáticas e perigosas da literatura. Com os seus milhões de fiéis leitores repartidos por meio mundo, Kinsella é uma das autoras mais divertidas e populares dos últimos tempos. Diz-me quem Sou vendeu mais de um milhão de exemplares só em inglês e mais de 250 mil em alemão. Além disso, foi número um em Inglaterra, Estados Unidos e Itália.



Hoje acordei com uma vontade enorme de vos dar um presente e, como tenho andado um bocado distante do blogue, resolvi contactar a Quinta Essência e fazer este passatempo. Espero que fiquem felizes, tal como eu estou e que vão participando, pois está em jogo um exemplar do livro "Diz-me Quem Sou", de Sophie Kinsella, com o apoio da Quinta Essência.
Então, o passatempo vai estar no ar até ao dia 27 de Março,às 23:59h e para ganhar apenas têm  de seguir as regras que vos coloco abaixo e responder acertadamente às questões que vos faço.
Desde já, desejo-vos muita sorte.

1 – Ser seguidor público do blogue e seguidor da página de Facebook, para isso basta subscrever nas colunas do lado direito.

2 – Residir em Portugal.

3 – Apenas efectuar uma participação por Nome e Morada, por dia.

4 – Todos os campos são de preenchimento obrigatório, com excepção do campo para link de divulgação de passatempo.

5 – O sorteio será realizado de forma aleatória no já vosso conhecido Random.org

6 - Se partilharem o passatempo no facebook ou twitter terão entrada dupla





Mais uma vez, boa sorte a todos!

[TopSeller]Opinião "A Prometida do Capitão",de Tessa Dare

Titulo: A Prometida do Capitão
Autor: Tessa Dare


Maddie é bonita e talentosa, pelo que todos esperam que ela se case em breve. Mas Maddie é muito tímida em relação aos homens, além de ter um medo terrível de espaços públicos e multidões.
Para se livrar de ter de ir a festas e ser cortejada, ela inventa um noivo imaginário: um capitão escocês de nome MacKenzie, muito apaixonado e dedicado, a quem escreve cartas onde revela os seus mais íntimos desejos e anseios. Aproveitando as prolongadas ausências do capitão, que vive convenientemente longe por causa da guerra, Maddie vai conseguindo escapar à pressão de se apresentar à sociedade.
Anos depois, porém, o inimaginável acontece: o capitão, produto da sua imaginação, aparece-lhe em carne e osso. Este capitão Logan MacKenzie é um soldado atraente, mas rude e selvagem. E o pior de tudo é que tem na sua posse as cartas de Maddie, aquelas que ela escreveu ao seu noivo fictício, e que contêm segredos inconfessáveis.
Agora, o capitão pretende fazê-la cumprir todas as promessas que ela lhe fez e que nunca esperou ter de concretizar…


O que dizer deste livro? Não é fácil de dar opinião de um livro que nos deixa sem palavras, um livro que para além de ser divertido, nos mostra uma lição de vida…
Quando iniciei a leitura tinha a certeza que este seria mais um daqueles livros que me deixaria completamente viciada pela sua história, só não esperava que chegasse ao ponto de não o conseguir largar até ao momento de virar a ultima página. A autora vai descrevendo a sua história de uma forma tão fluída e pertinente que quando dei por mim estava já a terminar e com saudades dos momentos iniciais da trama. É uma história que nos fala de romance, de humor, aventura e também nos mostra o quanto uma mentira que no início parece pequena, nos pode trazer grandes dissabores e que pode tornar proporções gigantescas para a nossa vida.
Maddie é uma personagem complicada, uma menina nascida em berço de ouro, numa época em que as mulheres nasciam para cumprir um destino que não era definido por elas e que encontra, numa mentira, a forma de fugir a tudo aquilo que mais a apavora. Em relação a Logan, apesar de no inicio parecer um homem sem escrúpulos e que apenas se preocupa consigo, a verdade é que nos vai mostrando que tudo o que faz é por amor àqueles que sempre estiveram do seu lado e que tudo fizeram para sobreviver a uma guerra pela qua tiveram de lutar.
Tessa Dare, mais uma vez, mostrou-nos, de uma forma completamente inesperada, que o amor vence mesmo quando não estamos à espera. Espero sinceramente que continuem a publicar o seu trabalho, pois tem-se tornado uma leitura de eleição dentro deste género literário.

[Marcador]Novidade "A Felicidade é Um Chá Contigo",de Mamen Sánchez

Título: A Felicidade é Um Chá Contigo
Autor: Mamen Sánchez
Editora: Marcador
Nº de Páginas: 288
PVP: 17,50€ 

Cinco mulheres desesperadas, um inglês desparecido, um inspector muito pouco seguro e muito chá, são apenas alguns dos ingredientes deste livro delicioso.
Em A Felicidade é Um Chá Contigo o inexplicável desaparecimento de Atticus Craftsman é o mote para uma intricada história de contornos dúbios e quase inenarráveis, com bruxedos, revistas literárias e muitas tapas.
O inspector Manchego está encarregue de desenredar esta trama na qual a comédia romântica se entrelaça com o drama mais ternurento, e a intriga policial dá lugar ao maior achado literário de todos os tempos. Aquilo que parece difícil acaba por ser tornar fácil e todos os problemas se afogam num mar de lágrimas… de tanto rir. Tudo isto para chegar à conclusão de que, aconteça o que acontecer, o amor consegue explicar tudo.



Mamen Sánchez é licenciada em Ciências da Comunicação pela Universidade Complutense e realizou doutoramentos em História e Literatura, além de cursos de Literatura e Civilização Francesa, no Sorbonne, e de Literatura Inglesa, nas universidades de Londres e de Oxford. É subdiretora da revista ;Hola! E diretora da ;Hola! México. É casada e tem cinco filhos. Nos últimos anos tem triunfado com uma série de bestsellers, que misturam, de forma cativante e original, o romance de intriga, o romantismo, a comédia de costumes e um sentido de humor extremamente pessoal e singular.