[Editorial Presença]Passatempo "Alvorada Vermelha"

Olá a todos! Hoje é dia de passatempo e por isso o blogue,em parceria com a Editorial Presença tem para oferecer um exemplar do livro "Alvorada Vermelha", de Pierce Brown.

O passatempo irá decorrer até ao dia 29 de Março, as 23:59h.

É só responderem as perguntas e seguir as regras:

1 – Ser seguidor público do blogue e seguidor da página de Facebook, para isso basta subscrever nas colunas do lado direito.

2 – Residir em Portugal.

3 – Apenas efetuar uma participação por Nome e Morada.

4 – Todos os campos são de preenchimento obrigatório, com exceção do campo para link de divulgação de passatempo.

5 – O sorteio será realizado de forma aleatória no já vosso conhecido Random.org

6 - Se partilharem o passatempo no facebook ou twitter terão entrada dupla.

As respostas às perguntas poderão ser encontradas aqui e aqui.


Boa sorte a todos!

[5 Sentidos]Novidade "Atraída",de Sylvia Day

Título: Atraída
Autor: Sylvia Day
Tradução: Cláudia Ramos
Págs: 400
Capa: mole com badanas
PVP: 16,60 €

É uma notícia esperada por milhares de fãs em Portugal: Atraída, o novo romance de Sylvia Day, autora da série de sucesso Crossfire, que vendeu mais de 16 milhões de livros no mundo inteiro, chega às livrarias portuguesas a 27 de março.
Líder das principais listas de vendas internacionais, a série Crossfire, protagonizada por Eva e Gideon, era composta, até ao momento, pelos livros Rendida, Refletida e Envolvida. A 5 Sentidos também publicou, em 2014, Feitiço, uma obra que se enquadra fora desta série, mas em tudo próxima no que toca a momentos de enorme sedução.
Sylvia Day publicou em ebook, com grande sucesso, a série Crossfire, que despertou o interesse das maiores editoras internacionais.
Recentemente, os famosos estúdios Lionsgate adquiriram os diretos para adaptação à televisão. Atraída teve uma primeira tiragem, só nos Estados Unidos, de um milhão de exemplares.


Para Gideon, eu sou um anjo, mas ele é o verdadeiro milagre na minha vida: é o meu guerreiro, arrebatador e ferido, tão determinado em acabar com os meus demónios como hesitante em enfrentar os seus.
Os votos que trocámos deviam ter-nos unido mais do que tudo, mas, em vez disso, abriram feridas antigas, expuseram dores e inseguranças, e tiraram da sombra velhos inimigos. Sinto que ele me está a escapar; os meus maiores medos começam a tornar-se reais; o meu amor é testado de formas que nunca julguei conseguir suportar.
No melhor momento das nossas vidas, as sombras do passado invadiram e ameaçaram tudo aquilo por que tanto lutámos. Enfrentámos então uma escolha terrível: a familiar segurança das vidas que tínhamos antes de nos apaixonarmos ou a luta por um futuro que, de repente, parecia um sonho impossível e sem esperança.


Sylvia Day é autora n.º 1 nas listas de bestsellers do New York Times e bestseller internacional de cerca de 20 romances premiados e publicados em mais de 40 países. Autora de eleição para seguidores de vários géneros, é bestseller em 27 países e conta já com dezenas de milhões de livros impressos em todo o mundo. Os direitos para televisão da série Crossfire foram adquiridos pela Lionsgate.

Saiba mais sobre a autora em www.sylviaday.com e facebook.com/authorsylviaday e ainda twitter.com/sylday

[Editorial Presença]Novidade "Alvorada Vermelha",de Pierce Brown

Titulo: Alvorada Vermelha
Autor: Pierce Brown
Título Original: Red Rising
Tradução: Miguel Romeira
Páginas: 400
Coleção: Via Láctea Nº 120
PVP: 18,95€   
Data de Publicação: 18 Março 2015

NOVA TRILOGIA FANTÁSTICA PARA FÃS DE OS JOGOS DA FOME

• Bestseller do New York Times
• Considerado um dos melhores livros do ano pela Entertainment Weekly, Buzzfeed e Shelf Awareness
• Direitos cinematográficos adquiridos pela Universal.
• Direitos vendidos para 23 países


Alvorada Vermelha é o primeiro volume de uma trilogia que tem tudo para conquistar a legião de fãs de Os Jogos da Fome. Passa-se numa altura em que a humanidade começou a colonizar outros planetas, como Marte. Darrow é um jovem de 19 anos que pertence à casta mais baixa da Sociedade, os Vermelhos, uma comunidade que vive e trabalha no subsolo marciano com a missão de preparar a superfície do planeta para que futuras gerações de humanos possam lá viver. No entanto, em breve Darrow irá descobrir que ele e os seus companheiros foram enganados pelas castas superiores. Inspirado pelo desejo de justiça, Darrow irá sacrificar tudo para se infiltrar na casta dos Dourados… e aniquilá-los! Vingança, guerra e luta pelo poder num romance de estreia empolgante.


Pierce Brown é um jovem escritor norte-americano formado em Economia e Ciências Políticas. Alvorada Vermelha, o seu primeiro romance, foi considerado um dos melhores livros de 2014 pela Amazon e por diversos órgãos de comunicação social. Pierce Brown foi eleito o Melhor Estreante pelos leitores do Goodreads. Os direitos de Alvorada Vermelha já foram vendidos para vinte e três países.

GÉNERO: Ficção e Literatura / Romance Fantástico.
PÚBLICO-AVO: Jovens  Adultos.


«O livro de estreia de Pierce Brown dá continuidade à onda de entusiasmo iniciada por Os Jogos da Fome, de Suzanne Collins, e O Jogo Final, de Orson Scott Card.»
Amazon.com

«Uma aventura espetacular… vibrante… vertiginosa.»
Entertainment Weekly

«Uma história de vingança, conflito e busca de poder… ao nível de Os Jogos da Fome e A Guerra dos Tronos.»
Kirkus Reviews


[Editorial Presença]Novidade "Não Sou Esse Tipo de Miúda",de Lena Dunham

Titulo: Não Sou Esse Tipo de Miúda
Autor: Lena Dunham
Título Original: Not That Kind of Girl
Tradução: Maria de Almeida
Páginas: 288
Coleção: Diversos Guias Práticos Nº 82
PVP: 16,50€
Data de Publicação: 18 Março 2015

A OBRA MAIS DIVERTIDA DO ANO


Lena Dunham, a aclamada criadora, produtora e protagonista da série GIRLS, surpreende-nos com um divertidíssimo, sábio e sincero conjunto de reflexões pessoais que a convertem numa das mais talentosas jovens escritoras da atualidade. Em Não Sou Esse Tipo de Miúda, a autora aborda as experiências típicas de quem está a entrar na vida adulta: apaixonar-se, sentir-se só, pesar cinco quilos a mais não obstante só ingerir alimentos saudáveis, ter que falar numa sala repleta de homens com o dobro da sua idade ou encontrar o amor verdadeiro. Uma obra criativa e inteligente, que capta de forma notável a comédia que tantas vezes se esconde nos acontecimentos mais comuns do dia a dia.


Lena Dunham é uma autora norte-americana famosa pela série de televisão Girls, da qual é, para além de protagonista, criadora, produtora e realizadora. Com esta série, foi nomeada para oito Emmys e ganhou dois Globos de Ouro, incluindo o de Melhor Atriz. Em 2013, foi considerada uma das Personalidades do Ano pela revista Time. Foi a primeira mulher a ser distinguida com o Directors Guild of America. Não Sou Esse Tipo de Miúda tornou-se um bestseller e foi considerado um dos melhores livros do ano pelas publicações The New York Times, Globe and Mail, Library Journal e Buzzfeed. Tem direitos vendidos para 26 países. Lena Dunham vive em Brooklin, Nova Iorque.

Joana Avillez é uma ilustradora de talento reconhecido. Os seus trabalhos aparecem regularmente em publicações como The New York Times, New York Magazine e The Wall Street Journal. Para informações adicionais visite o site http://www.joanaavillez.com

GÉNERO: Não ficção e Ensaio / Biografias e Memórias / Humor.
PÚBLICO-ALVO: Público feminino (20-30 anos).

[Porto Editora]Novidade "Hotel Sunrise",de Victoria Hislop

Título: Hotel Sunrise
Autor: Victoria Hislop
Tradutor: Elsa T. S. Vieira
Págs.: 352
PVP: 16,60 €

A escritora bestseller regressa aos escaparates com Hotel Sunrise
A 20 de março é publicado Hotel Sunrise, o mais recente livro de Victoria Hislop, que passa assim a integrar o catálogo da Porto Editora. Desde que lançou A Ilha, o seu romance de estreia que já vendeu mais de 3 milhões de exemplares em todo o mundo, a autora tem mantido um sucesso que se estende também a Portugal, onde é muito acarinhada pelos leitores.
Com ritmo, tensão e personagens cativantes, Hotel Sunrise é um romance sobre duas famílias em lados opostos de um conflito que divide cipriotas gregos e turcos, sob um pano de fundo de glamour numa cidade que entretanto desapareceu, mas que em tempos foi considerada a joia do Mediterrâneo.


Famagusta, no Chipre, é uma cidade dourada pelo calor e pela sorte, o resort mais requisitado do Mediterrâneo. Um casal ambicioso decide abrir um hotel que prime pela sua exclusividade, onde gregos e cipriotas turcos trabalhem em harmonia.
Duas famílias vizinhas, os Georgious e os Özkans, encontram-se entre os muitos que se radicaram em Famagusta para fugir aos anos de inquietação e violência étnica que proliferam na ilha. No entanto, sob a fachada de glamour e riqueza da cidade, a tensão ferve em lume brando…
Quando um golpe dos gregos lança a cidade no caos, o Chipre vê-se a braços com um conflito de proporções dramáticas. A Turquia avança para proteger a minoria cipriota turca, e Famagusta sucumbe sob os bombardeamentos. Quarenta mil pessoas fogem dos avanços das tropas.
Na cidade deserta, restam apenas duas famílias. Esta é a sua história.


Victoria Hislop, autora muito acarinhada pelo público português, é escritora e jornalista. Escreve artigos sobre viagens para o The Sunday Telegraph, artigos sobre educação para o The Daily Telegraph e diversos artigos generalistas para a Woman & Home. Atualmente, vive em Kent com a família. O seu primeiro livro, A Ilha, vendeu mais de 3 milhões de exemplares em todo o mundo e foi adaptado à televisão.
Página da autora: www.victoriahislop.com


Um dos pontos fortes deste romance é a forma como Victoria Hislop retrata os laços de amor e respeito forjados entre duas famílias em lados opostos da guerra.
The Independent

Intenso e absorvente […] a narrativa incisiva de Victoria Hislop entretece factos reais através da saga comovente de duas famílias.
The Sunday Times

Fascinante e comovente.
The Times

Uma proeza admirável e uma leitura absorvente.
Daily Mail

[Bertrand Editora]Novidade "As Terras Devastadas",de Stephen King

Titulo: As Terras Devastadas
Autor: Stephen King
Género: Romance
Tradução: Rosa Amorim
N.º de páginas: 552
PVP: 18,80€

O livro 3 da série A Torre Negra

«Momentos de fantasia encantadores, episódios de uma tensão extraordinária e uma cena de terror arrasadora.»
Publishers Weekly


Neste terceiro volume da série de culto, Roland prossegue com a sua demanda pela Torre Negra, mas agora já não está sozinho. Treinou Eddie e Susannah, que entraram no Mundo Médio em momentos diferentes no livro anterior, à velha maneira dos pistoleiros. Mas o seu ka-tet ainda não está completo. Falta escolher um terceiro elemento: alguém que já esteve no Mundo Médio, um menino que morreu não uma, mas duas vezes, mas que continua vivo. Os quatro do ka-tet, unidos pelo destino, terão de fazer uma longa viagem até às terras devastadas e à cidade destruída de Lud, que fica para além delas. Pelo caminho, encontrarão a fúria de um comboio, que pode muito bem ser o seu único meio de fuga…



Stephen King, apelidado por muitos de «mestre do terror», escreveu mais de quarenta livros, incluindo Carrie, A História de Lisey e Cell, Chamada para a Morte. Vencedor do prestigiado National Book Award e nomeado Grande Mestre nos prémios Edgar Allan Poe de 2007, conta hoje com mais de trezentos milhões de exemplares vendidos em cerca de trinta e cinco países. Números e um currículo impressionantes a fazerem jus ao seu estatuto de escritor mais bem pago do mundo.


[SDE]Opinião "Noite Silenciosa",de Sherrilyn Kenyon

Titulo: Noite Silenciosa
Autor: Sherrilyn Kenyon


No mundo dos Predadores da Noite, o inferno está prestes a chegar…
Stryker já avisou que está a reunir as suas forças. Enquanto o mundo avança inconsciente, Stryker, que lidera um exército de demónios e vampiros, conspira para lançar uma ofensiva contra os seus inimigos — que, infelizmente para nós, incluem toda a raça humana.
Para vingar a sua irmã, Stryker prepara-se para aniquilar os Predadores da Noite. Mas as coisas começam a correr mal quando o seu inimigo mais antigo regressa. Eis que chega a sua ex-mulher, Zephyra. Precisamente quando achava que nada o poderia parar, vê-se embrenhado numa guerra secular com uma mulher que dá um novo significado à palavra «dor».
Estão a ser traçadas novas linhas de batalha, enquanto os Predadores da Noite se reúnem para uma novo confronto, numa NOITE SILENCIOSA.


Desde o primeiro volume desta serie fabulosa que me tenho mantido fiel. Há algo nestes livros que me apaixonam, que me deixam completamente perdida pelas suas páginas. Sherrilyn Kenyon foi criando, ao longo do tempo, personagens fantásticas, cheias de mistérios por resolver e que nos vão mantendo cada vez mais curiosos… É verdade que muitas são as vezes que ficamos um pouco desapontados por não termos o conhecimento imediato de várias situações, que se vão amontoando de cada vez que sai um livro, mas aquela esperança de que poderá ser desvendado mais um pouco de todo vai mantendo a vontade de seguir a serie atentamente e adquirir mais um livro.
Em relação a este livro podemos verificar que estas histórias não são todas a preto e branco, existe sempre um meio-termo, em que podemos ver que até mesmo os vilões têm um lado que sofre, uma razão por serem como são. Stryker é um bom exemplo disso mesmo. Um dos grandes vilões desta serie e que neste livro veio mostrar o seu lado mais sensível. Um amor perdido, um amor que nos foi retirado por motivos que nem nós próprios conseguimos explicar…este é sem dúvida um tema que nos consegue manter presos a um livro. É verdade que o Stryker foi bastante idiota por abandonar a mulher que amava só porque o pai assim quis, mas foi ainda melhor descobrir as verdadeiras razões que o levaram deixar a mulher e a filha que estava para nascer.
Kenyon consegue, sem grandes dificuldades, fazer-nos apaixonar por personagens que ainda há pouco tempo odiávamos e bonito, bonito foi ver o lado bom e o lado mau a juntar-se para lutar um inimigo comum. Gostei bastante desse momento, tal como rever personagens tão queridas como Acheron, Tory, Nick, Sin, Katra, Artemis, Alexion, Savitar e Apolymi!
Já agora, gostava também de referir que o trabalho de tradução do livro foi realizado com mais cuidado e não apresentava a quantidade de gralhas que os livros anteriores. Tem-se notado um melhoramento por parte da editora para melhorar a qualidade dos seus livros.

[TopSeller]Opinião "Vou Amar-te para Sempre",de Monica Murphy

Titulo: Vou Amar-te para Sempre
Autor: Monica Murphy


Perder. Tudo na minha vida se resume a esta palavra doentia. O meu treinador culpa-me por termos perdido os jogos decisivos da temporada. E o resto da equipa também. Passei os últimos dois meses completamente perdido e fechado sobre o meu desespero, como um autêntico fracassado. E perdi a minha namorada — Fable, a única rapariga que alguma vez mexeu comigo — por não me achar suficientemente bom para ela e por não querer magoá-la.
Agora sei que deixá-la foi um erro e, ao ser cobarde, fui eu quem mais perdeu. Mas, mesmo que ela finja que está tudo bem e que seguiu com a sua vida, sei que ainda pensa em mim. Conheço-a demasiado bem. Raios… Ela é tão frágil que tudo o que eu mais quero é estar por perto para protegê-la… para abraçá-la… para amá-la.
Só preciso que ela me dê mais uma oportunidade. Estamos perdidos, um sem o outro, mas eu sei que juntos podemos viver um amor incomparável, para sempre. 



Este foi um dos livros que eu tanto ansiava por ler…
Monica Murphy deixou-me completamente apaixonada pela história deste casal depois de ter lido o livro anterior, em que Fable e Drew passam uma semana juntos e acabam por se apaixonar perdidamente um pelo outro.
Tal como o que se passou anteriormente, a autora mostra que não precisa de palavras muito elaboradas para escrever uma história fantástica e nos deixar ansiosos por virar a página. Se o livro anterior já me deixou rendida, este fez com que não descansasse até terminar a leitura -  o que acabou por acontecer em apenas cinco horas. Devorei completamente este livro e ao terminar entendi que tinha de saber mais, conhecer a história dos personagens que foram introduzidos e que também têm o seu livro. Espero sinceramente que a editora não deixe de publicar esta serie, pois seria uma pena não continuarem a apostar na autora. Ela é simplesmente fantástica!
Fable e Drew continuam com os seus problemas. Apesar de no inicio da historia estarem separados, o destino quis junta-los novamente e apesar das dificuldades voltam a tentar ficar juntos mais uma vez. Foi com alguma alegria que vi isso acontecer. Drew, apesar de no início me parecer bastante receoso de trazer Fable para o seu mundo mais uma vez, acabou por não conseguir resistir ao amor da sua vida. Eles fazem um casal tão bonito… Quem gostou do livro anterior não vai querer. Amei tanto!
Obrigada à TopSeller por publicar livros de qualidade no nosso país e por inserir novos generos literários no nosso país. Quer-me parecer que os generos Young-Adult e New Adult vieram para ficar. BOA!!!

[Planeta]Novidades Março 2015

Titulo: Cress
Autor: Marissa Meyer
N. Páginas: 504
PVP: 21,95 €
Disponível a partir de 4 de Março


Neste terceiro livro de Marissa Meyer, Cinder e o capitão Thorne estão escondidos com Scarlet e Wolf. Juntos, conspiram para derrubar a rainha Levana e impedir o seu exército de invadir a Terra.
A sua melhor esperança é Cress, uma jovem presa num satélite desde a infância e que apenas tem os netscreens como companhia. Todo este tempo passado a olhar para os ecrãs fez dela uma excelente hacker.
Mas infelizmente, é obrigada a trabalhar para a rainha Levana, e recebeu ordens para localizar Cinder e o seu bonito cúmplice. Quando o ousado resgate de Cress corre mal, o grupo desmembra-se. Cress obtém por fim a liberdade, mas com um preço mais elevado do que jamais pensou. Entretanto, a rainha Levana não vai deixar nada impedir o seu casamento com o imperador Kai. Cress, Scarlet, e Cinder podem não ter sido designadas para salvar o mundo, mas são a única esperança do mundo.

Titulo: Equívocos, Enganos E Falsificações Da História De Portugal
Autor: Sérgio Luís de Carvalho
N. Páginas: 160
PVP: 14,40€
Nas livrarias a partir de 04 de Março


Com a seriedade, o rigor e o estilo vivo e irónico que lhe são característicos, Sérgio Luís de Carvalho clarifica os mitos e equívocos da História de Portugal e repõe os factos históricos. Este livro não tem como missão (se alguma missão tem) revelar quaisquer falsificações, omissões, ocultações ou erros que os historiadores pratiquem, consciente ou inconscientemente.
Este livro tem outro objectivo. É o de esclarecer temas e assuntos da História portuguesa que são popularmente alvo de erros, de preconceitos e de equívocos na sua interpretação comum.
Dito de outra forma, o objectivo deste livro é o de afirmar a verdade histórica de determinados assuntos que têm sido alvo de deturpação ao longo do tempo.
Não se pretende desfazer alegadas falsidades forjadas pelos historiadores por motivos tenebrosos, mas antes repor os factos tal como são (à luz dos atuais conhecimentos historiográficos) desfazendo mitos vulgares, que popularmente sobre eles ainda pendem.

[TopSeller]Novidade "Antes que Morras",de Samantha Hayes

Se, Até que Sejas Minha deixou os fãs de thrillers psicológicos absolutamente rendidos, o mais recente livro de Samantha Hayes não vai desiludir. E, a sugestão anterior mantém-se: aconselha-se a leitura durante o dia, pois Antes que Morras (Topseller I 304 pp I 17,69€) pode tirar-lhe o sono à noite…

Perverso, intenso e totalmente compulsivo, Antes Que Morras confirma Samantha Hayes como uma das grandes autoras de suspense da atualidade.


Dois anos após uma assustadora vaga de suicídios entre adolescentes, a vila remota de Radcote começa a retomar a normalidade. A inspetora Lorraine Fisher acaba de chegar para visitar a família, e o que encontra é uma atmosfera tensa e preocupante. A comunidade vê-se a braços com novas mortes misteriosas e até o seu sobrinho adolescente, Freddie, parece estar a afundar-se em pesadelos do passado.
Quando Freddie desaparece, Lorraine sabe que tem de agir rapidamente… antes que seja tarde demais.


Samantha Hayes é escritora profissional desde 2006, contando já com seis títulos publicados (Blood Ties, Unspoken, Tell Tale, Someone Else's Son, Até Que Sejas Minha e Antes Que Morras). Os seus livros estão publicados em múltiplos países: Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, Holanda, Noruega, França, Espanha, Itália, Turquia, Hungria, Rússia, Brasil, Polónia e China.
Samantha Hayes viveu na Austrália e nos Estados Unidos antes de, finalmente, se estabelecer na sua terra natal, no centro de Inglaterra. Escreve sobretudo thrillers psicológicos ambientados na vida familiar e focados em assuntos do quotidiano. Até Que Sejas Minha, também publicado pela Topseller, foi um bestseller internacional, com críticas arrebatadoras.
A autora disponibiliza, em www.samhayes.co.uk, uma lista de perguntas e respostas (Q&A). 

[TopSeller]Novidade "Uma Nova Esperança", de Coleen Hoover

Com o intenso romance Um Caso Perdido (Hopeless), a autora Coleen Hoover, que já atingiu o 1.º lugar no top de vendas do New York Times, conseguiu comover e arrebatar as leitoras portuguesas. Agora está de regresso com um novo romance, Uma Nova Esperança (Hope) (Topseller I 304 pp I 17,69€), a continuação da emocionante história de Hope e Holder.


Holder é um adolescente em busca da sua melhor amiga, Hope, a quem voltou costas um dia, há treze anos. O mesmo dia em que ela foi raptada e levada para sempre. Quando uma tragédia envolve a irmã gémea de Holder, Less, a necessidade de encontrar Hope torna-se mais forte do que nunca. Holder sente-se diariamente perseguido por fortes sentimentos de culpa, e os remorsos que sente por não ter conseguido ajudar nem a sua irmã, nem Hope, são devastadores.
Quando um dia, inesperadamente, se cruza com uma rapariga que se parece com Hope, Holder vai fazer tudo para se aproximar dela a fim de reencontrar a paz de que tanto necessita. Mas porque insiste Hope em dizer que se chama Sky e que não o conhece? E, por outro lado, porque sente Holder que esta rapariga, que o rejeita e se tenta afastar, precisa tanto dele quanto ele precisa dela?
Uma Nova Esperança (Hope) narra pela voz de Holder um reencontro que trará memórias há muito esquecidas e que revelará verdades que poderão doer demasiado. Para alcançarem a paz e a felicidade, Holder e Hope terão de encarar a mais dolorosa e íntima das memórias. Conseguirão ambos traçar um caminho juntos após desenterrarem um passado tão difícil? E será o amor de Hope a chave para uma nova esperança na vida de Holder? 


A autora norte-americana, que antes de se tornar escritora a tempo inteiro vivia numa rulote, ganhava 9 dólares por hora e publicava e-books por carolice, comoveu muitas leitoras com os dez livros que escreveu, incluindo Um Caso Perdido (Hopeless), publicado em Portugal, em 2014, pela Topseller.
Colleen cresceu numa quinta, no Texas, casou-se aos 20 anos e tirou uma licenciatura em Serviço Social. Trabalhou nos Serviços de Proteção a Crianças, antes de voltar aos estudos para concluir a sua formação em Educação Especial e Nutrição Infantil. Vive com o marido e os três filhos à beira de um lago no Texas.

[Asa]Opinião "A Bela e o Vilão",de Julia Quinn

Titulo: A Bela e o Vilão
Autor: Julia Quinn


Libertino. Devasso. Debochado. Três adjetivos que podiam descrever Michael Stirling na perfeição. Bem conhecido nas festas londrinas, quer desempenhasse o papel de sedutor ou o papel de seduzido, uma coisa era certa: nunca entregava o coração. Ele teria até acrescentado a palavra “pecador” ao seu cartão de visita se não achasse que isso mataria a pobre mãe.
Mas ninguém é imune ao amor. Quando a seta de cupido atinge Michael, dá início a uma longa e tortuosa paixão – pois o alvo dos seus afetos, Francesca Bridgerton, tem casamento marcado com o seu primo.
Mas isso foi antes. Agora, Francesca está novamente livre. Infelizmente, ela vê Michael apenas como um ombro amigo – até à fatídica noite em que lhe cai inocentemente nos braços, e a paixão se revela mais poderosa e intensa do que o mais perverso dos segredos…


Ao longo de todos estes meses Julia Quinn tem-nos habituado às suas histórias incríveis, cheias de humor, romance e detalhes que nos deixam sempre deliciadas. Até aos dias de hoje ainda não me deixou insatisfeita com os seus livros, mas tenho a confessar que este foi um dos mais fracos. Sabem aquela sensação de que algo já não encaixa? Quer-me parecer que a autora cometeu um erro quando deu a conhecer a identidade de Lady Whistledown tão cedo e depois disso nunca mais falou dela, até porque lembro-me perfeitamente bem de ter lido num dos livros que a nossa adorada cronista continuava a escrever durante bastante tempo….
De qualquer forma, mesmo sendo um dos livros mais fracos da serie, acabou por ser um bom livro. Gostei bastante da historia de Francesca e Michael, principalmente de voltar a ler acerca do aniversario da mãe de Francesca, mas agora pelo ponto de vista desta. Adoro este tipo de leitura, poder rever o mesmo acontecimento por pontos de vista diferentes faz-nos ter a sensação de ler acerca de algo diferente, mas ao mesmo tempo de conhecer com mais exatidão o que acontece realmente.
Francesca foi sempre, para mim, uma das personagens mais caladas. No meio de uma família “sem papas na língua” sempre me pareceu uma figura mais apagada, mas creio que agora compreendo as suas razões. Ficar viúva tão cedo e da forma como tudo aconteceu deixa marcas profundas numa mulher, principalmente quando esta se encontra completamente apaixonada pelo seu marido. Em relação a Michael, tenho de vos dizer que ele teve muita paciência e se não fosse o amor que sentia por Francesca ser tão profundo, acredito que tinha desistido dela logo ao início. A situação dos dois era complicada, eram os melhores amigos, Michael era primo do falecido marido de Francesca, era normal que a princípio os sentimentos entre os dois fossem difíceis de serem identificados, mas era preciso todo aquele impasse? Antes de terem relações sexuais pela primeira vez era normal que algo parecido acontecesse, mas assim que isso aconteceu em vez de ficarem mais libertos para viverem toda aquela paixão, a protagonista ficou ainda pior. Mostrando-se teimosa e sem saber o que realmente queria. Foi um bocadinho exagerado da parte dela, principalmente por ser já uma mulher experiente. Vamos lá ver uma coisa, ela não tinha decidido casar antes de ter ido para a cama com Michael? Então por que razão se mostrou tão culpada e envergonhada depois disso acontecer? Não faz qualquer sentido…
De qualquer forma, no seu todo, foi um livro que me deu prazer ler e continuo a querer seguir a serie. Tenho a esperança que a Asa continue a publicar esta autora, mesmo depois de terminarem a publicação da serie… Adoro-a!