[Editorial Presença]Opinião "Entre o Agora e o Sempre", de J.A. Redmerski

Titulo: Entre o Agora e o Sempre
Autor: J.A. Redmerski


Entre o Agora e o Sempre é a muito aguardada sequela de Entre o Agora e o Nunca, o romance que nos apresentou Camryn Bennett e Andrew Parrish, dois jovens em busca do lado mais ousado da vida, que se conhecem e apaixonam durante uma viagem de autocarro. Agora, alguns meses depois desse primeiro encontro, estão noivos e esperam, entusiasmados, a chegada do primeiro filho. Mas, quando nada o fazia prever, a tragédia bate-lhes à porta. J. A. Redmerski deixa-nos de novo rendidos ao fascínio desta intensa história de amor e dos seus protagonistas, pela coragem que têm em se manter fiéis a si próprios, vivendo plenamente o presente, com um espírito livre e profundamente apaixonados pela vida.


Este foi um livro pelo qual esperei com alguma ansiedade devido ao quanto gostei do seu antecessor.
 “Entre o Agora e o Nunca” foi a estreia da autora no nosso país e que estreia… Agora que este género literário entrou no nosso país confesso-me completamente rendida, não apenas pelas historias, mas pela forma como são contadas. Quantas e quantas vezes me esqueço da idade das personagens? A forma como estas histórias são escritas é tão maravilhosa que dou por mim completamente perdida pelas paginas destes livros, por isso quando chegou a continuação de “Entre o Agora e o Nunca” sabia que tinha de o ler o mais rapidamente possível.
Este livro é então a continuação do livro anterior e podemos verificar que Cam e Andrew estão a viver o seu amor tranquilamente, desde a operação que o rapaz teve de fazer. O inicio foi muito bonito e fiquei muito contente pelo que li, mas a felicidade é de pouca duração, pois uma tragedia acontece e leva-os a cometer demasiados erros, fazendo com que a relação deles fique em risco. Tenho a dizer que este livro foi um bocadinho mais fraco que o anterior. Apesar de também ter gostado bastante, pareceu-me um pouco forçada a ideia de voltarem à estrada e refazerem os quilómetros percorridos no livro anterior, tal como Cam acaba por dizer mais à frente, os acontecimentos nunca podem ser vividos duas vezes da mesma forma, há sempre algo diferente que pode estragar toda uma alegre recordação. É então que ambos entendem o que está errado e arranjam uma nova estratégia para que a vida de ambos nunca seja monótona. Novamente, gostei da mensagem que a autora nos deixa com este livro. Da forma como esta nos diz que devemos sempre perseguir os nossos sonhos, sem que deixemos de ter ao nosso lado aqueles que amamos. Devemos arriscar e lutar por tudo aquilo em que acreditamos. Esta é, para mim, a mensagem me este livro me deixou e atrevo-me a dizer que com certeza não fui a única a entender isso mesmo.
Obrigada Editorial Presença por mais este livro fantástico. Espero que assim continuem…


1 comentário:

  1. Olá,
    Quando o “Entre o Agora e o Nunca” saiu interessei-me pela história mas agora estou na dúvida se leio ou não a trilogia. Perdi o interesse e há tantos outros livros que quero ler. Talvez daqui a alguns anos eu mude de ideias e acabe por o ler.
    Beijinhos

    ResponderEliminar