[Editorial Presença]Opinião "Half Bad - Entre o Bem e o Mal",de Sally Green

Autor: Sally Green


Uma estreia literária surpreendente, plena de magia. Um livro que é um fenómeno internacional.
Na Inglaterra dos nossos dias, bruxos e humanos vivem aparentemente integrados. Na realidade, os bruxos têm a sua própria sociedade secreta, as suas regras e a sua guerra, que divide os Bruxos Brancos, considerados «bons», e os Bruxos Negros, odiados e perseguidos pelos Brancos. O herói, Nathan, é filho de uma Bruxa Branca e de um Bruxo Negro e, portanto, considerado perigoso. Nathan é constantemente vigiado pelo Conselho dos Bruxos Brancos desde que nasceu e aos 16 anos é encarcerado e treinado para matar. Mas Nathan sabe que tem de fugir antes de completar 17 anos e a sua determinação é inabalável.
Half Bad é o romance de estreia de Sally Green e o primeiro volume de uma nova trilogia do género fantástico aguardado por todo o mundo com grande expectativa.


Nos últimos tempos tenho sido surpreendida pela Editorial Presença devido aos últimos livros que têm publicado. É um facto que as melhorias têm sido notadas por diversos leitores e tudo temos a ganhar com estas mudanças.
Com a entrada do livro de Sally Green no mercado literário português voltou um género de literatura que me deixou muito contente. A autora fez renascer um mundo de bruxos e feiticeiros, que várias vezes me fez lembrar o nosso amado Harry Potter – apesar da historia em nada ter a ver com essa serie. Não consigo bem explicar a razão da associação com o herói criado por J.K. Rowling, mas esse facto em tudo ajudou no aumento das expectativas em relação a este livro. Não fiquei decepcionada em nenhum momento e, apesar das referidas expectativas serem muito altas, fiquei muito satisfeita com o enredo que encontrei neste livro.
Não vou estar a analisar cada uma das personagens, nem o papel que vão desempenhando a longo do livro, digo apenas que todas são importantes e foram desenvolvidas de uma forma perfeita de maneira a serem enquadradas na história. Este é um livro com diversos ingredientes, que nos prende desde a primeira página e que no final nos deixa com o desejo de ler o próximo livro. Adorei o livro e se a Editorial Presença continua assim vamos ter sérios problemas em fazer alguma poupança…algo que não é necessariamente mau! Este é, sem duvida, um livro fantástico e o qual recomendo a todos, pois para além da historia, posso também revelar que a linguagem utilizada complementa o livro de uma forma maravilhosa, de forma a que este seja direccionado para todas as idades. Que mais dizer? Bem, melhor nem dizer mais nada…leiam e digam-me vocês!
Obrigada, Editorial Presença! Continuem com o excelente trabalho que tem sido desenvolvido.


2 comentários:

  1. Aii, fiquei curiosa :3 Sou capaz de ir à procura dele!
    beijoca*

    ResponderEliminar
  2. Tenho este livro na prateleira, fiquei curiosa com a sinopse e também achei giro que viesse fechado com um cordel e cadeado e para o abrir tive de decifrar o código com as pistas dadas e consegui sozinha! Fiquei super feliz então tive mesmo de o trazer.
    Só ainda não o li pois estou numa fase mais virada para os livros realizados em factos reais, mas agora com esta opinião fiquei curiosa e será o próximo livro "fantástico" que vou ler ;)

    ResponderEliminar