[Planeta]Opinião "Um Amor ao Luar",de Emma Wildes

Titulo: Um Amor ao Luar
Autor: Emma Wildes


Quando Lady Elena Morrow de súbito desaparece, a família fica desesperada para a encontrar e para impedir que a história alastre pela sociedade londrina, antes que a sua reputação seja destruída. Infelizmente, pode ser impossível evitar um escândalo. O visconde Andrews, mais conhecido como o Corvo, o libertino mais célebre de Londres, desapareceu no mesmo momento. Benjamin Wallace, Lorde Heathton é pressionado para ajudar a encontrar Lady Elena antes que a associação com o desaparecimento de Andrews lhe ponha fim à inocência - presumindo que a jovem e vulnerável senhora queira ser encontrada…


Dizer que Emma Wildes é uma autora fantástica é não ser justa para com o seu talento. A autora, que tantos livros lançou, continua a escrever livros incríveis e a deliciar nos livro após livro… Ao contrário de outros géneros literários, que se têm revelado cada vez mais cansativos, este é um dos que me tem deixado rendida e com mais vontade de continuar a ler.
Este foi um livro que me prendeu logo na primeira página. A forma como a autora decidiu iniciar a história foi simplesmente perfeita, pois a aura de mistério que envolve o rapto dos dois protagonistas é razão para aumentar a vontade de virar a página e saber o que se vai passar de seguida. Elena não é como as outras mulheres do seu tempo, apesar de no início mostrar uma aparência frágil vai mostrando ser alguém com uma força imensa e com uma personalidade bem definida, que não se deixa dominar pelas mentalidades de uma época marcada pelas aparências. O visconde Andrews é um homem vivido, um playboy que foge de qualquer tentativa de casamento por parte das mães de jovens casadoiras. Adorei este casal e a forma como se conhecem! Foi sem dúvida hilariante a cena em que Elena acorda meio despida ao lado de um homem desconhecido e que também não tem muita roupa. O mistério do desaparecimento dos dois é sem dúvida muito grande, principalmente sendo ela uma jovem que acabou de ficar noiva. Para investigar o rapto, o seu pai contratou Benjamim Wallace um homem que também se vê com problemas na sua própria vida conjugal, visto que a sua esposa, que no início sempre se mostrou recatada, de repente se mostra descontente com o relacionamento entre os dois.
Confesso que não sei dizer de qual das histórias gostei mais e se a autora tivesse decidido por escrever dois livros em separado, não se perdia nada. Creio que ambos seriam um sucesso, pois devido ao facto de se passarem no mesmo livro, pareceu-me que foram deixavas vários detalhes de fora na narrativa e que seria óptimo ver as duas historias mais exploradas. O caminho para ambos os casais é tortuoso, mas o resultado final mostrou estar à altura das minhas expectativas. Como sempre a autora mostrou-se cuidadosa em todos os momentos, não deixando ao leitor nenhuma pista em relação ao raptor e, apesar da desconfiança ir recaindo num ou outro personagem, a verdade é que o final é deliciosamente revelador. Estou desejosa de ler o livro seguinte, em que irá aparecer novamente Benjamim e a sua desafiante mulher.
Dou os parabéns a Emma Wildes, não apenas por mais este livro, mas também por conseguir manter-me sua fã e também à Planeta, por continuar a trazer até nós estes livros deliciosos. Obrigada, Planeta! Obrigada, Emma Wildes!

0 comentários:

Enviar um comentário