[Quinta Essência]Opinião "Sedução Irresistível",de Elizabeth Hoyt

Titulo: Sedução Irresistível
Autor: Elizabeth Hoyt


O solitário Sir Alistair Munroe tem estado escondido no seu castelo desde o regresso das Colónias, com cicatrizes interiores e exteriores. Porém, quando una misteriosa beldade se apresenta à sua porta, a paixão que manteve controlada durante anos começa a ganhar vida. Para fugir a erros passados, a lendária beldade Helen Fitzwilliam afastou-se do luxo da sociedade e vai para um castelo escocês semiabandonado... onde aceita o cargo de governanta. Contudo, Helen está decidida a começar uma nova vida e não permitirá que nem o pó nem um homem ríspido com cicatrizes a afugentem. Sob o belo exterior de Helen, Alistair descobre uma mulher cheia de coragem e sensualidade. Uma mulher que não recua diante do seu mau génio ou das suas cicatrizes. Porém, quando começava a acreditar na existência do amor verdadeiro, o passado secreto de Helen ameaça separá-los. Agora a bela e o monstro devem lutar pela única coisa que não julgavam possível encontrar: um final feliz.


Já devem ter percebido que adoro este género literário, mas penso que nunca é demais dizê-lo. Existe algo mágico neste tipo de livros, algo que me faz viajar no tempo até um período que considero ser um dos mais interessantes da história. Não sei bem explicar, o galanteio, a forma educada como falam uns com os outros, os vestidos das senhoras, a delicadeza demonstrada em cada gesto…não sei, fascinam-me e várias são as vezes que penso que se calhar nasci na época errada.
Quanto a este livro, foi mais uma surpresa! Estava um pouco receosa e até intrigada com a forma que a autora usaria para a escrita deste romance. Sendo Alistair uma personagem tão especial, calculava que seria uma tarefa árdua, mas o que encontrei acabou por ser uma história digna de um conto de fadas. As semelhanças entre o filme da Disney “A Bela e o Monstro” são tantas que ler este livro foi um verdadeiro prazer. Helen e Alistair, apesar das suas diferenças, têm tantas coisas em comum que me mantiveram cativa até ao fim do livro. Personalidades fortes são algo que me atrai bastante nos livros e ambos tinham essa característica sem marcada. Os filhos de Helen também tiveram um papel determinante para a forma como a trama se manteve sempre interessante e posso dizer que ambos foram a chave para o sucesso deste livro.
Gostei muito de rever outras personagens, que estiveram presentes no livro anterior. Esses pequenos detalhes são sempre deliciosos, porque nos mostram como estão os casais dos livros anteriores. Agora só falta conhecer o ultimo livro, que irá focar a história de Reynaud St. Aubyn, aquele que todos julgam morto. Confesso que estou ansiosa por conhecê-lo, para que posso finalmente saber o que lhe aconteceu, tal como conhecer a identidade do culpado pela tragedia de Spinner’s Falls. Um livro sem dúvida a não perder!

0 comentários:

Enviar um comentário