[Porto Editora]Novidade "A Fome do Licantropo e Outras Histórias",de Miguel Miranda

Título: A Fome do Licantropo e Outras Histórias
Autor: Miguel Miranda
Págs.: 176
Capa: Mole com badanas
PVP: 15,50 €

A Fome do Licantropo e Outras Histórias é o novo livro do autor
O novo ano arranca, na Porto Editora, com A Fome do Licantropo e Outras Histórias, um livro de contos de Miguel Miranda dedicado aos ofícios, ocupações ou talentos, dos mais comuns aos mais inacreditáveis, que chega às livrarias a 24 de janeiro.
Um descendente do Abominável Homem das Neves, uma quiromante ciumenta e um meteorologista que prevê o fim do mundo são alguns dos vários personagens que integram este livro simultaneamente divertido e original, que marca o regresso de Miguel Miranda ao conto, depois de um interregno de 10 anos. O seu primeiro livro no género, Contos à Moda do Porto, recebeu, em 1996, o Grande Prémio de Conto da Associação Portuguesa de Escritores.



A Fome do Licantropo e Outras Histórias é um conjunto de vinte e cinco contos, ordenados alfabeticamente, onde se abordam artes, ofícios e vocações, das mais vulgares às mais estranhas e inopinadas. Este mostruário (ou «monstruário») não exaustivo viaja por territórios do absurdo e da insanidade da natureza humana, iluminando as zonas de penumbra de vidas aparentemente vulgares. Entre outros, causarão perplexidade os acontecimentos na cidade de Malvados durante a visita do vedor, a verdadeira história da morte do grande mestre de xadrez Alekhine, a fixação por gardénias do jardineiro, a absintaria do recoveiro, a filosofia de vida do soba, as peripécias do yeti, do zombie ou do licantropo.



Miguel Miranda é médico e autor de vários romances, livros de contos e livros infantis, tendo recebido o Grande Prémio de Conto da APE por Contos à Moda do Porto, o Prémio Caminho de Literatura Policial por O Estranho Caso do Cadáver Sorridente e o Prémio Fialho de Almeida por A Maldição do Louva-a-Deus.
Está traduzido em Itália e França e representado em diversas coletâneas. No catálogo da Porto Editora figuram já os seus romances Dai-lhes, Senhor, o Eterno Repouso, Todas as Cores do Vento e A Paixão de K.



Sobre Dai-lhes, Senhor, o Eterno Repouso:
Miguel Miranda oferece-nos um texto extraordinariamente hilariante, pleno de ironia e humor, num acerto de mestre. Nada está a mais ou a menos na evocação dos lugares do Porto, na construção dos personagens, beliscando-lhes a alma, o carácter, o aspeto físico.
Ler

Sobre Todas as Cores do Vento:
Miguel Miranda cria descrições miméticas de estados de alma com poucas palavras e adjetivação equilibrada.
Expresso

Sobre A Paixão de K:
Mais uma empolgante, intrigante e divertida história de paixões (de afetos e ideários).

Jornal de Letras

0 comentários:

Enviar um comentário