[QuidNovi]Novidade "O Livro do Universo - A revelação do cosmos e a procura do outro",de Joaquim Fernandes

Titulo: O Livro do Universo - A revelação do cosmos e a procura do outro
Autor: Joaquim Fernandes
N. Páginas: 176
PVP: 14,95€


Neste livro, Joaquim Fernandes, o homem, o filósofo, o historiador, busca na História as respostas à questão que lá no fundo todo o ser humano, de forma mais ou menos consciente, se coloca: quem sou eu no meio deste vasto universo conhecido? Uma leitura indispensável para todos aqueles que ousam questionar-se, um livro que os levará a não se sentirem sós nesta aventura do pensamento, talvez a aventura mais interessante que alguma vez possa ser vivida.

[Planeta]Novidade "O Terceiro Bispo",de Frederico Duarte Carvalho

Titulo: O Terceiro Bispo
Autor: Frederico Duarte Carvalho
N. Páginas: 304
PVP: 17,76 €
Lançamento: 28 de Novembro


As profecias de São Malaquias anunciam que este é tempo do último papa antes da destruição da Igreja. O Papa Francisco seria o “Último Papa” antes da destruição da Igreja de Roma. O monge de Pádua previu um papa vindo de longe para morrer O Terceiro Segredo de Fátima revela o assassinato do bispo vestido de branco. Mas, em Roma, existem hoje dois papas, dois bispos vestidos de branco. Qual deles será o escolhido de Deus para morrer pela salvação? Será o Papa Bento XVI? Ou o Papa Francisco?
E como se vê um jornalista português desempregado envolvido num plano que vai de Fátima ao Vaticano e parece querer transformálo na «mão de Deus» para cumprir as profecias. Revelador, este livro é um thriller cuja acção decorre em Lisboa e tudo começa com três sem-abrigo que apareceram assassinados na Baixa lisboeta, com estranhas mensagens escritas no peito. Joaquim Barata, um jornalista no desemprego, vê-se envolvido na investigação deste caso encomendada por uma loira misteriosa, e descobre ligações que não deixam dúvida a um plano para assassinar o papa Francisco no dia 13 de Outubro de 2013, em Roma, na recepção à imagem de Nossa Senhora de Fátima. Assim se cumpririam todas as profecias que apontam para que seja este o último papa e para a sua morte em circunstâncias trágicas. Mas o plano parece ser demasiado humano para se tratar de um desígnio divino...Quem está a fazer o papel de Deus para que as profecias se cumpram? O segundo papa, Bento XVI? Nada aconteceu ao papa Francisco no passado dia 13, pois não? Pois não. Tentem perguntar a Joaquim Barata porquê.


É jornalista e nasceu no Porto a 27 de Agosto de 1972. Trabalhou como jornalista no diário O Primeiro de Janeiro e no semanário Tal & Qual e foi editor de política na revista Focus. É autor dos livros Vítor Batista - O Maior; Capitão Roby; Eu Sei Que Você Sabe; Abril Sangrento; Poeta & Espião; A Mensagem Brown; O Enigma da Praia da Luz; Estados de Segredos; Cavaco Versus Cavaco; e, na Planeta, Camarate - Sá Carneiro e as Armas para o Irão. O Terceiro Bispo é o seu primeiro romance de grande fôlego.


[Entangled Publishing]Edge Release Day Blast


Edge, a digital-first single-title romance line from Entangled Publishing, takes its lead from our popular Select imprint but gives its novels an edge in the marketplace by bringing great stories to readers at reasonable prices in a quick-and-easy way. Whether sexy or sweet, traditional romance or love and lust with a women’s fiction bent, at the center of every Edge book is heart. From Urban Fantasy to Contemporary Romance to Science Fiction Romance, Edge has a book for all romance readers—and right at their fingertips! As they say, all’s fair in love and war. To find out more about our titles, chat with authors, participate in special events, and to find out what books are coming next, visit the Entangled website, follow us on Twitter, and like our Facebook page.

Today I'm happy to be featuring Edge's November releases!!



Some Like it Sinful by Robbie Terman
Perfect Recipe #2

Their attraction is sinfully delicious…

A struggling business and one act of vandalism may have brought them together, but bakery owner Chloe Nelson and professional hockey player Griffin Lange get along like chocolate and pickles. Chloe needs the famous (and famously unattached) Griffin to attract people to her pastries, and Griffin needs the curvaceous and fiery Chloe to keep him out of trouble. A fake relationship to keep the media interested seems like the perfect plan.

But when temptation throws them into bed together, a new plan arises. Why not make the fake real? Griffin’s winning every home game, and Chloe’s business has never been better. Both know it’s only physical—and only temporary. But can they drop their defenses for love, even if it means getting a little bit sinful?




Wild Card by Jamie Wyman

It was bad enough that gods gambled with human souls, but Catherine Sharp’s soul just had to be won by the Greek goddess of Discord, Eris. As if working a dead-end tech support job didn’t suck the life out of her as it was. Now, Cat finds herself performing random tasks for the goddess in her free time.

But when Coyote, the Native American trickster himself, claims to have won her own soul in Mayhem's weekly poker game, Cat wants in on the action. With five sneaky gods upping the ante, Cat needs to find a way to collect the winning chips that could save her soul.

Marius, a handsome yet irritating satyr with his own debt to Eris, might finally come in handy for something. If they play their cards right and work together, Cat and Marius may just get their freedom back. If they don't kill each other or fall in love first.




a Rafflecopter giveaway a Rafflecopter giveaway

[Divina Comédia]Novidade "Amo como o Amor Ama",de Mariana Gray de Castro

Titulo: Amo como o Amor Ama
Autor: Mariana Gray de Castro
Páginas: 400
PVP: 16,90 €
Data de Lançamento: 25 de Outubro de 2013 


Esta antologia vem mostrar que a temática do amor constituía para [Fernando Pessoa] uma outra modalidade de «monólogo dramático» intermitente, emergindo aqui e ali, mas com grande frequência e versatilidade, ao longo de toda a sua obra.
Vasco Graça Moura
Esta antologia organizada por Mariana Gray de Castro apresentanos um Pessoa praticamente desconhecido: apaixonado e carnal, cáustico e sensual, romântico e irónico e tudo. A faceta romântica talvez seja a mais surpreendente; habituámo-nos a ler Pessoa como o escritor do desespero lúcido e da solidão sem princípio nem fim. Mas, como Mariana soube ver, a própria solidão é uma consequência do amor. Sonhado, vivido ou puramente imaginado – pouco importa. […] Pouco importa o que Fernando, ele mesmo, experimentou ou não das delícias e misérias da paixão, do desejo ou do encantamento platónico: o que interessa é que as atraiu para a dor do seu coração e pensou sobre elas com o corpo todo.
Inês Pedrosa


Mariana Gray de Castro formada em literatura inglesa e portuguesa pela Universidade de Oxford e King’s College, Londres. Pós-doutorada nas Universidades de Lisboa e Oxford, onde foi várias vezes professora convidada

[Porto Editora]Porto Editora lança inquérito para a Palavra do Ano 2013‏

A uma semana de serem reveladas as palavras candidatas a “Palavra do Ano” 2013, a Porto Editora convida os portugueses a sugerirem o vocábulo que marca este ano.

Antes de anunciar a lista das 10 palavras candidatas a “PALAVRA DO ANO” 2013, a Porto Editora decidiu promover um inquérito online para dar a oportunidade aos portugueses de participarem nesta iniciativa com propostas de vocábulos que estão a marcar este ano. Este inquérito será levado a cabo até ao próximo dia 1 de dezembro, data em que será divulgada a lista de 10 palavras candidatas definida pela equipa de linguistas do Departamento de Dicionários da Porto Editora.
Tal como nas edições anteriores, a lista de palavras candidatas resultará do trabalho permanente de acompanhamento e análise da realidade da língua portuguesa, com base em critérios de frequência de uso e de relevância assumida quer através dos meios de comunicação social e das redes sociais, quer da utilização dos dicionários da Porto Editora nas suas versões online e mobile. Este inquérito online está disponível em www.portoeditora.pt/palavradoano.
A “Palavra do Ano” é uma iniciativa da Porto Editora que tem como objetivo principal enaltecer o património da língua portuguesa, sublinhando a importância das palavras e dos seus diferentes sentidos no nosso quotidiano. Nas edições anteriores, as palavras vencedoras foram “Entroikado” (2012), “Austeridade” (2011), “Vuvuzela” (2010) e “Esmiuçar” (2009).

[Quinta Essência]Novidade "Acasos do Amor",de Juliette Fay

Titulo: Acasos do Amor
Autor: Juliette Fay
N. Páginas: 480
PVP: €17,90 



A recém-divorciada Dana Stellgarten sempre foi delicada — até mesmo para com os operadores de telemarketing — mas agora está a esgotar-se-lhe a paciência. O dinheiro começa a faltar, os filhos ressentem-se da partida do pai e a sua sobrinha, uma adolescente gótica, acabou de lhe aparecer à porta. Quando Dana entra no turbilhão de um romance pós-divórcio e a abelha-mestra da cidade se torna sua amiga, descobre que a tensão entre manter-se fiel a si própria e gostarem dela não acaba na fase do ensino básico... e que, por vezes, precisamos de um verdadeiro amigo para nos ajudar a acolher a maturidade com toda a sua complexidade cheia de falhas.



O primeiro romance de Juliette Fay, Protege-me, recebeu o prémio Massachusetts Book Award Book of the Year em 2009, foi selecionado para a lista de leitura do Bookmarked Club das livrarias Target, foi uma das escolhas da secção Book Pick da revista Good Housekeeping e foi escolhido para integrar a lista Indie Next List da American Booksellers Association. Juliette é licenciada pelo Boston College e tem um mestrado pela Universidade de Harvard. Vive em Massachusetts com o marido e os quatro filhos. Acasos do Amor é o seu segundo romance.
Para mais informações, visite: http://juliettefay.com/



«Aborda uma série de questões sérias de uma forma extremamente atenta... Além disso, é realmente uma boa história.»
Bookreporter

«Sincero, forte e sentido.»
Emily Giffin

«Absorvente, tocante e de leitura imensamente recompensadora... Eu quase estaria disposta a voltar para a primária se pudesse sentar-me à mesa da cantina com Juliette Fay!»
Beth Harbison

«Quando eu não estava dentro do mundo deste livro — porque este é o tipo de livro em que se entra, em vez de meramente o ler — queria lá estar. Adoro-o pelas suas personagens intensamente humanas e pela maneira como a autora lhes atribui defeitos com tanta generosidade como celebra os seus atos diários de dignidade, a sua esperança persistente, os seus momentos de graça pessoal.»
Marisa De Los Santos

«De leitura extremamente cativante e com personagens e situações com que todos podemos identificar-nos!»
Kelly Corrigan

[Quinta Essência]Novidades Ebook

Titulo: Segredos e Mentiras
Autor: Eloisa James
Formato: EPUB
PVP: 0.98€


Jas Griffin, filho do duque Summerton, apaixonou-se por Linnet Chandros, uma plebeia, e o duque decide banir o filho de casa, obrigando-o a ganhar a vida. Jas vai trabalhar para uma editora, onde lhe chega às mãos um manuscrito explosivo que conta as aventuras indecorosas de um nobre, e todos os seus casos amorosos com senhoras da alta sociedade. O que terá ele de fazer para convencer o patrão a aceitar a publicação do livro e garantir assim a sua subsistência e da mulher que ama?


Titulo: O Primeiro Beijo
Autor: Cheryl Holt
Formato: EPUB
PVP: 0.98€


Clarinda Dudley é uma curandeira e «feiticeira» que viajou sempre com o irmão mais velho, Phillip. Ao longo da vida de Clarinda, as suas principais tarefas foram manter o irmão longe de sarilhos, longe da prisão. Clarinda separou-se recentemente do irmão e está a viver na encantadora mansão rural escocesa do seu amigo capitão Tristan Odell. Aiden Bramwell é o irmão mais novo do conde de Roxbury. É um capitão experiente da marinha que - para horror da família - está envolvido no comércio. Dono de vários navios, usa-os para construir a sua própria fortuna de modo que, quando casar, possa fazê-lo como homem rico, sem ter de implorar por dinheiro ao irmão mais velho. Clarinda e Aiden vêm de mundos diferentes e têm personalidades muito diferentes, até que os seus caminhos se cruzam na véspera de Natal...

[Nascente]Novidade "Aprenda a Dizer Não Sem Se Sentir Culpado",de Jacqui Marson

Jacqui Marson é uma das mais conhecidas e reputadas psicólogas no Reino Unido. É frequentemente convidada para participar em programas de televisão e rádio, de forma a partilhar, entre outros temas, conselhos sobre parentalidade e relacionamentos, e escreve artigos para os umais conhecidos jornais britânicos.
Jacqui Marson é também bastante requisitada para dar worshops em todo mundo, nomeadamente sobre temas como  team-building e desenvolvimento pessoal. Agora, e com o livro Aprenda a Dizer Não Sem Se Sentir Culpado  (208 pp I 15,98€ I Editora Nascente), Jacqui Marson vai também partilhar as suas ideias com os leitores portugueses.



«Com vastos anos de experiência como psicóloga clínica, Jacqui Marson estudou uma realidade que afeta muita gente, e que pode estar a afetá-lo a si. Se se sente preso, sufocado, oprimido por estar sempre a dizer SIM aos outros, este livro vai ajudá-lo a libertar-se e a determinar como deve viver. Estar sempre a agradar aos outros não faz de si mais feliz.
Há tantas pessoas cujos relacionamentos, carreiras e bem-estar são corroídos pela crença de que, para serem apreciadas, amadas e aceites, têm de limitar-se aos comportamentos que acreditam serem os que os outros aprovam. Isso significa ser sempre educado, agradável, útil, charmoso, divertido, nunca dizer não, evitar conflitos, e sobretudo: colocar as necessidades dos outros à frente das suas próprias necessidades. Por isso, ponha as suas necessidades em primeiro lugar. Descubra como modificar os seus comportamentos e APRENDA A DIZER NÃO. Deixe o sentimento de culpa para trás. Este livro, prático e motivacional, diz-lhe como quebrar a verdadeira maldição que é dizer sempre SIM, libertando-o das expetativas sufocantes dos outros para que possa viver uma vida mais completa e satisfatória. Mais feliz e sem se sentir culpado.»

[1001 Mundos]Opinião "Luz e Sombra",de Leigh Bardugo

Titulo: Luz e Sombra
Autor: Leigh Bardugo


Só ela consegue vencer as trevas... Rodeada por inimigos, a outrora grande nação de Ravka foi dividida em duas pelo Sulco de Sombra, uma faixa de escuridão quase impenetrável cheia de monstros que se alimentam de carne humana. Agora, o seu destino pode depender de uma só refugiada. Alina Starkov nunca foi boa em nada. Órfã de guerra, tem uma única certeza: o apoio do seu melhor amigo, Maly, e a sua inconveniente paixão por ele. Cartógrafa do regimento militar, numa das expedições que tem de fazer ao Sulco de Sombra, Alina vê Maly ser atacado pelos monstros volcra e ficar brutalmente ferido. O seu instinto leva-a a protegê-lo , e ela revela um poder adormecido que lhe salva a vida, um poder que poderia ser a chave para libertar o seu país devastado pela guerra. Arrancada de tudo aquilo que conhece, Alina é levada para a corte real para ser treinada como um membro dos Grishas, a elite mágica liderada pelo misterioso Darkling. Com o extraordinário poder de Alina no seu arsenal, ele acredita que poderá finalmente destruir o Sulco de Sombra. No entanto, nada naquele mundo pródigo é o que parece. Com a escuridão a aproximar-se e todo um reino dependente da sua energia indomável, Alina terá de enfrentar os segredos dos Grisha... e os segredos do seu coração.



Gosto de escrever as minhas opiniões literárias assim que termino a leitura de um livro e começo a compreender as razões de tal desejo. Os sentimentos estão ainda “à flor da pele”, a história está ainda bem fresca na memória e, caso o livro tenha “mexido” comigo, tenho o meu coraçãozinho apertado devido aos sentimentos que foram emergindo ao longo da leitura. Este livro é uma prova disso!
Leigh Bardugo foi, até ao lançamento deste livro, mais uma autora desconhecida no nosso país e, apesar de ter conhecimento do sucesso que esta série estava a fazer “lá fora” ainda não tinha tido a oportunidade de ler a sua obra. Devido a esse conhecimento tenho a confessar que me encontrava um pouco receosa com aquilo que poderia encontrar, pois são várias as vezes que me deparo com livros muito badalados e que no final me deixam completamente decepcionada. Felizmente isso não aconteceu e vi-me transportada para um mundo incrível e que me deixou boquiaberta, não pela sua perfeição, mas pelo realismo com que foi criado, pois no meu entender não é melhor aquele que é perfeito, mas aquele que se adequa às suas próprias falhas.
Este foi um livro que também primou pela diferença, pois enquanto naqueles que li até agora os vilões eram sempre odiados, acabei por me apaixonar por Darkling. A sua personalidade misteriosa e até mesmo sombria, cativou-me de uma forma que não consigo expressar direito. Não sei, talvez seja a minha própria personalidade a falar por mim e talvez esteja completamente enganada, mas há algo nele que me faz questionar acerca das verdadeiras razões das suas acções. Alina também mostrou ser uma personagem capaz de se integrar no seu papel de protagonista, apesar de no início me ter parecido um pouco apagada. Aos poucos ela foi crescendo e demonstrando ser capaz daquilo que lhe estava destinado, mostrando não só ser forte, mas também ser a mais forte de todos. Este livro serviu apenas de introdução para tudo o que nos espera nos próximos livros e creio mesmo que muitas mais surpresas irão acontecer, uma delas acredito mesmo que será a verdadeira dimensão do poder de Mal, há qualquer coisa nele que me faz desconfiar do seu verdadeiro poder, pois os seus sentidos parecem demasiado desenvolvidos para um simples Batedor!
Este é um livro cheio de romance, acção e mistério, que de certa forma me faz lembrar o ambiente sombrio encontrado somente nos livros de Anne Bishop. Não tenho qualquer dúvida do desejo de continuar a seguir esta série!

[Sextante]Novidade "Infravermelho",de Nancy Huston

Título: Infravermelho
Autor: Nancy Huston
Tradutor: Luísa Feijó
Págs.: 296
PVP: 16,60 €

Em Infravermelho, Nancy Huston fotografa a sua visão do mundo
No dia 22 de novembro, a Sextante Editora publica o mais recente romance da escritora canadiana Nancy Huston, Infravermelho, onde, no decurso de uma semana, acompanhamos a vida de uma fotógrafa que procura captar as fragilidades da sociedade e das relações. Através da escrita perspicaz e inteligente da autora, a protagonista deste romance examina um mundo governado por homens, esclarecendo-nos sem piedade a respeito das relações que o dominam. Um livro brilhante, com uma abordagem sensual e libertadora face aos contornos que regem a sociedade atual.


Rena Greenblatt tem quarenta e cinco anos. É artista, repórter e fotógrafa especialista em infravermelho, fotografa à noite, os corpos e os seus abraços. Numa semana de férias na Toscana com o seu envelhecido pai Simon e a sua madrasta Ingrid, esperam-na as paisagens e as obras de arte mas também uma avalanche de memórias: os sonhos, os ressentimentos e as alegrias do seu passado e do seu presente, os quatro maridos, os dois filhos, os mil amantes, as belezas e os horrores dos países visitados, uma infância maravilhosa e uma adolescência roubada. Memórias que Rena comparte com Subra, seu alter-ego, sua amiga inventada, sua consciência.
  

Nancy Huston nasceu no Canadá em 1953 e vive em Paris. A sua carreira de romancista começa com Les Variations Goldberg, em 1981. Os seus romances posteriores constroem uma carreira com grande reconhecimento internacional, tendo recebido em 2006 o Prémio Femina com a obra Ligne de failles.



Este livro é uma joia de plenitude feminina, corpo, espírito e alma, no amor dos homens. Um livro que fica.
Véronique Poirson

Continua, diz Subra. E Rena conta. (…) Continua, Rena, conta, diz também o leitor, conquistado por uma fala talentosa, muito romanesca, que faz vacilar os códigos da moral, da família, do casal e mesmo da liberdade.
Bernard Pivot

[Porto Editora]Porto Editora considerada melhor empresa do setor da edição‏


A cerimónia da entrega dos Prémios Exame 500 Maiores & Melhores decorreu ontem, ao
final da tarde, num hotel de Lisboa. A Porto Editora foi considerada a “Melhor & Maior Empresa do Setor da Edição, Informação e Artes Gráficas” pela revista Exame, no âmbito dos Prémios 500 Maiores & Melhores atribuídos por aquela publicação.
É a sexta vez que a Porto Editora é distinguida com este prémio – a primeira vez foi em 1996, assinalando-se depois as distinções em 2003, 2004, 2007 e 2008. Atribuído com base na avaliação feita ao desempenho empresarial, este prémio constitui um reconhecimento da estratégia seguida para enfrentar a crise particularmente difícil que se vive. Perante a forte contração que se verifica, há vários anos, na edição escolar, consequência da baixa natalidade e de uma política de controlo de preços extremamente rigorosa, a Porto Editora definiu novos objetivos estratégicos: fortalecer a área da edição literária; reforçar a atividade internacional, com particular atenção para as suas associadas Plural Editores Moçambique e Plural Editores Angola; e reforçar o investimento na área das novas tecnologias, nomeadamente no Comércio Eletrónico, onde a WOOK se assume como um projeto de sucesso crescente, e na Escola Virtual, um serviço considerado de excelência quer por professores, pais e alunos, quer por quem acompanha o mundo tecnológico.
A Porto Editora, que se prepara para assinalar em 2014 os 70 anos de atividade, partilha a honra deste prémio com todos os seus colaboradores, autores e leitores.

[Divina Comédia]Novidade "Café Patita",de Patrícia Furtado

Titulo: Café Patita
Autora: Patrícia Furtado
Páginas: 160
Preço: € 22,00
Data de Lançamento: 14.11.2013


O Café Patita é visualmente muito rico, ou não tivesse saído das mãos de uma ilustradora e designer, sem deixar de ser extremamente prático para quem faz as receitas. Mas foi dada igual importância ao conteúdo. Porque a comida é algo que mexe com as nossas memórias e nos transporta para outros lugares, as receitas são acompanhada por histórias, apontamentos pessoais, que de algum modo fazem do Café Patita um livro para se ler, e não apenas consultar.
O Café Patita é uma colecção de receitas doces que podem ser feitas em qualquer cozinha. Não pedem equipamento profissional, técnicas difíceis, ingredientes exóticos. Foram escritas de modo a serem acessíveis ao cozinheiro mais inexperiente. E no entanto, apesar da simplicidade, são receitas interessantes, com combinações inesperadas, que se distanciam das receitas mais tradicionais que encontramos por aí. No Café Patita, fácil não é sinonimo de banal e, mais do que ter experiência, o importante é ter imaginação.


Organizadas de acordo com as ocasiões a que se destinam, há receitas para quando não se tem tempo nenhum, para quando apetece abusar um bocadinho, receitas mais exóticas ou mais saudáveis, para grandes festas e até para quando o chefe vai jantar lá a casa. Numa altura em que há cada vez mais preocupações com as intolerâncias alimentares, estão assinaladas e listadas todas as receitas sem glúten, sem lacticínios, sem ovos ou vegan.
E, sim, são todas doces. Com moderação, um doce feito em casa,
com ingredientes de boa qualidade, deixa qualquer pessoa um bocadinho mais feliz.
E isso também faz parte de ser saudável.


Patrícia Furtado é ilustradora e designer freelance. Nasceu em Lisboa, em 1977. A criatividade que usa diariamente na sua vida profissional é, também, uma poderosa ferramenta na cozinha, onde gosta de passar o seu tempo livre a combinar sabores, cores e texturas. O “Café Patita” é, assim, o cruzamento de tudo aquilo que sabe e gosta de fazer.

[SDE]Opinião "Um Mar de Rosas",de Nora Roberts

Titulo: Um Mar de Rosas
Autor: Nora Roberts



Desde criança que Emma é uma jovem sensível e romântica e não é surpresa para ninguém que tenha encontrado a sua vocação como florista de casamentos. Assim está sempre rodeada de flores e trabalha com as suas três melhores amigas - Mackensie, Parker e Laurel. Emma não podia estar melhor, certo? Errado. É que Emma, apesar de bela e encher de vida todas as salas onde entra (aliás, tal como acontece com os arranjos florais que cria), apenas se cruza com os homens errados. E o último lugar onde alguma vez se lembrou de procurar é…bem debaixo do seu nariz. Jack Cooke é um arquiteto e amigo de longa data que praticamente faz parte da família. Um dia ele apercebe-se que sente por Emma algo mais do que apenas amizade. Mas quando a sua paixão é correspondida, as coisas começam a complicar-se. É que nem ele gosta de compromissos, nem ela é dada a casos passageiros. Conseguirão confiar nos seus corações — para se entregarem a uma vida em comum?



Chegou finalmente o segundo volume do Quarteto de Noivas e foi com alguma curiosidade de iniciei a leitura.
Depois de ler o primeiro livro, tinha uma vontade louca de devorar os outros de seguida e, apesar do romance ser o principal ingrediente destes livros, este acaba por ficar um pouco como assunto secundário se comparar com a amizade que estas quatro mulheres partilham. Nora Roberts criou algo mágico, algo que nos faz acreditar não apenas no amor, mas também na amizade, emocionando todos aqueles que leiam estes livros. Entre os dois que saíram no nosso país, não consigo eleger o melhor. Penso que cada um se torna especial pela mensagem que nos transmite. Estas quatro amigas, com personalidades tão diferentes entre si, completam-se de uma forma incrível e são várias as vezes que nem uma palavra precisa de ser dita para saberem o que a outra está a pensar.
Emma surpreendeu-me de uma forma muito positiva, mostrando ser capaz de lutar por aquilo que acredita sem que para isso passe por cima de alguém. Acabei por identificar-me um pouco com ela, devido a algumas decisões que tomou e também pela sua personalidade. Nora Roberts tenta sempre inserir um elemento mais frágil nas suas trilogias e Emma enquadrou-se perfeitamente nesse papel, apesar de não ser a típica personagem sem experiência sexual e que, por vezes, é também um pouco tolinha. Não, de tolinha ela não tinha nada! Ela mostra ser uma mulher que, apesar de delicada e sonhadora, é alguém com objectivos muito concretos e que sabe o que quer. Simplesmente não magoa aqueles que ama para conseguir atingir as suas metas. Jack também me surpreendeu bastante, principalmente depois de o ter conhecido no livro anterior. Pareceu-me na altura que o seu papel iria ser um pouco mais frio e que seria mais complicado de perceber os seus sentimentos pela rapariga, mas afinal acabou por não ser assim tão complicado. Ele mostrou ser um homem íntegro e que afinal não era assim tão libertino. Gostei muito dele e da forma como tratava Emma, sem se aperceber que estava completamente apaixonado por ela.
Novamente, a autora deixou-me mais uma vez curiosa ao longo deste livro. Laurel e Parker ainda têm de encontrar o amor para que este quarteto de noivas seja terminado, mas já podemos ir tirando umas ideias acerca daquilo que as espera. Acredito que os últimos dois livros serão carregados de romance, mas também de muito bom humor. Creio mesmo que o melhor está guardado para o fim, por isso espero que não demorem muito a ser lançados em Portugal.

[Planeta]Opinião "Uma Paixão Escandalosa",de Emma Wildes

Titulo: Uma Paixão Escandalosa
Autor: Emma Wildes


Após quatro penosas temporadas, a cativante Vivian Lacrosse pensava que estava finalmente noiva - até que o prometido foge… com outra. Mas, no último momento, o escândalo é dissipado pela improvável proposta de Lucien. Tudo parece estar bem até ao dia do casamento, quando um cruel acto de vingança leva Lucien para longe do altar e de solo britânico. Abalada com o que aparenta ser uma traição imperdoável, Vivian jura não voltar a confiar num homem…Mas quando Lucien regressa, pretende reivindicar Vivian mais uma vez e está disposto a fazer qualquer coisa para lhe conquistar o coração - mesmo que tenha de o roubar.


Emma Wildes é, para mim, uma presença quase obrigatória na minha estante! Não há um único livro, que tenha saído em Portugal, que eu não tenha já lido e é sempre com prazer que leio as suas histórias. Desengane-se aqueles que pensam que me canso desta autora, ela é simplesmente fantástico e os seus romances deixam-me encantada, deixando-me sempre com a vontade de querer sempre mais.
Já conhecia a protagonista feminina do livro anterior “Traída pelo Destino”, também lançado pela Planeta e a personagem sempre de despertou muita curiosidade. Com uma personalidade muito fincada, sempre me pareceu que Vivian teria uma história de amor fantástica, cheia de momentos de humor e aventura que me iriam deliciar. Não me enganei! Juntamente com Lucien, que manteve os seus sentimentos escondidos durante vários anos, protagonizaram uma história incrível e que me surpreendeu ainda mais do que estava à espera. Quando li a sinopse que acompanha o livro, pensei que o enredo seguiria numa certa direcção, mas o que encontrei foi um pouco diferente do esperado, tornando tudo ainda mais interessante. Lucien também provou ser o par perfeito para Vivian. Apesar de no início aparentar uma personalidade um pouco mais fechada, aos poucos foi demonstrando os seus verdadeiros sentimentos pela rapariga e tudo aquilo que faria para a ver feliz. Revelando possuir uma mentalidade mais aberta e compreensiva do que outros figurantes da trama, fazendo com que a história fluísse de forma simples, mas deliciosamente viciante. Foi apenas mais um livro que li em poucos dias.
Gostaria ainda de referir o casal secundário, que mais um vez a autora introduziu na sua história. Já conheci Charles, irmão de Lucien, do livro anterior e saber como o sua história acabou com um final feliz foi mais um golpe de mestre de Emma Wildes, que normalmente insere uma história secundária nos seus livros. E como é algo que faz na perfeição, isso apenas enriquece o enredo principal. 
Emma Wildes é apenas mais um autora fantástica publicada pela Planeta, uma autora que espero que continue a ser publicada no nosso país. O seu talento é notório e cada livro seu é como uma caixinha de surpresas, pronta a ser descoberta por nós!

[Quinta Essência]Resultado do passatempo "Do Céu com Amor"

Boa tarde a todos!
Os resultados chegam com um pouco de atraso, mas foi completamente impossível publicar antes. Como justificação apenas vos posso dizer que regressei aos estudos e as coisas têm andado mais lentas. Entretanto já me começo a ambientar e por isso espero voltar em força^^
De qualquer forma, anuncio então o vencedor de um exemplar autografado do livro “Do Céu com Amor” de Michelle Holman:

45 – Maria Ana Figueiredo, de Lisboa


Muitos parabéns^^

Àqueles que ainda não tiveram essa sorte, continuem atentos ao blogue. Em breve haverá novidades.

[Sextante]Novidade "A Última Viagem",de Laurent Gaudé

Título: A última viagem
Autor: Laurent Gaudé
Tradutor: Isabel St. Aubyn
Págs.: 136
PVP: 15,50 €

O mais recente romance do escritor chega no dia 22 de novembro às livrarias
A Sextante Editora publica, no dia 22 de novembro, o novo romance de Laurent Gaudé, A última viagem, um livro sobre Alexandre, o Grande, e a sua derradeira jornada.
Partindo de um facto histórico – o cortejo fúnebre de Alexandre atravessando o império que conquistou –, Gaudé introduz um componente onírico e fantástico que fortalece a lenda criada em torno do maior general de todos os tempos. Através das diversas vozes que ecoam nesta história, o autor relata aquela que será a última cavalgada de Alexandre, promovendo uma reflexão pungente sobre a fragilidade do poder.
Laurent Gaudé estará em Lisboa nos dias 27 e 28 de novembro para participar em sessões organizadas pelo Lycée Français Charles Lepierre, e para contactos com a comunicação social.


Durante um festim na Babilónia, por entre risos e música, Alexandre, o Grande, cai subitamente por terra, febril. Os seus generais cercam-no, receiam o fim mas preparam já a sucessão, disputando a sua herança e o privilégio de dispor dos seus restos mortais. Um estranho mensageiro parte dos confins da Índia rumo a Babilónia. E, num templo longínquo, uma mulher jovem de sangue real é de novo chamada para junto do homem que derrotou o seu pai. O dever e a ambição, o amor e a fidelidade, o luto e a errância conduzem as personagens à embriaguez de uma última cavalgada. Numa escrita de fôlego épico, A última viagem segue o cortejo fúnebre do grande imperador, libertando-o da História e abrindo-lhe a infinitude da lenda.


Laurent Gaudé nasceu em Paris em 1972. Dramaturgo e romancista, obteve em 2004 o Prémio Goncourt com o romance O sol dos Scorta. Publicado em 34 países, tem também traduzidos em Portugal os seus livros A morte do rei Tsongor (2002), Eldorado (2006), Noite dentro, Moçambique (2007), além de A porta dos infernos (2008) e Furacão (2012), ambos publicados pela Porto Editora.



Em estilo épico, Gaudé segue as últimas horas do conquistador e oferece-nos uma reflexão sobre o poder. Mergulha na epopeia e faz surgir os gritos das vítimas pelas estradas, os bramidos das carpideiras quando Alexandre morre.
Christine Ferniot, Lire

Gaudé faz o relato soberbo de um mundo jovem, ardente e cruel. Neste romance precioso, faz-nos saborear a embriaguez das cumeeiras: as do Olimpo, de onde se observa de cima o mundo inteiro.
Les Echos

A última viagem expressa, com força e brio, a vontade firme de abandonar a realidade para chegar á lenda, com um fôlego poderoso, a um tempo trágico e épico
Le Courrier

[Planeta]Novidades Novembro 2013

Titulo: A Caminhar Para O Desastre
Autor: Jamie McGuire
N. Páginas: 404
PVP: 17,76 €
Lançamento: 14 de Novembro


Travis Maddox perdeu a mãe quando ainda era criança. O conselho que ela lhe deu na hora da despedida foi: «Ama intensamente… Luta ainda mais intensamente…» Travis Mad Dog Maddox é um lutador clandestino, oriundo de uma família de vários irmãos, mais velhos e duros. Mau rapaz por definição, todas as noites leva para casa uma rapariga diferente. Até conhecer Abby Abernathy… Mal-afamado em todo o campus devido às suas relações com as mulheres, não é de surpreender que Abby rejeite os avanços de Travis; o máximo que aceita é ser sua amiga. No entanto, Travis está decidido a lutar pelo seu coração…
Pleno de romance, paixão e reviravoltas inesperadas, foi um dos livros mais disputados na Feira de Frankfurt do ano passado, está traduzido em mais de vinte idiomas, e os seus direitos para filme já foram adquiridos pela Warner Bros.


Autopublicou Um Desastre Maravilhoso, que conseguiu ser best-seller do New York Times e do USA Today. É também autora da série Providence. Licenciou-se no Northern Oklahoma College em Ciência Aplicada de Radiografia e vive com as duas filhas em Oklahoma. É escritora a tempo inteiro e trabalha actualmente em vários projectos. Visite o seu sítio em: www.jamiemcguire.com


Titulo: Mandela O Rebelde Exemplar
Autor: António Mateus
N. Páginas: 160
PVP: 14,40 €
Lançamento: 14 de Novembro


Desde a libertação de Nelson Mandela, em 1990, António Mateus cobriu no terreno o conturbado processo de erradição do sistema de apartheid, a eleição de Madiba como primeiro presidente negro da África do Sul, o desempenho do seu único mandato presidencial e, depois, toda a sua actividade até à retirada da vida pública em 2004. Um livro diferente de tudo o que leu, que mostra o ser humano que escolheu transformar-se num líder de referência mundial pela tolerância, humildade e valores mas, já foi um jovem emotivo, irascível, temperamental e egocêntrico. Um olhar próximo, humanizador, sobre um homem que escolheu assumir e trabalhar as suas próprias fragilidades, começando nele a mudança que sonhava para o mundo. Um exemplo que resgata a nossa fé nos Homens e em nós próprios, na nossa capacidade de fazermos a diferença, para melhor, se assim o decidirmos.
Um livro com fantásticas ilustrações do ilustrador Nuno Tuna, escrito numa linguagem acessível, especialmente dirigido aos mais jovens e a todos os que queiram conhecer o lado humano de um herói dos nossos dias.
Mandela, criança e adolescente rebelde. Mandela, incansável trabalhador na luta pelo seu próprio futuro e pelo dos seus concidadãos, nas luta pelos direitos básicos. Mandela, o sedutor, o marido ausente, o pai. Mandela, o guerrilheiro. Mandela, o preso político mais famoso do mundo. Mandela, o sofredor que ninguém quebrou. Mandela, o ser humano que cresceu toda a vida em sabedoria e transmitiu ao mundo o conceito mais rico da filosofia africana: Ubuntu. Mandela, o Nobel da Paz que soube ultrapassar cor, raça, religião e diferenças culturais ou políticas para ser um exemplo para o mundo. Mandela, o homem que, como o próprio diz, não é, nem quer ser, nenhum santo.


Escritor e jornalista. Nasceu em 1960. Repórter e correspondente da agência de notícias portuguesa Lusa e da cadeia de televisão estatal, RTP, em Moçambique e Joanesburgo desde 1986, o autor deste livro acompanhou Nelson Mandela durante uma década (desde a libertação deste até à sua retirada da vida pública). Nos 16 anos em que esteve destacado na África Austral, cobriu os desenvolvimentos das guerras civis em Angola e Moçambique e respectivos processos de paz, as negociações para a retirada cubana de Angola, independência da Namíbia e o fim do apartheid na África do Sul. Ainda como correspondente na África do Sul entrevistou dezenas de personalidades mundiais, como os Prémios Nobel da Paz Nelson Mandela, entrevistou, a sua antiga (Winnie Mandela) e actual mulher (Graça Machel), o presidente que o mandou libertar (Frederik de Klerk), os negociadores-chefes do último governo branco (Roelof Meyer) e do ANC (Cyril Ramaphosa), o presidente da Comissão da Verdade e Reconciliação (Desmond Tutu) e o seu melhor amigo, ainda vivo, Ahmed Kathrada. Recebeu o Prémio Melhor Reportagem do Ano, atribuído pela revista TV 7 Dias e uma Menção Honrosa do Prémio Unesco 2013. É autor de três livros relativos a essas experiências africanas e do livro de maior sucesso em Portugal sobre Nelson Mandela: Mandela – A Construção de Um Homem (em 6.ª edição)


Titulo: A Última Árvore
Autor: Maria Inês Almeida
Ilustrações: Sebastião Peixoto
N. Páginas: 64
PVP: 8,85€
Lançamento: 14 de Novembro


Um livro que abre clareiras, no fim da história, para saberes mais sobre as árvores e começares a olhar para elas de outra maneira. E que é impresso em papel ecológico – sim, porque os livros também nascem das árvores, sabias? Queremos árvores e livros que cresçam connosco, com muitas folhas verdes e vida dentro!
Um rapazinho vai a caminho da escola e vê um velhote, que pensa estar a falar sozinho mas afinal está a falar...para uma árvore! A partir daqui desenrola-se uma história de amizade a lembrar a melhor tradição de O Principezinho: a amizade do velho senhor por aquela árvore e a descoberta do mundo por parte do rapazinho. Afinal, aquele homem vem defender a sua amiga de toda a vida – a árvore, a última árvore, que querem abater – e acaba por sensibilizar toda a comunidade para a defesa daquele ser vivo, que é um autêntico tesouro e os faz unir a todos por uma causa.


Maria Inês Almeida nasceu em Lisboa a 25 de Fevereiro de 1978 e tem um filho de cinco anos. É jornalista e tirou o curso de Comunicação Social, na Universidade Católica. Em 2005 ganhou o Prémio Valorsul com a reportagem O Lixo do Dia e, em 2006, foi-lhe atribuído o Prémio Revelação do Clube de Jornalistas. A apostar em livros para crianças é autora de: Chamo-me Amália, Chamo-me Almeida Garrett, Chamo-me Michael Jackson, Chamo-me Amélia Rey Colaço e Chamo-me Almada Negreiros, Sabes que também podes ralhar com os teus pais? e Sabes onde é que os teus pais se conheceram?, Vicente em viagem... a Caminho do Rally de Portugal, e, em parceria com Joaquim Vieira, a colecção juvenil Duarte e Marta. Na Planeta, publicou, em colaboração com o Sebastião Peixoto Quando eu for… Grande, que integra o Plano Nacional de Leitura e foi nomeado em 2011 ao prémio do melhor livro infanto-juvenil da Sociedade Portuguesa de Autores.
Sebastião Peixoto nasceu em 1972, em Braga.É licenciado em Artes Plásticas – Pintura, pela Faculdade de Belas-Artes da Universidade do Porto. Para além das actividades de docência no ensino básico e secundário e da realização de exposições de desenho e pintura, tem colaborado com várias editoras. Ilustrou o livro Guardiões da Floresta, de Evandro e Márcia Morgado e O Homem da Nuvem Escura, da escritora Inês Vinagre. Foi professor de Design de Interiores e Exteriores, Expressão Plástica e Educação Visual no Ensino Secundário. Expôs em espaços como o Estaleiro Cultural Velha-a-Branca, a Torre de Menagem, o Museu de Arqueologia D. Diogo de Sousa, em Braga, a Fundação Júlio Resende de Gondomar ou no Hiper Art em Andorra.


Titulo: O Meu Primeiro Livro - Os Descobridores Do Mundo
Autor: Sérgio Luís de Carvalho
N. Páginas: 40
PVP: 12,95€
Lançamento: 14 de Novembro


Hoje, o nosso planeta parece-nos pequeno e familiar. Mas, em tempos, foi um mundo cheio de segredos e mistérios. No passado, ir à China, à América ou à Austrália era uma aventura tão grande para os europeus como hoje é ir a um planeta desconhecido! Só uma classe muito especial de viajantes, ousados e corajosos, conseguiu sonhar, planear, enfrentar as viagens, os mares, as lendas sobre monstros e perigos, e alargar o mundo que então conhecíamos: Marco Polo, Vasco da Gama, Cristóvão Colombo, Pedro Álvares Cabral, Fernão de Magalhães, Fernão Mendes Pinto, James Cook Não sendo uma obra de ficção, vai proporcionar muitas horas de leitura divertida aos mais novos. Um feito apenas possível, graças à escrita leve mas rigorosa de Sérgio Luís de Carvalho, e às ilustrações de Alex Gozblau que dão vida nova às grandes aventuras dos mares e das terras exóticas e trazem-nas, com cor, frescura e humor, aos jovens leitores.

Sérgio Luís de Carvalho nasceu em Lisboa em 1959. Licenciou-se em História (1981) e é mestre em História Medieval (1988). Profissionalmente é director científico do Museu do Pão. Publicou os romances Anno Domini 1348 (1990; Prémio Literário Ferreira de Castro 1989; finalista do Prémio Jean Monnet de Literatura Europeia, Cognac 2004 e finalista do Prémio Amphi de Literatura Europeia Lille 2005), As Horas de Monsaraz (1997), El-Rei-Pastor (2000), Os Rios da Babilónia (2003), Retrato de S. Jerónimo no Seu Estúdio (2006), O Destino do Capitão Blanc (Planeta, 2009), Nas Bocas do Mundo (Planeta, 2010), O Caminho dos Reis de Portugal (Planeta, 2010), e O Caminho dos Presidentes da República (Planeta, 2011), A Minha Primeira História de Portugal (Planeta, 2012), O Rei Embevedado de Amor… (Planeta, 2012) Alguns dos seus romances estão traduzidos e publicados em França e Espanha. É ainda autor de vários livros de investigação histórica e literatura juvenil.