In My Mailbox #1




Hoje vou começar algo novo por aqui. Sim, porque em comparação com o que há por essa blogosfera de novo não tem nada. Muitos de vós conhece este tipo de rubrica, um espaço onde costuma-mos mostrar aos nossos leitores o que anda a encher as nossas estantes. Esta é uma rubrica que foi inspirada em outra existente no blog The Story Siren e tem como nome In My Mailbox. Todas as semanas (ou quando tiver um tempinho para o fazer) irei mostrar-vos os livros e/ou material promocional que vou recebendo. Não vos prometo que haja uma publicação por semana, pois posso não ter nada para vos mostrar ou até pode acontecer publicar mais do que uma vez.

Esta semana tenho para mostrar livros nacionais e internacionais, dos quais teremos em breve opinião aqui no blogue.

Os livros traduzidos em português:




80 Dias – A Cor do Desejo, de Vina Jackson (Porto Editora)
Vertigem de Paixão, de Elizabeth Hoyt (Quinta Essência)

Os livros internacionais:



Forever and Always, de Beverley Hollowed (ganhei no giveaway do Goodreads) - Goodreads
Blind Lust, de Annie Seaton - Goodreads
The Morganville Vampires, de Rachel Caine - Book Depository | Goodreads
Midnight Alias, de Elle Kennedy - Book DepositoryGoodreads
Hunted by Others, de Jess Haines - Book DepositoryGoodreads
Spellfire, Jessica Anderson - Book DepositoryGoodreads
Dawnkeepers, Jessica Anderson - Book Depository | Goodreads
Redemption of a Hollywood Scarlet, Kimberly Lang - Book DepositoryGoodreads


Os dois livros de Jessica Anderson foram gentilmente enviados pela organizadora do evento 2013 New England Readers Choice Bean Pot Award, juntamente com algum material promocional como agradecimento por feito parte dos membros do júri do evento.
Caso tenham curiosidade em conhecer a sinopse de qualquer um dos livros basta clicar nos links à frente dos títulos e irão ser reencaminhados para os diferentes sites.


E material promocional, querem ver?


Nesta foto encontra-se o material promocional de vários autores, enviado pela organizadora do evento que vos falei antes.


(Adoro este saquinho, é tão fofo…E os marcadores? E a caneta? *.*)








Jess Haines (o primeiro livro desta serie encontra-se na pilha acima para opinião…quer-me parecer que em breve irei adquirir os outros!)


Rachel Caine (os marcadores são lindos e holográficos, adorei o detalhe de ter um cartão especial de residente de Morganville, estou ansiosa por ler o livro que também está na pilha acima para conhecer esta serie que também me parece fantástica) 





Por esta semana é tudo (e não é pouco)! 
Agradeço imenso aos autores que se têm disponibilizado para enviar todos estes presentes, alguns deles serão para mim, outros para no futuro sortear no blogue. 
O que acharam da rubrica? Querem que continue com ela? Eu gostaria muito de continuar, diverti-me imenso a escrever todo o texto e a estas fotografias. 


[Porto Editora]Novidade "A praia das pétalas de rosa", de Dorothy Koomson


Título: A praia das pétalas de rosa
Autor: Dorothy Koomson
Tradução: Irene Ramalho
Págs.: 544
Capa: mole com badanas
PVP: 16,60 €
Mais Informações:


Novo romance de Dorothy Koomson, autora de A filha da minha melhor amiga
Desde que, em 2006, deu a conhecer às leitoras portuguesas A filha da minha melhor amiga – um enorme sucesso, já na 14.ª edição –, a Porto Editora tem vindo a publicar com regularidade a obra da escritora Dorothy Koomson. Em 2012, lançou O outro amor da vida dele; um ano depois, prepara-se para publicar, a 8 de abril, o novíssimo A praia das pétalas de rosa, oitavo livro da autora editado em Portugal.
A mestria com que aborda as relações amorosas é um dos trunfos desta autora inglesa de origem ganesa. A praia das pétalas de rosa deixa uma interrogação no ar: «seria capaz de magoar alguém por amor?».
O sucesso em Portugal é apenas parte do crescente prestígio internacional de Dorothy Koomson, que assinalou, no último mês, dez anos de carreira literária.



Todas as histórias de amor sofrem reviravoltas.
Depois de quinze anos de um grande amor e um casamento perfeito, Scott, marido de Tamia, é acusado de algo impensável. De repente, tudo aquilo em que Tamia acreditava - amizade, família, amor e intimidade - parece não ter qualquer valor. Ela não sabe em quem confiar, nem sonha o que o futuro lhe reserva. Então, uma estranha chega à cidade, para lançar pétalas de rosa ao mar, em memória de alguém muito querido e há muito perdido. Esta mulher transporta consigo verdades chocantes que transformarão as vidas de todos, incluindo Tamia que será obrigada a fazer a mais dolorosa das escolhas...
O que estaria disposta a fazer para salvar a sua família?



Apaixonada desde sempre pela palavra escrita, Dorothy Koomson escreveu o seu primeiro romance aos 13 anos. A filha da minha melhor amiga foi o seu primeiro livro editado em Portugal. A história comovente de duas amigas separadas pela mentira e unidas por uma criança encantou as leitoras portuguesas. Pedaços de ternura, Bons sonhos, meu amor, O amor está no ar e Um erro inocente, Amor e chocolate e O outro amor da vida dela foram igualmente bem-sucedidos, consagrando a autora como uma referência para as leitoras.
Descubra mais em: www.dorothykoomson.co.uk

[Quinta Essência]Opinião "Um Pequeno Escândalo",de Patricia Cabot


Titulo: Um Pequeno Escândalo
Autor: Patricia Cabot



Quando a bela Kate Mayhew é contratada como dama de companhia de Isabel, a filha obstinada de Burke Traherne, o marquês vê-se numa situação impossível. Dividido entre saber que ela é exatamente aquilo de que Isabel precisa mas, para ele, a pior tentação possível, encontra-se constantemente perto de alguém que ameaça a sua independência. Conhecido pelo seu autodomínio férreo desde o dia em que apanhou a mulher com um amante, Burke jurou nunca mais arriscar-se a casar. Ao aceitar a oferta de emprego de Sua Senhoria, a temperamental Kate enfrenta dois perigos: sua atração irresistível por um homem que abdicou do amor, e um encontro com o seu próprio passado escandaloso... que ela não pode manter secreto para sempre.




Este foi um livro que me deixou muito satisfeita. Depois de ter lançado o livro “Rosa Selvagem” pela Livros D’Hoje, este ano Patricia Cabot veio dar o ar de sua graça com o livro “Um Pequeno Escândalo”, desta vez pela Quinta Essência. 
Estava à espera de algo semelhante, um livro que iria manter-se com a mesma orientação do anterior, nunca pensei que a autora se viesse a revelar tão capaz de melhorar o seu trabalho. Este é, na minha opinião, um livro fantástico e Patricia Cabot veio mais uma vez afirmar o seu talento perante os seus leitores e, acredito mesmo que a única comparação que se pode fazer com “Rosa Selvagem” é que são ambos romances de época.
Achei a historia muito divertida, principalmente pela forma como Kate não se mostrava submissa perante o seu patrão e também pela forma como este se desculpava quando acompanhava a filha e a sua empregada aos bailes da Sociedade Londrina, muitas foram as vezes que este se viu em situações incómodas devido ao facto de ter ciúmes quando Freddy ou qualquer outro homem se chegava a Kate. Gostei também da forma como ambos acabaram por se envolver, achei que não foi uma cena forçada e apesar da forma sensual como tudo se passou, tudo foi descrito de maneira a dar a ideia de algo normal. Claro que depois vieram os problemas… enfim, acho que Burke aqui pecou pela forma como agiu perante aquela situação, apesar de magoado devido a acontecimentos passados, devia ter lutado mais ou então agido mais cedo.
Este foi um livro que apesar dos inúmeros momentos românticos, teve também bastante mistério, algo que acabou por melhorar bastante todo o enredo. Foi lido em poucas horas e no final ficou a vontade de querer ler mais… E aquele final…Não quero revelar nada, mas foi tão divertido de ler!!!

Desafio "Arco-Íris"


Ai,ai! Os blogues Leitura Não Ocupa Espaço, Romances de Mesinha-de-Cabeceira e Sinfonia dos Livros desafiaram-me e não vou ficar quieta.

O Desafio Arco-Íris!



As regras são muito simples:

1. Referir quem vos deu o selo
2. Postar uma foto de uma pilha com as cores do arco-íris.
3. Passar o selo a 10 blogs super-hiper-mega coloridos!

Aqui fica a minha pilha:





Laranja: "Solsticio de Verão" de Tara Moore
Verde: "Um Verão Inesquecivel" de Mary Balogh
Amarelo: "Na Noite" de Kathryne Smith
Azul: "Um Estranho nos Meus Braços" de Lisa Kleypas
Indigo: "A Luz Entre Oceanos" de M. L. Stedman
Violeta: "Jardim de Alfazema" de Jude Deveraux
Vermelho: "Milagre de Amor" de Eloisa James


E relação aos blogues escolhidos, aqui vai:

[Bertrand]Novidade "Os Abutres do Vaticano",de Eric Frattini


Titulo: Os Abutres do Vaticano
Autor: Eric Frattini
N.º de páginas: 296
PVP: 16,60€
Data de lançamento: 12 de abril
Mais informações:


Sinopse: A 19 de abril de 2005, o cardeal Ratzinger foi eleito Papa. Mal sabia ele que, como os seus antecessores, iria encontrar um osso duro de roer: o IOR (Instituto para as Obras Religiosas) ou o Banco do Vaticano. Os Abutres do Vaticano revela uma história de mordomos traidores, filtragem de documentos e fugas de informação, comissões secretas de investigação, serviços de espionagem e contraespionagem do Vaticano, prelados que denunciam a corrupção e são imediatamente afastadas de São Pedro, lavagem de dinheiro, altos membros da máfia siciliana, um plano para assassinar o Papa, uma adolescente desaparecida e supostamente usada como escrava sexual, um guerra entre jornalistas e diretores da imprensa católica, um presidente do IOR com medo de ser morto. No Estado do Vaticano, a realidade é sempre mais estranha que a ficção.


Autor: Eric Frattini nasceu em Lima, Peru, em 1963. Ensaísta, jornalista, professor universitário, guionista de televisão e escritor, foi correspondente e trabalhou com diversos órgãos de comunicação no Médio Oriente.
Foi professor na Faculdade de Ciências da Informação na Universidade Complutense de Madrid e professor de Jornalismo na Universidade Camilo José Cela de Madrid.
Perito da União Europeia no âmbito de Segurança e Inteligência, Terrorismo Islâmico e Crime Organizado, tem sido consultor de vários serviços de inteligência internacional e forças policiais em países como Espanha, Itália, Roménia, Ucrânia, Bulgária, Hungria, EUA e Chile. Participou também, entre 2009 e 2012, em programas de operações antiterrorismo no Iraque e no Afeganistão.

[Porto Editora]Novidade "A Crónica de Fogo", de John Stephens


Título: A Crónica de Fogo
Autor: John Stephens
Coleção: Crónicas da Origem
Tradução: Jorge Lima
Págs.: 504
Capa: mole
PVP: 14,90 €
Mais Informações:


A Crónica de Fogo
Segundo livro de uma trilogia de grande sucesso internacional 
Depois de O Atlas Esmeralda, a Porto Editora publica, a 1 de abril, o segundo volume da trilogia Crónicas da Origem, de John Stephens, intitulado A Crónica de Fogo.
O jornal britânico The Guardian recomenda: «Pare tudo o que está a ler neste momento, por muito bom que seja, e pegue neste, porque (…) está a perder a oportunidade de ler um grande livro». A Publishers Weekly, por seu turno, não tem dúvidas em afirmar que «Os fãs de O Atlas Esmeralda vão encontrar tudo o que adoram: o enredo cheio de aventura, vários momentos de cortar o fôlego e a interpretação de Stephens dos dragões, anões e elfos que Tolkien consagrou serão certamente bem recebidos».
Esta série é protagonizada por três irmãos – Kate, Michael e Emma –, deixadas pelos pais ao cuidado de estranhos, no dia de Natal. Durante dez anos, os três irmãos saltam de orfanato em orfanato, sabotando todas as tentativas de adoção, sempre à espera de que os pais voltem para os resgatar. Certo dia, são levados para o orfanato do Dr. Stanislaus Pym, um casarão velho e estranho, cheio de coisas mágicas e onde não existem mais crianças. Um cenário perfeito para um sem-número de aventuras e personagens assustadoras e entusiasmantes.


SINOPSE
Três irmãos. Dois mundos. Uma profecia.
Kate... A mais velha, guardiã do Atlas do Tempo. Desapareceu para salvar os irmãos. Michael… É quem manda agora. Cabe-lhe revelar os segredos da Crónica de Fogo. Emma... A mais nova e a mais intrépida dos três. Está ansiosa por ver a família reunida. Com um feiticeiro malvado a persegui-los, não vai ser fácil...


O AUTOR
John Stephens mora em Los Angeles e trabalhou durante dez anos como argumentista para séries televisivas. Mas a sua verdadeira aspiração era ser escritor. O Atlas Esmeralda, a sua estreia literária, roubou-lhe algumas horas de sono durante quatro anos. Mas o seu empenho e dedicação foram recompensados por uma receção mundial extraordinária, tendo sido vendido em poucos dias para cerca de quarenta países.


IMPRENSA
Os fãs do primeiro livro não ficarão desiludidos e ficarão ainda mais ansiosos pelo livro seguinte. O Atlas Esmeralda era muito bom. Este é ainda melhor.
School Library Journal

Humor irreverente e aventura de capa e espada colidem numa fantasia imperdível.
Kirkus Reviews

Pare tudo o que está a ler neste momento, por muito bom que seja, e pegue neste, porque (...) está a perder a oportunidade de ler um grande livro.
The Guardian

Os fãs de O Atlas Esmeralda vão encontrar tudo o que adoram: o enredo cheio de aventura, vários momentos de cortar o fôlego e a interpretação de Stephens dos dragões, anões e elfos que Tolkien consagrou serão certamente bem recebidos.
Publishers Weekly

[Asa]Novidade "Menina de Ouro",de Chris Cleave


Titulo: Menina de Ouro
Autor: Chris Cleave
N. Páginas: 368
PVP: 16,90€
Mais Informações:


Sinopse: Menina de Ouro, de Chris Cleave, é um livro sobre os limites do AMOR.
Sobre as nossas LUTAS diárias. Sobre o conflito entre os nossos DESEJOS e a realidade.
Sobre Kate e Zoe. Duas mulheres brilhantes com um SONHO que apenas uma poderá realizar.
Sobre Sophie. Uma criança dotada de uma sensibilidade rara, que luta entre a VIDA e a morte contra uma leucemia.
Estão unidas por um SEGREDO. Delas se exige uma ESCOLHA. No momento mais importante das suas vidas, uma delas terá de fazer o derradeiro SACRIFÍCIO.
Recomendado pelos mais importantes clubes de leitura, Menina de Ouro é sobre o que significa ser HUMANO, mas também sobre o que nos permite a todos, de diferentes formas, atingir o EXTRAORDINÁRIO.


Autor: Chris Cleave nasceu em 1973 nos Camarões e estudou Psicologia Experimental em Oxford. Foi jornalista, colunista, barman, marinheiro e professor.
Incendiário, o seu romance de estreia, venceu o Somerset Maugham Award 2006, o Book-of-the-Month Club Award na categoria de primeiro romance e o Prémio Especial do Júri nos Prémios dos Leitores de França em 2007. Foi adaptado para o cinema, num filme protagonizado por Ewan McGregor e Michelle Williams.
Seguiu-se Pequena Abelha, que foi um estrondoso sucesso de crítica e público em todo o mundo. Integrou as listas dos melhores livros do ano de diversas publicações, entre elas, o The Independent, a O, The Oprah Magazine e o Chicago Tribune. Foi também finalista do Costa Novel Award 2008 e do Commonwealth Writers’ Prize 2009. Está a ser adaptado para o cinema, num filme protagonizado por Nicole Kidman.
Menina de Ouro, o seu mais recente romance, foi a derradeira confirmação do talento do autor. Aclamado pela crítica, teve entrada imediata na lista de bestsellers do The New York Times e USA Today, e é recomendado pelos mais importantes clubes de leitura.
Chris Cleave vive atualmente em Londres com a mulher e os filhos.


Imprensa
“A espera valeu a pena. Como sempre, Chris Cleave leva os seus personagens ao limite para depois os deixar perceber o que realmente importa nas suas vidas. Verdadeiramente notável.”
The Independent

“Chris Cleave sabe contar uma grande história. Neste livro, ele foca a atenção nas lutas constantes do ser humano: o amor, a morte e a ambição. Um livro para saborear.”
The Economist

“A escrita é enérgica e íntegra mas o melhor de tudo são os poderosos e sombrios momentos em que conseguimos vislumbrar o preço da obsessão.”
Financial Times

“Um romance sensacional. Consegue a proeza de vencer o sarcasmo urbano e comover, porque, de facto, foca o essencial.”
The Observer

“Uma história emocionante, com um enredo brilhante, que dramatiza a angústia e o triunfo da ambição e do sacrifício, da fama e do desgosto.”
Booklist

“Chris Cleave tem o talento raro de nos fazer sorrir enquanto nos parte, cuidadosa e definitivamente, o CORAÇÃO.”
Newsday

“Um romance de extremos: físicos e emocionais. A escrita de Chris Cleave é simplesmente poética. Sem dúvida uma das nossas escolhas para melhor livro do ano.”
Glamour

[Porto Editora]Novidade "Um Deus Passeando pela Brisa da Tarde",de Mário de Carvalho


Título: Um Deus Passeando pela Brisa da Tarde
Autor: Mário de Carvalho
Págs: 360
PVP: 16,60 €

Mais Informações em:


Um Deus Passeando pela Brisa da Tarde, de Mário de Carvalho
Traduzido para nove línguas, este é o romance mais premiado do autor
Segundo o The New York Times Book Review, Um Deus Passeando pela Brisa da Tarde «é simultaneamente um estudo envolvente sobre a conduta moral de um homem e uma reflexão provocadora sobre a dificuldade de se levar uma vida virtuosa numa era em constante mudança». Este romance, internacionalmente conhecido e o mais premiado de Mário de Carvalho, regressa aos escaparates das livrarias nacionais no dia 1 de abril, agora publicado pela Porto Editora, quase vinte anos após a sua primeira edição.


O LIVRO
Lúcio Valério Quíncio é o magistrado de Tarcisis, cidade romana da Lusitânia no século II d. C. Como dirigente máximo, cabe-lhe tomar todas as decisões, enquanto tumultuosos acontecimentos conduzem a pequena cidade ao descontentamento geral. No exterior, notícias de uma invasão bárbara iminente, proveniente do Norte de África, obrigam-no a drásticas medidas, enquanto, no interior das muralhas, uma nova seita, a Congregação do Peixe, põe em causa os valores da romanidade, evocando os ensinamentos dum obscuro crucificado. No plano íntimo, a paixão devastadora por uma mulher, Iunia, perturba-o e confunde-o, mas sem o afastar do cumprimento do seu dever.
Neste romance em que a ficção se sobrepõe à História, traduzido em nove línguas e galardoado com o Prémio de Romance e Novela da APE, o Prémio Fernando Namora, o Prémio Pégaso de Literatura e o Prémio Literário Giuseppe Acerbi, Mário de Carvalho reconstitui as características culturais, políticas e quotidianas do Império Romano, sem nunca esquecer a «intercessão de certo deus que, nos primórdios, ao que parece, passeava num jardim pela brisa da tarde…».


O AUTOR
Mário de Carvalho nasceu em Lisboa em 1944. O seu primeiro livro, Contos da Sétima Esfera, causou surpresa pelo inesperado da abordagem ficcional e pela peculiar atmosfera, entre o maravilhoso e o fantástico. Desde então, tem praticado diversos géneros literários – romance, novela, conto e teatro –, percorrendo várias épocas e ambientes, sempre em edições sucessivas. Utiliza uma multiforme mudança de registos, que tanto pode moldar uma narrativa histórica como um romance de atualidade; um tema dolente e sombrio como uma sátira viva e certeira; uma escrita cadenciada e medida como a pulsão duma prosa endiabrada e surpreendente.
Nas diversas modalidades de Romance, Conto e Teatro, foram atribuídos a Mário de Carvalho os prémios literários portugueses mais prestigiados (designadamente os Grandes Prémios de Romance, Conto e Teatro da APE, o prémio do Pen Clube e o prémio internacional Pégaso). Os seus livros encontram-se traduzidos em várias línguas. Obras como Os Alferes, A Inaudita Guerra da Avenida Gago Coutinho, Um Deus Passeando pela Brisa da Tarde, ou O Varandim seguido de Ocaso em Carvangel são a comprovação dessa extrema versatilidade.


IMPRENSA
Ao longo deste livro, Mário de Carvalho recria meticulosamente a vida de um homem reto e as suas tentativas de proteger tudo o que lhe é mais querido, num ambiente em rápida mudança, ao mesmo tempo que convida o leitor a imaginar como agiria se se visse em circunstâncias semelhantes.
Library of Congress

Um romance extraordinário, escrito por um autor extraordinário […] um efabulador de génio que deu a um passado morto uma vida vibrante.
Sunday Telegraph

[Casa das Letras]Novidade "Momentos Doces", de Mafalda Matias


Titulo: Momentos Doces
Autor: Mafalda Matias
PVP: 21,90€
E-Book: 15,99€
N. Páginas: 208
Lançamento: 26 de Março


Receitas e truques para fazer bolos de sonho em casa.


Sinopse: Momentos Doces procura revelar o que está por detrás do mundo da decoração de bolos numa altura em que o Cake Design ganha cada vez mais dimensão nas nossas vidas.
Neste livro encontrará receitas, truques e técnicas que conseguirá colocar em prática, em casa, sem que para isso precise de ser grande conhecedora da arte da culinária ou doçaria. Uma aventura, um desafio e uma ajuda imprescindível para fazer bolos de sonho!
Um ponto de partida para todos os que se quiserem aventurar neste mundo mágico onde tudo ganha outra dimensão com simples detalhes de açúcar que fazem a diferença.
Inspire-se, aprecie e experimente você mesmo porque vai gostar do resultado final.
Mafalda Matias é uma empreendedora!


Autora: O gosto pela doçaria já vem de criança, contudo, o primeiro contacto profissional com a pastelaria surgiu durante o estágio realizado no Grande Real Villa Itália Hotel & Spa onde dei os primeiros passos no mundo do Cake Design.
Depois do estágio aventurei-me com o meu primeiro bolo decorado - o bolo de batizado das minhas primas gémeas, em Junho de 2010 - que foi o ponto de partida para as primeiras encomendas de familiares e amigos. Com a ajuda do Facebook as encomendas aumentaram e os Bolos da Mafalda começaram a ganhar uma outra dimensão, tendo tido a necessidade de abrir o meu atelier para dar resposta às encomendas.

[Quetzal]Novidade "Mentiras & Diamantes", de J. Rentes de Carvalho


Titulo: Mentiras & Diamantes
Autor: J. Rentes de Carvalho
N.º de páginas: 320
PVP: 15,50 €
Data de lançamento: 12 de abril


Um romance atual e surpreendente de um nome maior da literatura portuguesa
«Uma escrita que pede meças aos grandes mestres da nossa língua.»
António-Pedro Vasconcelos


Sinopse: Jorge Ferreira, «o conde», recebe na sua quinta algarvia uma jovem e bela inquilina inglesa, que pretende escrever um livro. O anfitrião é um homem educado, atraente e rico, mas em extremo reservado – não se lhe conhecem amigos, amantes ou relações familiares –, que partilha a grande casa senhorial com duas amas e uma governanta. O seu passado esconde um trauma que o acompanha até hoje e que ele pretende eliminar da memória. Pelo contrário, Sarah Langton, filha de um milionário italiano, é impulsiva e aventureira, «viciada em liberdade» – o que não consegue conciliar com a reclusão e a disciplina que a escrita exige. Tudo parece concorrer para que estas duas personagens se aproximem lentamente e que comecem a processar o que as atormenta (a Jorge, os episódios do passado; a Sarah, extrema dificuldade em escrever alguma coisa pertinente para o seu livro misterioso). Mas a súbita visita de «Biafra» – «vistoso fato de linho branco, cravo na botoeira, panamá na mão» –, que vem para tentar uma pequena chantagem, dá lugar a uma cascata de revelações, desenlaces, homicídios, suicídios e desaparecimentos entre a Nigéria, Marrocos, Algarve, Londres e Amsterdão, tendo como pano de fundo o tráfico de diamantes e um país corrupto e corrompido, entregue aos seus segredos de família.
Mentiras & Diamantes, o mais recente e inédito romance de J. Rentes de Carvalho, é um thriller habilmente construído e uma narrativa implacável, violenta e sexy. E um maravilhosamente obscuro objeto de suspense.


Autor: J. Rentes de Carvalho nasceu em 1930, em Vila Nova de Gaia, onde viveu até 1945. Obrigado a abandonar o país por motivos políticos, viveu no Rio de Janeiro, em São Paulo, Nova Iorque e Paris. Em 1956 passou a viver em Amesterdão, na Holanda, como assessor do adido comercial da Embaixada do Brasil. Licenciou-se (com uma tese sobre Raul Brandão) na Universidade de Amesterdão, onde foi docente de Literatura Portuguesa entre 1964 e 1988. Em 2012 foi galardoado com o Grande Prémio de Literatura Biográfica APE/Câmara Municipal de Castelo Branco 2010-2011 com o livro Tempo Contado. Os seus livros Com os Holandeses, Ernestina, A Amante Holandesa, Tempo Contado, La Coca, Os Lindos Braços da Júlia da Farmácia, O Rebate, Mazagran e agora Mentiras & Diamantes estão atualmente disponíveis na Quetzal, que continuará a publicar o conjunto das suas obras.