[1001 Mundos]Opinião "Luz e Sombra",de Leigh Bardugo

Titulo: Luz e Sombra
Autor: Leigh Bardugo


Só ela consegue vencer as trevas... Rodeada por inimigos, a outrora grande nação de Ravka foi dividida em duas pelo Sulco de Sombra, uma faixa de escuridão quase impenetrável cheia de monstros que se alimentam de carne humana. Agora, o seu destino pode depender de uma só refugiada. Alina Starkov nunca foi boa em nada. Órfã de guerra, tem uma única certeza: o apoio do seu melhor amigo, Maly, e a sua inconveniente paixão por ele. Cartógrafa do regimento militar, numa das expedições que tem de fazer ao Sulco de Sombra, Alina vê Maly ser atacado pelos monstros volcra e ficar brutalmente ferido. O seu instinto leva-a a protegê-lo , e ela revela um poder adormecido que lhe salva a vida, um poder que poderia ser a chave para libertar o seu país devastado pela guerra. Arrancada de tudo aquilo que conhece, Alina é levada para a corte real para ser treinada como um membro dos Grishas, a elite mágica liderada pelo misterioso Darkling. Com o extraordinário poder de Alina no seu arsenal, ele acredita que poderá finalmente destruir o Sulco de Sombra. No entanto, nada naquele mundo pródigo é o que parece. Com a escuridão a aproximar-se e todo um reino dependente da sua energia indomável, Alina terá de enfrentar os segredos dos Grisha... e os segredos do seu coração.



Gosto de escrever as minhas opiniões literárias assim que termino a leitura de um livro e começo a compreender as razões de tal desejo. Os sentimentos estão ainda “à flor da pele”, a história está ainda bem fresca na memória e, caso o livro tenha “mexido” comigo, tenho o meu coraçãozinho apertado devido aos sentimentos que foram emergindo ao longo da leitura. Este livro é uma prova disso!
Leigh Bardugo foi, até ao lançamento deste livro, mais uma autora desconhecida no nosso país e, apesar de ter conhecimento do sucesso que esta série estava a fazer “lá fora” ainda não tinha tido a oportunidade de ler a sua obra. Devido a esse conhecimento tenho a confessar que me encontrava um pouco receosa com aquilo que poderia encontrar, pois são várias as vezes que me deparo com livros muito badalados e que no final me deixam completamente decepcionada. Felizmente isso não aconteceu e vi-me transportada para um mundo incrível e que me deixou boquiaberta, não pela sua perfeição, mas pelo realismo com que foi criado, pois no meu entender não é melhor aquele que é perfeito, mas aquele que se adequa às suas próprias falhas.
Este foi um livro que também primou pela diferença, pois enquanto naqueles que li até agora os vilões eram sempre odiados, acabei por me apaixonar por Darkling. A sua personalidade misteriosa e até mesmo sombria, cativou-me de uma forma que não consigo expressar direito. Não sei, talvez seja a minha própria personalidade a falar por mim e talvez esteja completamente enganada, mas há algo nele que me faz questionar acerca das verdadeiras razões das suas acções. Alina também mostrou ser uma personagem capaz de se integrar no seu papel de protagonista, apesar de no início me ter parecido um pouco apagada. Aos poucos ela foi crescendo e demonstrando ser capaz daquilo que lhe estava destinado, mostrando não só ser forte, mas também ser a mais forte de todos. Este livro serviu apenas de introdução para tudo o que nos espera nos próximos livros e creio mesmo que muitas mais surpresas irão acontecer, uma delas acredito mesmo que será a verdadeira dimensão do poder de Mal, há qualquer coisa nele que me faz desconfiar do seu verdadeiro poder, pois os seus sentidos parecem demasiado desenvolvidos para um simples Batedor!
Este é um livro cheio de romance, acção e mistério, que de certa forma me faz lembrar o ambiente sombrio encontrado somente nos livros de Anne Bishop. Não tenho qualquer dúvida do desejo de continuar a seguir esta série!

0 comentários:

Enviar um comentário