[Planeta]Opinião "Scarlet", de Marissa Meyer

Titulo: Scarlet
Autor: Marissa Meyer


Cinder elabora um plano para fugir da prisão e, se for bem-sucedida, irá tornar-se a fugitiva mais procurada da Comunidade. Do outro lado do mundo, a avó de Scarlet Benoit desapareceu. Scarlet entra em pânico e, na sua busca, acaba por descobrir que existem muitas coisas sobre a avó que desconhece, assim como ignorava o grave perigo que correu toda a vida. Quando Scarlet encontra Wolf, um lutador de rua que poderá ter informações sobre o paradeiro da avó, sente-se relutante em confiar nele, mas ao mesmo tempo sente-se inexplicavelmente atraída. Scarlet e Wolf tentam desvendar o mistério do desaparecimento da avó, mas deparam-se com outro quando encontram Cinder. Além de todos os problemas em que estão mergulhados, ainda terão de antecipar os passos da maléfica rainha Levana, que fará qualquer coisa para que o belo príncipe Kai se torne seu marido, seu rei, seu prisioneiro.


Lembro-me de quando terminei a leitura do primeiro livro das Cronicas Lunares, a historia de Cinder tinha-me marcado profundamente, fazendo-me ansiar pela continuação, desejando ter em meu poder o segundo livro e devora-lo no mesmo instante e acalmar um pouco esta vontade de ler a obra da autora. Acontece que, agora que o li o referido livro, todos esses sentimentos se mantêm em mim. Scarlet, que no início me pareceu um pouco mais fraco que o livro anterior, voltou a deixar a sua marca e ate mesmo conseguiu algumas vezes fazer-me desejar saltar algumas cenas de Cinder e Thorne para poder descobrir mais um pouco acerca dos novos personagens.
Scarlet e Wolf mostraram-se personagens à altura e incorporaram os seus papéis de forma natural, parecendo mesmo que nos tinham acompanhado desde o início da história de Cinder. A adaptação do conto “O Capuchinho Vermelho” também me pareceu bem feita e sem grandes erros a nível do enredo, desde o desaparecimento da avozinha até à lábia do lobo, toda a história foi mostrando que a autora tem feito o trabalho de casa e mantendo a qualidade da sua escrita. Quanto à forma como a autora juntou as duas histórias, de Cinder e Scarlet, confesso-me um pouco surpreendida, pois não era assim que imaginava o que se iria passar, mesmo assim foi uma agradável surpresa. Acabei por sentir a falta daquela expressão pela qual Iko ficou conhecida. “Não consigo computar!” acabou por se tornar uma frase muito querida e tendo a presença da personagem, ainda que de forma um pouco alterada e apenas ouvi-la dizer isto apenas uma vez deixou-me um pouco triste. Claro que a Rainha Levana contínua falsa e manipuladora como sempre, subjugando todos aqueles que tem à sua volta e manipulando-os com o seu poder lunar. O Principe Kai, agora Imperador, acaba por se tornar uma marioneta nas suas mãos, coisa que me deixa um pouco triste devido ao facto de adorar a personagem. E Cinder, que agora se apresenta mais confiante, pareceu-me ter crescido bastante e saber aquilo que realmente pretende para a sua vida.
O próximo livro, “Cress”, irá ser publicado no estrangeiro em Fevereiro do próximo ano e parece ter como base a história de “Rapunzel”. Acredito que será mais um sucesso e espero não ter de esperar muito para o ler. Marissa Meyer veio para ficar nos nossos corações com a sua escrita fantástica que nos deixa a suspirar pelo nosso próprio príncipe encantado. Recomendo vividamente a leitura dos livros desta autora.

1 comentário: