[Porto Editora]Opinião "O Peso da Fama",de Tara Hyland

Titulo: O Peso da Fama
Autor: Tara Hyland



Uma criança indesejada
São Francisco, 1958. Numa noite fria de dezembro, um bebé é deixado no Orfanato das Irmãs de Caridade, em Telegraph Hill.
Um enigmático suicídio
Um ano mais tarde, a famosa atriz Frances Fitzgerald decide pôr termo à vida. Correm vários rumores alegando que o marido, Maximilian Stanhope, um empresário abastado, sabe mais do que revela, mas nada é provado.
Um segredo terrível
Qual a relação entre estes dois acontecimentos? É essa a resposta que Cara, a filha de Frances, se predispõe a descobrir. Abandonada pela mãe aos sete anos, viveu uma infância ensombrada pelo sofrimento e pela perda. Mais tarde, encontra alguma realização a trabalhar como jornalista, porém, continua a debater-se com a falta de confiança que tem nos outros, e cada vez mais se convence de que descortinar o segredo por detrás da morte da mãe é a única forma de apaziguar os seus demónios. Irá a verdade destroçá-la ou serão inquebrantáveis os laços entre mãe e filha?



Foi no ano de 2011 que Tara Hyland fez a sua entrada triunfal no mercado literário português e desde esse momento que esperava ansiosamente por mais um lançamento de mais uma obra da autora. A autora, apesar de não ter muitos livros lançados consegue rivalizar com outros autores consagrados no mundo dos livros.
Este é um livro que trata diversos assuntos, mas que tem como foco principal as relações familiares, dando extrema importância ao amor entre mãe e filha. É uma história que surpreende, que nos deixa expectantes e ao mesmo tempo curiosos com aquilo que poderá acontecer de seguida. Desde o início que a curiosidade é aguçada com um prólogo muito misterioso, em que uma criança é entregue num convento por um homem. Para quem leu a sinopse com atenção tudo isto suscita muito interesse e começa desde logo a formar-se ideias acerca da identidade da criança e dos seus pais, mesmo assim nada nos prepara para os acontecimentos seguintes. O resto do livro centra-se nas vidas de Frances e da sua filha Cara, que ao longo de muitos anos vão vivendo muitas dificuldades e que apenas as conseguem ultrapassar devido às suas personalidades fortes e vontade de vencer. Infelizmente a vida acaba por as separar e essa separação acaba por marcar Cara, que inconscientemente vai percorrendo os mesmos passos da mãe. Da pobreza à vida luxuosa de Hollywood, o livro vai mostrando o bom e o mau de cada um desses mundos através das vivências das duas personagens principais. A história diverge em vários pontos para focar vários temas como o abandono, violência, abuso sexual e o trabalho infantil. Na minha opinião, a autora apresenta um grande trabalho de pesquisa, não apenas nestes pontos mais “palpáveis”, mas também a nível psicológico, na forma em como todos esses problemas sociais vão moldando a sociedade, chegando mesmo a mostrar uma certa distância entre a realidade e o que desejamos ver.
A autora criou um mundo em que nem tudo é o que parece e que acaba por deixar o leitor, por vezes, confuso com o que se está a passar. Esse detalhe não é necessariamente mau, pois apenas aumenta a vontade de continuar a ler para descobrir toda a verdade. O final acabou por ser surpreendente, mas demasiado rápido. Gostaria de ter acompanhado Cara no seu regresso a casa e descobrir com terá sido a sua conversa com Jack.
Um livro dramático, mas que apenas faz com que adoremos ainda mais o trabalho da autora. Espero que ela se torne bastante conhecida e que continue a publicar livros fantásticos. Uma autora a não perder.

0 comentários:

Enviar um comentário