[5 Sentidos]Opinião "Paixão Sublime",de Lisa Kleypas

Titulo: Paixão Sublime
Autor: Lisa Kleypas



A boca dela roçou a dele, sedosa, macia e quente… e ele sentiu o estonteante toque da sua língua. Acendeu-se-lhe, desde logo, a chama do desejo e deixou-se afogar num prazer imoderado, poderoso, como nunca havia sentido.
Quatro jovens damas da sociedade londrina procuram um bom partido. Chega a vez de Evangeline Jenner, a mais tímida, mas também a mais rica, logo que cobre a sua herança.
Para escapar às garras da família, Evie pede ajuda a Sebastian, Lord St. Vincent, um conhecido libertino, fazendo-lhe uma proposta irrecusável: que se case com ela, trocando riqueza por proteção. Mas a proposta impõe uma condição: depois da noite de núpcias, os dois não voltarão a encontrar-se na intimidade, pois Evie não quer ser mais um coração partido na longa lista de conquistas de Sebastian.
A Sebastian resta esforçar-se mais para a seduzir… ou entregar finalmente o coração, em nome do verdadeiro amor.



Não é novidade para nenhum dos seguidores do blogue que adoro os livros desta autora. Para mim, os adjectivos para qualificar o trabalho de Lisa Kleypas são sempre os mesmos: fantástico, cuidado, apaixonante, irreverente…Os seus livros estão irremediavelmente associados à ideia de que o tempo passado na sua companhia será sempre muito bem aproveitado, pois ela tem a capacidade de nos fazer viajar e sonhar com as cenas que lemos em todas as suas histórias.
Este livro não é excepção e, sendo o terceiro livro de uma série absolutamente fabulosa, voltou a deixar-me boquiaberta com aquilo que encontrei. Tenho a avisar que convém ler os livros anteriores, principalmente o segundo “Sedução Intensa”, pois está directamente relacionado com esta história. Á primeira vista, as duas personagens principais não poderiam ser mais diferentes, desde o primeiro livro desta serie, Evie tem-se apresentado uma jovem muito tímida, chegando muitas vezes a parecer um pouco “apagada” em comparação com as suas amigas, foi apenas no final do segundo livro que devido ao medo do que lhe poderia acontecer ela tomou finalmente uma posição que acabou por deixar todos os leitores boquiabertos. O protagonista masculino, Sebastian St. Vincent foi o vilão do livro anterior e apresenta-se como sendo um D. Juan…como disse, não podiam ser mais diferentes um do outro. Gostei muito da história, que foi mantendo o ambiente ao qual estamos já habituadas. A autora conseguiu equilibrar de uma forma surpreendente os temas mais pesados com as cenas divertidas entre as personagens e, por isso, a acção decorreu sem grandes percalços e a leitura foi feita de uma forma muito fluída. Quando acabei o livro nem queria acreditar…queria mais, muito mais! Claro que nenhum livro é perfeito e por isso, achei que havia uma ou outra falha. Creio que esperava um pouco mais de luta da parte da família da Evie. Penso que desistiram muito facilmente da sua fortuna e também apareceram já muito à frente da acção. Outra coisa que também acabou por me desiludir foi a forma como Lillian aceitou o casamento da amiga, também esperava um pouco mais de luta. Entendo porque o fez, mas também podia ter-se mostrado um pouco mais relutante em aceitar a situação.
De qualquer maneira, não foram estes pequenos detalhes que retiraram o prazer da leitura deste livro. Lisa Kleypas mantém-se no meu top pessoal de autoras internacionais e espero ansiosamente pelo próximo livro. Este está a ser um mês intenso, com novidades incríveis e que ninguém vai querer deixar escapar!

0 comentários:

Enviar um comentário