[Porto Editora]Opinião "O Resgate do Tigre",de Colleen Houck

Titulo: O Resgate do Tigre
Autor: Colleen Houck


A épica saga dos tigres já foi lançada em 18 países e ocupou os primeiros lugares na lista dos mais vendidos do The New YorkTimes.
Fé. Confiança. Desejo. Até onde você iria para libertar a pessoa amada? Kelsey Hayes nunca imaginou que seus 18 anos lhe reservassem experiências tão loucas. Além de lutar contra macacos d´água imortais e se embrenhar pelas selvas indianas, ela se apaixonou por Ren, um príncipe indiano amaldiçoado que já viveu 300 anos. Agora que ameaças terríveis obrigam Kelsey a encarar uma nova busca - dessa vez com Kishan, o irmão bad boy de Ren -, a dupla improvável começa a questionar seu destino. A vida de Ren está por um fio, assim como a verdade no coração de Kelsey.
Em O resgate do tigre, a aguardada sequência de A maldição do tigre, os três personagens dão mais um passo para quebrar a antiga profecia que os une. Com o dobro de ação, aventura e romance, este livro oferece a seus leitores uma experiência arrebatadora da primeira à última página.


Tenho o coração tão apertadinho!
Depois da leitura do primeiro volume, tinha uma vontade imensa de continuar a ler o que se iria passar de seguida. A chegada deste livro veio trazer-me momentos fantásticos de aventura, mistério e romance. Comparando com o anterior, posso dizer que a continuidade da história é mantida e que a linguagem também continua a ser muito acessível para o leitor. Ao longo de todo o livro, a autora mostra sempre muito cuidado a transmitir de uma forma muito subtil todos os termos que poderão ser estranhos para quem está embrenhado na leitura do livro sem recorrer a notas de autor, a ideia de utilizar os conhecimentos adquiridos ao longo da sua pesquisa nos diálogos entre as personagens foi simplesmente genial, mas acaba ainda por ser mais importante a forma simples como o faz, pois tudo o que é importante é transmitido sem que o livro se torne maçador e difícil de compreender.
Neste livro ficamos a conhecer um pouco mais acerca de Kishan, o irmão de Ren. Ele, que no primeiro livro parecia ser um pouco mais feroz, tem a oportunidade de mostrar aquilo que vale e neste momento não sei de qual gosto mais. Isto não quer dizer que Kelsey deveria ficar confusa entre os dois, continua a achar que a sua alma gémea é Ren, mas mesmo assim Kishan foi-se entranhando em mim e acabei por ter alguma pena deste tigre negro, que penso que ainda irá sofrer bastante pela mulher que ama. Gostei muito das cenas de acção, que me pareceram muito bem escritas e realistas (pelo menos dentro do possível). A forma como foram passando pelas diversas adversidades fez-me ficar ainda mais presa à história e não consegui resistir a toda aquela aura de mistério que me fez quase devorar todo o livro. Apesar disso, tenho de confessar que as primeiras páginas foram um pouco mais difíceis de ler. A falta de acção e o entorpecimento apresentado por Kelsey pareceram bloquear um pouco a minha vontade de ler, mas assim que Ren chega essa sensação desaparece e tudo se começa a desenrolar com uma rapidez incrível e compreendi as razões pelas quais a autora escolheu aquele inicio para o livro.
Agora o final – e que final – deixou-me desgostosa! Não tenho dúvida que foi um final perfeito, mas acabou por ser bastante triste e desolador. A minha vontade era de entrar no livro e partir para a violência, mas só me resta esperar pelo próximo volume e deixar a imaginação voar…Estou ansiosa!!!! 

0 comentários:

Enviar um comentário