[Babel]Reedição "As Receitas Escolhidas",de Maria de Lourdes Modesto

Titulo: As Receitas Escolhidas
Autor: Maria de Lourdes Modesto
N. Páginas: 416
PVP: 49.9€




A primeira e mais importante coisa a saber é que a alimentação é que nos mantém vivos. Se é verdade que alguns alimentos podem ser comidos no seu estado natural, crus, a maior parte deles têm de ser submetidos a certas preparações, não só para lhes melhorar o aspecto mas, principalmente, para os tornar mais saborosos, mais higiénicos e de mais fácil digestão. É ao conjunto destas preparações que é dado o nome de culinária.
Sendo este livro a continuação do bem-amado que conhecemos há já tanto tempo, a autora preservou o que sabe ter sido sempre do agrado da dona de casa e do amador curioso. Sem alterar a sua estrutura mas atendendo às enormes mudanças que a cozinha tem sofrido nas últimas décadas, este livro espelha actualidade – sem com isso pretender imitar os chefes estrelados. As Receitas Escolhidas tanto contempla a cozinha dos nossos antepassados na sua simplicidade como a cozinha do wok. Espécie de caderno de receitas do dia-a-dia, o livro permite, dada a forma como está organizado, planear uma refeição em três tempos.



Maria De Lourdes Modesto é autora de obras conceituadas e de numerosos artigos para a imprensa, revisões e adaptações de obras estrangeiras, pesquisadora incansável dos usos e costumes da boa cozinha tradicional, calcorreou Portugal de lés a lés, ouvindo e fixando histórias, conhecendo gente, comendo bastante e bastante bem. Fez rádio, uma experiência que a fascinou, deu aulas, participou em eventos e feiras, honrou e foi honrada. Tornou-se sobretudo conhecida do público português por causa dos seus programas de culinária para a televisão. Foi, de resto, fruto do seu pedido direto de receitas tradicionais portuguesas às donas de casa que assistiam aos seus programas, por detrás dos montes longínquos e do meio das searas perdidas, que a sua obra central, a «Cozinha Tradicional Portuguesa», acabaria por nascer.

«Receitas Escolhidas», «Cozinhar com Vegetais», «Queijos Portugueses», «Cogumelos – Do Campo até à Mesa», contam-se entre mais algumas das suas obras empenhadas, que espelham, também, a sua vertente de defensora de uma dieta equilibrada e salutar – que muito preza. Nessa qualidade, foi membro fundador e responsável do pelouro da alimentação da Fundação Portuguesa de Cardiologia e consultora do Instituto Nacional de Cardiologia Preventiva. Foi ainda professora da cadeira de Técnica Culinária na Escola de Dietistas da Universidade de Coimbra. A sua dedicação e obra foram reconhecidas pelo Estado Português, que lhe conferiu a comenda da Ordem de Mérito. Maria de Lourdes continua a trabalhar. Ultimamente vestiu a pele de uma avó fora do vulgar, que viaja pelo País para dar a conhecer aos mais novos a velhinha cozinha tradicional portuguesa. Deu por si outra vez envolvida e apaixonada pelas gentes e os seus costumes.

0 comentários:

Enviar um comentário