[Porto Editora]Novidade "Contos Sobrenaturais",de Carlos Fuentes

Título: Contos Sobrenaturais
Autor: Carlos Fuentes
Tradutor: Helena Pitta
Págs.: 136
PVP: 13,30 €


«Aura» é um dos textos incluídos no livro que é publicado a 7 de junho
Depois do romance Adão no Éden e de Contos Naturais, a Porto Editora apresenta um novo livro do escritor mexicano Carlos Fuentes, Contos Sobrenaturais, com data de publicação marcada para 7 de junho. Reunindo alguns dos mais importantes contos de Fuentes, dos quais se destacam «Chac Mool» e «Aura», provavelmente o mais conhecido, Contos Sobrenaturais é um livro marcado por temas recorrentes do autor, como a identidade mexicana, a morte e a religião, a que acresce um tom sobrenatural e misterioso.
Carlos Fuentes foi galardoado com os mais importantes prémios para autores de língua espanhola, como o Prémio Cervantes e o Prémio Príncipe das Astúrias, e a sua obra inclui dezenas de livros reconhecidos pela crítica internacional.



Desde o início da sua carreira literária, o território do relato fantástico é tão natural a Carlos Fuentes como respirar. Este livro (que dá seguimento a Contos Naturais, já publicado pela Porto Editora) inclui os seguintes contos: «Tlactocatzine, do Jardim de Flandres», «Pela Boca dos Deuses», «Litania da Orquídea», «A Boneca Rainha», «O Robô Sacramentado», «Um Fantasma Tropical» e «Pantera em Jazz». E ainda «Aura», provavelmente o mais famoso de todos os textos que Carlos Fuentes assinou.


Carlos Fuentes (1928–2012) é autor de uma vasta obra, que inclui romances, contos, teatro e ensaio, e um dos principais expoentes da narrativa latino-americana. Ao longo da sua carreira recebeu numerosos prémios, entre eles o Prémio Cervantes (1987) e o Prémio Príncipe das Astúrias (1994). Em 2003 foi condecorado com a Legião de Honra pelo governo francês e em 2008 recebeu a Grã-Cruz da Ordem de Isabel, a Católica. Na Porto Editora, tem já publicados Adão no Éden e Contos Naturais, primeira parte deste díptico de narrativas breves.


O seu trabalho é de grande importância para percebermos o porquê de estarmos no mundo.
Nadine Gordimer

Carlos Fuentes nunca deixou de se preocupar com a identidade mexicana e a forma de a expressar.
Diário de Notícias

Fuentes encarnou a ideia de levar o México para o mundo e trazer o mundo para o México.
Federico Reyes Heroles

Um dos escritores que mais influenciou a mudança de paradigma sofrida pela literatura hispano-americana nos últimos tempos.
Thesaurus Editora

Um homem excecional, instalado há muito no panteão das Américas, a figura paradigmática do escritor universal.
Nélida Piñon

Carlos Fuentes tem a mestria narrativa de escritores como Balzac.

ABC

0 comentários:

Enviar um comentário