[Planeta]Opinão "Destinos Interrompidos",de Lissa Price


Titulo: Destinos Interrompidos
Autor: Lissa Price



Callie tem dezasseis anos e vive com Tyler, o irmão mais novo, e Michael, um amigo, nos escombros da cidade de Los Angeles. Quando as Guerras dos Esporos rebentaram, matando todos aqueles que tinham mais de vinte anos e menos de sessenta, Callie perdeu os pais. Como muitos outros Iniciantes, teve de aprender a sobreviver, ocupando prédios desabitados, roubando água e alimentos, fugindo aos Inspectores e combatendo os Renegados. Para tirar Tyler das ruas e garantir ao irmão uma vida melhor, Callie só vê uma solução: oferecer a sua juventude à Destinos Primordiais, uma empresa misteriosa que aluga corpos adolescentes aos velhos Terminantes - seniores, com centenas de anos, que querem ser jovens outra vez. Tudo corre como previsto, até o neurochip que lhe colocaram na cabeça avariar. Callie acorda, de súbito, na vida da sua locatária, a viver numa luxuosa mansão, a guiar carros topo de gama e a sair com o neto de um senador. A vida quase parece um conto de fadas, até Callie descobrir que a sua locatária não quer apenas divertir-se e que, no mundo perverso da Destinos Primordiais, a sobrevivência é apenas o começo.



Terminei a leitura deste livro e ainda nem acredito na história fantástica que passou pelas minhas mãos. Lissa Price, que até aqui tinha sido uma autora desconhecida para mim, tornou-se agora uma das minhas favoritas. Ela trás até nós um livro cheio de mistérios, de acção e até romance, mas o que impulsiona a leitura acaba por ser a genialidade imposta em cada momento, em cada cena minuciosamente planeada para o colmatar de uma história que me deixou sem fôlego. Quero mais, quero muito mais! Queria poder ler agora a sua continuação, saciar esta sede de conhecimento, acabar com este sentimento de desespero que me consumiu desde que terminei de ler o livro.
Este novo género literário que começou à pouco tempo a chegar ao nosso mercado literário é simplesmente genial e, mesmo tendo como público alvo uma faixa etária mais jovem (dos 14 aos 21 anos), apresenta-se também com uma carga psicológica elevada, fazendo com que seja apropriado para todas as idades. Se juntarmos YA com Distopias, temos então uma mistura bombástica e completamente irresistível para um comum mortal. Na minha opinião, as distopias tornaram-se numa das maiores invenções a nível literário e também numa fonte de imaginação praticamente inesgotável. Em relação a este livro, a distopia apresenta-se muito bem construída, com fundações bem vincadas e fundamentadas, não deixando muita margem de manobra para críticos ou “haters” apontarem o dedo a qualquer detalhe. As personagens estão também bem posicionadas e adequam-se aos papéis que lhes são destinados, não tendo erros de enredo (Na minha opinião, claro!) que normalmente deixa o leitor descortinar o que se irá passar mais à frente. Confesso que fiquei bastante surpreendida com algo que se descobriu no final, nada me fez pensar naquela hipótese e ao mesmo tempo era algo tão simples e que esteve sempre à vista de todos. No momento em que tudo parece ter acalmado, muito ainda estará para acontecer.
Estou ansiosa pela continuação! Apesar de ter conhecimento que o segundo livro só será lançado em Janeiro de 2014 (em inglês), estou muito entusiasmada com a ideia daquilo que a autora nos terá ainda para oferecer. Algo me aponta para a verdadeira identidade do Velho, mas talvez esteja enganada…vamos a ver!

0 comentários:

Enviar um comentário