[Quetzal]Novidade "Lionel Asbo", de Martin Amis


Titulo: Lionel Asbo
Autor: Martin Amis
N.º de páginas: 320
PVP: 17,70 €
Data de lançamento: 26 de Abril



Durante o expediente matinal na prisão, Lionel Asbo, um delinquente de médio porte de Diston, recebe a notícia de que ganhou 139 milhões de libras na lotaria.
Último rebento de Grace, cuja prole aos 19 anos ascendia a sete, Lionel partilha a casa com o sobrinho órfão adolescente, Desmond Pepperdine, e com dois pitbull, Joe e Jeff, que alimenta com uma dieta de tabasco e maus-tratos.
Uma vez posto em liberdade, a fabulosa riqueza catapulta-o naturalmente para uma vida de excessos e gastos estratosféricos que, em substância, não difere muito do quotidiano de sarilhos e arruaças da anterior, só que agora vive nas primeiras páginas dos tabloides. Lionel continua a preferir a pornografia à companhia de uma mulher (pornografia que, com a prisão, constitui para ele um dos pilares fundamentais da existência); persiste na educação férrea dos cães (outrora uma importante ferramenta do negócio); e em não prestar qualquer tipo de auxílio financeiro aos membros da sua família.
Enquanto Lionel desbarata a fortuna a um débito alucinante, e espreme todos os proveitos que pensa poder retirar da fama – Des, o sobrinho, está nos antípodas: é um rapaz inteligente e sensato, que procura no estudo e no trabalho, e numa relação estável, um sentido para a vida.
Lionel Asbo é um romance cómico, visceral, hiperbólico – e uma sátira da Inglaterra dos nossos dias e da obsessão contemporânea pelo dinheiro e pela celebridade.


Martin Amis é um dos autores britânicos mais importantes da atualidade. Nasceu no País de Gales e é filho do escritor Kingsley Amis. A matéria-prima dos seus romances radica no absurdo da condição pós-moderna e nos excessos do capitalismo tardio das sociedades ocidentais; o seu inconfundível estilo é compulsivo e terrivelmente vívido. Saul Bellow, Vladimir Nabokov e James Joyce são as suas grandes referências literárias. Por seu turno, influenciou uma nova geração de romancistas, como Will Self ou Zadie Smith. Depois de A Viúva Grávida, Os Papéis de Rachel, O Segundo Avião, A Informação e Dinheiro, a Quetzal dá continuidade à publicação das obras de Martin Amis com o seu mais recente romance (2012).

0 comentários:

Enviar um comentário