[Porto Editora]Novidade "O Verão dos Brinquedos Mortos",de Antonio Hill


Título: O Verão dos Brinquedos Mortos
Autor: Antonio Hill
Tradutor: Helena Pitta
Págs: 344
PVP: 16,60 €

O policial espanhol que conquistou a Europa
O Verão Dos Brinquedos Mortos é o livro de estreia de Antonio Hill
Ainda antes de entrar no mercado espanhol, já os direitos de tradução de O Verão dos Brinquedos Mortos estavam vendidos para oito importantes editoras europeias. O romance de estreia de Antonio Hill, que alcançou o 1.º lugar do top assim que chegou às livrarias espanholas, é publicado pela Porto Editora no dia 29 de abril.
Em O Verão dos Brinquedos Mortos, o inspetor Héctor Salgado vê-se enredado numa teia de interesses da qual terá de se libertar para resolver um delicado caso de homicídio no seio de uma família catalã de classe alta. O enredo e as fortes personagens deste livro – entre elas a própria cidade de Barcelona – justificaram a produção de uma série televisiva que estreará brevemente.



O inspetor Héctor Salgado está afastado do serviço há semanas quando lhe atribuem, extraoficialmente, um caso delicado – o aparente suicídio de um jovem de boas famílias. À medida que Salgado penetra num mundo de privilégios e de abusos de poder, o caso, aparentemente simples, complica-se de forma inesperada, e o inspetor terá de enfrentar não só esse mundo mas também o seu passado mais obscuro, que, no pior momento, volta para ajustar contas.
Os sonhos, o trabalho, a família, a justiça e os ideais têm um preço muito alto… mas há sempre quem esteja disposto a pagá-lo.



Antonio Hill (Barcelona, 1966) é licenciado em Psicologia e há mais de dez anos que se dedica à tradução literária e à colaboração editorial em diversas áreas. Entre os autores que já traduziu encontram-se David Sedaris, Jonathan Safran Foer, Glenway Wescott, Rosie Alison, Peter May, Rabbih Alameddine e A. L. Kennedy. O Verão Dos Brinquedos Mortos é o seu primeiro romance, e os respetivos direitos foram já vendidos para 11 países. Para mais informações sobre o autor visite o site www.tonihill.es




Há tantos acontecimentos e reviravoltas, tantas personagens, todas elas com uma biografia trabalhada ao pormenor, que o leitor fica agarrado desde o primeiro momento.
El País

A primeira coisa que atrai o leitor neste impressionante romance de estreia é a sua linguagem sugestiva e atmosférica – a sensação de um calor opressivo está sempre presente. Também a forma como a cidade de Barcelona é tratada, tornando-se mais uma personagem da trama, invoca o grande mestre da literatura barcelonesa Carlos Ruiz Zafón.
The Indendent (UK)

Uma excelente caracterização dos personagens e do ambiente, um protagonista agradável e cativante, e muitas reviravoltas, com um final em suspense que deixa a porta aberta para o próximo livro da série do inspetor Héctor Salgado.
The Guardian

0 comentários:

Enviar um comentário