Opinião "Trust: A New Beginning", de Cristiane Serruya


Titulo: Trust: A New Beginning
Autor: Cristiane Serruya



They are beautiful. They are rich. They are strong willed and successful. They have everything, but love. And each one of them has a dark secret looming in their past.
Sophia is a 25 year old Brazilian widow. Intelligent and ravishing, she flees from her own country after a tragic incident. Hiding from everyone and everything, she remains alone, torn between the love for a dead man, the torment of living without part of her memory and the fear of moving on.
Ethan is one of the most important tycoons in the steel industry. As the memory of an awful evening in his adolescence haunts him night and day, he keeps looking for an elusive woman whom he could love - and who would love him - as he never has in all his 35 years... Until he finds Sophia.
Alistair is a 34 year old powerful banker, searching for one–night stands with women who will warm his bed. And that he can punish physically to abate his anger for his late wife's black deeds and his own guilt for being such a debauched man for so many years. Any woman will do, and he has many to choose from, as they all fall instantly for his manly, devilish charming ways.
In Europe, in the months after October 2009, their paths will cross and clash. Who will win the prize of love?



Meu Deus! Este é sem dúvida um livro que me deixou sem fôlego. Escolher entre dois homens lindos é difícil, mas quando nos sentimos incrivelmente atraídas pelos dois tudo se torna ainda mais complicado. A atracção é perigosa, faz nos sentir e fazer coisas que normalmente nem sequer nos passaria pela cabeça, ficamos cegas, não temos noção do quanto o nosso comportamento está mudado e nem tomamos atenção aos detalhes comportamentais errados do nosso parceiro. 
Quando iniciei este livro, apaixonei-me pela personagem de Ethan. Ele parecia tudo aquilo que uma mulher poderia sonhar, lindo, rico, charmoso e incrivelmente sexy, mas aos poucos foi-se revelando um homem perturbado, ciumento e até mesmo violento. Apesar de ter ficado com alguma pena desta personagem, confesso que vejo agora que ele não era aquilo que pensei ao início. Ele é completamente doentio e a sua atitude no final do livro faz-me perceber que ele era ainda pior do que aquilo que eu pensava.
Ao contrário de Ethan, no início detestava Alistair Connor! Ele ainda não tinha feito nada de errado, mas estava tão fascinada com Ethan, que não compreendia porque a autora tinha introduzido outro elemento masculino na trama. Depois de terminada a leitura estou totalmente do lado de Alistair, apesar de ele também não se comportar da forma como deveria. Apesar disso, há uma grande diferença entre os dois homens, mesmo não pensado na forma como ficaram marcados pelos seus passados, Alistair é mais carinhoso, é uma personagem que vai cativando aos poucos e que faz por merecer o afecto da protagonista feminina. Ele tem o seu lado violento? Sem dúvida, mas noto que se esforça para melhorar, para fazer feliz a sua amada.
Por ultimo e para completar o triângulo amoroso, Sophia! Ela é uma mulher lutadora e determinada, uma mãe carinhosa e uma mulher apaixonada. Mesmo sendo tão nova, é viúva e as razões que a levaram a tal estado civil são ainda misteriosas, pois ela mesma não consegue lembrar-se de como tudo aconteceu. Juntamente com os outros dois homens, ela vai entrando num mundo misterioso, onde o prazer e a violência andam de mãos dadas. O resultado de tal união de sentimentos/sensações ainda está no início e, na minha opinião, muito ainda irá acontecer na vida das três personagens.
Cristiane Serruya criou um enredo que nos envolve, que nos cativa de uma forma inexplicável. E, por mais revoltante que uma cena possa se tornar, o leitor quer sempre mais e mais… Espero conseguir ler o próximo livro em breve, fiquei muito curiosa por saber o que mais irá acontecer e também por conhecer melhor os passados das três personagens principais.


1 comentário:

  1. Ana!
    Que linda a sua review. Me sinto muito honrada por estar no seu blog. Obrigada. :)
    Adorei como você percebeu o Alistair. Ele é um personagem ótimo de se trabalhar. Apaixonante.
    O Ethan também. Ele tem muitas nuances que vão se revelando ao longo da trilogia.
    O segundo livro já está publicado. Chama-se TRUST: Betrayed. Acho que você vai se apaixonar mais ainda pelos dois homens lindos e torturados da trilogia, Ethan e Alistair. Muitas surpresas. Muitos twists and turns.
    Mais uma fez, obrigada pela sua crítica.
    Com carinho,
    Cristiane

    ResponderEliminar