[Planeta]Opinião "S.E.C.R.E.T",de L. Marie Adeline


L. Marie Adeline



















Sinopse: A vida de Cassie Robichaud está cheia de tristeza e solidão desde que o marido morreu. Cassie é empregada de mesa no Café Rose, em Nova Orleães, e dorme todas as noites num apartamento de um só quarto, na companhia de um gato.
Porém, quando descobre um diário deixado no café por uma mulher misteriosa, o seu mundo muda para sempre. O diário, cheio de confissões explícitas, choca-a e fascina-a ao mesmo tempo e acaba por levá-la ao S.E.C.R.E.T., uma sociedade secreta que se dedica a ajudar mulheres a realizar as suas fantasias sexuais mais loucas e íntimas. Cassie acaba por mergulhar numa electrizante jornada de Dez Passos, durante a qual tem uma série de fantasias arrebatadoras com homens deslumbrantes, que a fazem despertar e a saciam.
Assim que se liberta das suas inibições, Cassie descortina uma nova confiança e transforma-se, conseguindo a coragem necessária para levar uma vida apaixonada. Ao mesmo tempo atraente, libertador e emocionalmente poderoso, S.E.C.R.E.T. é um mundo onde a fantasia se torna realidade.


Opinião: Depois de uma campanha de marketing excepcional eis que finalmente o véu de mistério se levanta para que todos possam descobrir este tão famoso segredo. Numa altura em que o que mais se encontra no mercado português são os livros eróticos, com uma premissa mais ou menos semelhante, vem agora até nós algo ligeiramente diferente. L. Marie Adeline, pseudónimo da famosa escritora e produtora de televisão canadense Lisa Gabrielle, através de uma inversão de papéis acaba por conseguir escrever uma história um pouco diferente daquelas a que estamos habituados e, apesar de tudo se mover dentro do género erótico, a ideia de que é a mulher a ter o controlo acaba por favorecer todo o enredo.
Esta é uma historia que, apesar de se apresentar escrita de uma forma muito simples, dei por mim completamente presa ao livro, a desejar saber como tudo iria terminar e, mesmo tendo uma personagem feminina que ao inicio parecia demasiado tímida para preencher o papel de protagonista, aos poucos ela foi-se desembaraçando de toda a vergonha e começando a desejar pelo momento de avançar para o próximo passo. Este é sem dúvida um livro que fará suspirar muitas das mulheres espalhadas pelo nosso país, o desejo de comandar uma relação e de concretizar as suas fantasias mais íntimas irá fazer com que muitas das leitoras femininas tenham vontade de elas próprias se inscreverem numa sociedade secreta e despiram-se de preconceitos. Em relação às outras personagens, acabei por achar Will um pouco apagado se pensarmos na importância dele no livro e Tracina, apesar vilã, acabou por me proporcionar alguns momentos divertidos, aos quais penso que ninguém ficará indiferente.
Em todo o livro, nada me desapontou, com a excepção do final. Não consigo explicar muito bem, apenas fiquei com uma sensação enorme de vazio em relação aos acontecimentos que a a autora nos apresentou. Depois de um livro que tanto apostou pela originalidade, é-nos apresentado um final muito fechado, em que pouco ou nada deixa a desejar em relação à vontade de ler o próximo volume. É apenas devido a isto que, para a mim, este livro não pode ser classificado com pontuação máxima, a forma demasiadamente apressada como tudo se passou poderia nem sequer existir e a autoria ganharia muito mais em apresentar aqueles acontecimentos no início do segundo livro.De qualquer forma, aqui estarei à espera para descobrir como a autora irá desembaraçar-se das complicações que apresentou no final do livro. L. Marie Adeline, aqui ficarei à espera do segundo livro com a esperança de que tudo melhore para a protagonista. Ela bem que vai precisar de alguma sorte e de um empurrão bastante forte para levantar a cabeça e agir em conformidade com o sucedido.

1 comentário:

  1. odiei o final, a autora nos usou para lançar o segundo livro, só q/ nos usou de má fé, porque p/ não existiu final, é como se comprasse um livro faltando páginas

    ResponderEliminar