[Palavras Minhas]Livros? Não compreendo...


Tantas são as histórias que nos deixam a sonhar por algo mais, completamente arrebatadas pelo desejo de viver algo parecido ao que acabamos de ler, com vontade de repetir determinadas falas das personagens, aquelas que mais nos marcaram… E muitas são as pessoas que por não lerem um livro, não conhecem a doce sensação de deixar a imaginação voar, que pensam em nós como “ratos de biblioteca” sem cérebro, que nos importamos com coisas sem qualquer valor. Tão erradas que estão! Um livro é algo mais que um monte de páginas, algo mais que palavras. Um livro é vida, é sonho, é desejo! Quem não ouviu estas pavras: “Mas porque lês tu? Não percebo como tens paciência para isso!” ? No final, sou eu que não entendo essas pessoas! Pobres coitados que não conseguem atingir um pensamento mais profundo, que não conseguem compreender a beleza de um livro. Para ler e compreender um livro não precisamos de paciência, é apenas preciso ver mais além, abrindo os nossos horizontes e ao mesmo tempo adquirindo novos conhecimentos. Tristes são eles! São tristes porque não compreendem, porque não conseguem ver mais do que as suas próprias vidas, porque são incapazes de comparar uma história com a beleza de uma rosa em flor.
Mas o que é a vida? A vida é uma história, a vida é para vivida, para ser contada, para ser escrita e é por isto que não os consigo compreender. Como podem eles viver realmente, se nem sequer a vida dos outros têm paciência para ler, como conseguem então viver as suas próprias vidas, senão têm paciência para sonhar com algo impossível…Para mim, um livro encerra tudo isso, vontades, desejos, sonhos. Os nossos sonhos estão incorporados na literatura. O sonho de ter uma vida melhor, o sonho de viver uma aventura, o sonho de atingir determinado objectivo. Ora, se uma vida plena é uma vida de sonho e se uma vida de sonho é contada em livro, então como podem eles não ter paciência para ler? Continuo a não conseguir entender….

by Ana Luisa Neves


0 comentários:

Enviar um comentário