[5 Sentidos]Opinião "Refletida", de Sylvia Day


Sylvia Day


















Sinopse: Neste tão esperado segundo livro da série Crossfire continuamos a acompanhar a escaldante relação de Eva e Gideon que iniciou em Rendida, romance bestseller do New York Times .
Gideon Cross: tão bonito e perfeito por fora como atormentado e complicado por dentro. Ele enfeitiçou-me com uma paixão que me arrebatou e me despertou os prazeres mais secretos. Eu não conseguia, nem queria, ficar longe dele. Ele era o meu vício... o meu desejo... era meu.
A minha história era tão violenta como a dele, e eu estava igualmente marcada pela vida. Nunca conseguiríamos ficar juntos porque era demasiado doloroso... exceto quando era inacreditavelmente perfeito. Nesses momentos, o desejo e o amor desesperado conduziam-nos a um estado de sublime insanidade.
Gideon e eu estávamos a ultrapassar todas as fronteiras e a nossa paixão levar-nos-ia aos limites da doce e arriscada obsessão.


Opinião: Este foi um livro muito esperado para todos! Apesar dos meses que já passaram desde a leitura do primeiro, lembro-me perfeitamente da ansiedade que sentia quando terminei a leitura de “Rendida”. Queria mais, queria que chegasse logo o momento de ler a continuação. Sylvia Day era um nome que não conseguia esquecer e as suas personagens continuavam vivas na minha cabeça enquanto a minha imaginação continuava a trabalhar e a criar cenários para o que poderia ter acontecido a seguir. A autora, que no primeiro volume agradeceu à sua colega E L James por ter criado “ uma história capaz de cativar autores e lhes criar o desejo de ler mais”, conseguiu com este “Refletida” afastar-se de comparações e criar um segmento só seu.
Sylvia Day é, e na minha opinião sempre foi, uma autora que muito tinha para ensinar à tão afamada E L James. Apesar de eu ser uma das muitas fans da famosa trilogia Sombras de Grey, a escrita de Sylvia Day consegue ser superior devido ao facto da autora conseguir explorar com facilidade os sentimentos mais negros que as personagens possuem, isso acontece claro, porque Day possui a experiência que falta a E L James.

Neste segundo volume da série Crossfire, Gideon e Eva encontram-se rodeados de problemas e a sua relação, que já por si é problemática, começa a mostrar vários pontos de rotura devido não só ao passado que os envolve, mas também a mal entendidos que irão surgir ao longo de todo o livro. Continuo a adorar a personagem de Gideon, apesar de neste livro mostrar uma faceta um pouco mais dura e até volátil, continua a ser o pilar que sustenta a relação, aquele que à primeira vista não é compreendido, mas que tudo faz para o bem da mulher que ama. Eva, que apesar da sua maturidade era, no livro anterior, a primeira a fugir à primeira complicação, neste livro torna-se um pouco mais calma e lutadora. Tão lutadora que mesmo havendo a suspeita de traição, ela não irá fugir, irá enfrentar os seus problemas com garra e lutar por aquilo que considera seu. Nada a fará parar e isso poderá ser um problema para o próprio Gideon, que parece ter o seu próprio plano de acção. Ela torna-se na minha personagem preferida por não se deixar subjugar, por fazer sempre o contrário daquilo que Gideon queria. Ela tem vontade própria, mesmo não tendo nenhumas razões para acreditar nele, ela não se deixa abater (pelo menos não completamente) e vai à luta.

Este é o livro das revelações, é nele que nos é dado a perceber o que realmente aconteceu no passado de Gideon e também a compreender em como as acções dos outros ajudam a moldar a personalidade de uma pessoa. Sylvia Day não se contentou em escrever um romance erótico, ela deixou-nos uma lição. Muitos não a irão compreender, outros irão ignorar e outros, como eu, irão ficar tocados pela forma crua como a autora retrata algo que pode acontecer no seio de qualquer família. Apesar de nunca ter passado por algo assim na minha vida, compreendo que certos acontecimentos nos marcam e, enquanto uns têm força para seguir em frente e esquecer, outros não o conseguem fazer e acabam por passar o resto das suas vidas marcados pelo passado.
Agora em relação ao terceiro livro, teremos de esperar mais um pouco, até porque a autora ainda nem o publicou. Estou ansiosa por saber o que irá dali sair, até porque o casal está agora um pouco mais liberto para viver o seu amor. Neste segundo livro eles deram um passo muito importante numa relação, aprenderam a confiar, por isso, agora, tudo pode acontecer. Desconfio que Corinne ainda irá, mais uma vez, tentar separar Eva e Gideon, Brett não vai desistir de Eva e Cary ainda tem muito que aprender até conseguir ser feliz. Estas são algumas das coisas que poderão ainda acontecer, mas concerteza que a autora algo mais terá guardado para nós. Espero sinceramente que o livro não demore muito mais tempo a chegar até nós!

2 comentários:

  1. Já estou a ler o 2º livro da Coleção (Refletida de Sylvia Day). Queria saber quando sai a continuação. Obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ola Janinhas! :)
      O ultimo livro da trilogia só irá sair em Junho nos Estados Unidos, em Portugal penso que ainda não se sabe.
      Espero que esteja a gostar da leitura^^

      Eliminar