[Planeta]Opinião "Amores Altamente Perigosos",de Walter Riso


Walter Riso




















Sinopse: Se Não Sofres Pela Pessoa Amada É Porque Não A Amas.
Muito pelo contrário: amar não é sofrer, e ninguém deveria abrir mão de ser amado e feliz.
Por que falhamos tanto no amor? Por que tanta gente escolhe a pessoa errada e mergulha em relações tão perigosas e irracionais? Por que nos resignamos a relações dolorosas? Acreditamos que o amor é infalível e esquecemos algo elementar para a sobrevivência amorosa: nem todas as propostas afectivas são convenientes para o nosso bem-estar. Gostemos ou não, algumas formas de amar são francamente insuportáveis e esgotantes.
Este texto é dirigido a qualquer pessoa que queira repensar a sua vida afectiva e fazer do amor uma experiência satisfatória. Não é um livro optimista nem pessimista, mas sim realista. Não encontrará aqui as melhores regras para viver com certo tipo de pessoa, mas aprenderá a estabelecer tempos de reflexão para compreender melhor a sua relação enquanto casal e deslindar até onde se justifica lutar ou não por ela. Amar não é sofrer e temos o direito a ser felizes. Este é o bem estar supremo que ninguém nos poderá tirar, nem que seja em nome do amor.


Opinião: Walter Riso, ao longo da sua carreira, tem escrito diversos livros focados na psicologia e ajudado muitas pessoas escrevendo acerca de temas altamente importantes na vida de qualquer ser humano como o amor e a amizade.
Foi através desta obra, “Amores Altamente Perigosos”, que tomei conhecimento do trabalho do autor e fiquei bastante satisfeita pela forma séria e directa com que expõe as suas teorias. Neste livro é abordado o tema dos amores perigosos, relações em que muitos de nós nos envolvemos sem querer e que são, verdadeiras armadilhas para uma relação saudável entre um casal. São apresentados oito tipos de comportamentos diferentes (muitos outros haverá) e em cada um são explicados vários tópicos importantes de maneira a conseguir diferencia-los e identifica-los com alguma facilidade.
Fiz uma abordagem meramente curiosa a este livro, pois não possuo qualquer tipo de conhecimentos profissionais acerca da psicologia, mas não foi essa falha que me fez não compreender o que lá está escrito. A simplicidade do texto facilita a todos os leitores a leitura desta obra e penso que esse é o maior mais alto de todo o livro, pois o autor poderia usar termos científicos que um mero desentendido na matéria não saberia decifrar. Simplicidade e compreensão são duas palavras que me vêm à cabeça quando penso descrever “Amores Altamente Perigosos”.

0 comentários:

Enviar um comentário