[Oficina do Livro]Novidade "A Captura De Abdel Karim",de Francisco Serrano


Titulo: A Captura De Abdel Karim
Autor: Francisco Serrano
PVP: 15,50€
N. Páginas: 419
Lançamento:  29 de Janeiro


“ Encontrei violência e ,acima de tudo, o absurdo da distribuição. Vi mortos, mas os vivos estavam sempre em pior estado, e, em cada um deles , a insurreição. Imaginei este livro como um retrato do autoritarismo estatal, mas acabei imerso na instabilidade da sua queda” Relatos de uma viagem pelo Norte de África.


Sinopse: A Captura de Abdel Karim é uma grande reportagem pelo Norte de África.
Quatro capítulos, quatro países: Argélia, Tunísia, Líbia pós-Kadhafi e Egito, numa época marcada, após a queda dos regimes ditatoriais, pelas convulsões revolucionárias.
Por onde passa, o autor devolve-nos o panorama geral da cultura, dos povos, da História colonial passada e atual de uma região em recente revolução nunca esquecendo que a história é feita de vidas das pessoas que assistem à mudança.
Francisco Serrano explora locais inusitados, pouco conhecidos, fala com autoridades e com anónimos, acrescentando uma dimensão mais crível e real dos factos. Questões como a influência e interesses do Ocidente, bem como a complexa situação do Afeganistão.
Neste constante jogo entre passado-presente-futuro e nesta narrativa, com um certo contorno intimista, um ocidental de olhar imparcial informa, relata e perspectiva um futuro, sem nunca impor a sua visão ao leitor, mas convidando-o a refletir sem ideias preconcebidas.
O livro faz-se da viagem; a viagem, da cultura e esta, das pessoas que vivem nestas páginas e que aqui se encontram com o leitor.


Autor: Jornalista e colaborador da Oxford Business Group. Entre 2008 e 2010 viveu em Jeddah, Tunes e Casablanca.
Em 2011, viajou de Argel até ao Cairo, em plena primavera árabe, no meio da turbulência política e social. Publicou reportagens sobre a revolução no Egipto, o partido islamita na Tunísia, as primeiras eleições depois da queda de Ben Ali, a guerra na Líbia, e o Egipto pós revolucionário.


O ex-ministro dos Negócios Estrangeiros, Luís Amado, apresenta o livro no dia  29 Janeiro, às  18h30,  na Livraria Buchholz.

0 comentários:

Enviar um comentário