[Editorial Presença]Opinião "As Namoradas do Meu Marido",de Bridget Asher


Bridget Asher




















Sinopse: Quando Lucy Shoreman descobre que o seu encantador e infiel marido está às portas da morte, agarra na agenda secreta que ele possuía e decide telefonar às suas amantes a convidá-las para uma última visita, sem pensar que terão de facto coragem para a fazer. Mas assim que elas começam a aparecer uma a uma, Lucy sabe que as surpresas não se vão ficar por aí... As Namoradas do Meu Marido é uma comédia romântica que lança um olhar perspicaz sobre o casamento, as relações familiares, a amizade... e sobre o perdão inesperado que pode mudar a nossa vida para sempre.


Opinião: A mensagem deixada num livro é algo que me fascina, que me faz relembrar durante dias uma leitura e a torna especial. Calculo que seja um trabalho árduo para qualquer autor deixar uma mensagem especial nas suas histórias e fazer com que os seus livros se tornem intemporais, mas Bridget Asher no seu tom descontraído e divertido deixa-nos a pensar em algo que acaba por ser especial nesta altura do ano, o perdão.
O livro trata da história de Lucy, uma mulher que depois de se separar do seu infiel marido, descobre que este está gravemente doente e por isso começa a ligar a todas as ex-amantes deste para que lhe façam uma última visita. 
Apesar do tema um pouco triste, todo o livro encontra-se escrito de forma muito divertida e acaba por ser lido rapidamente. A personagem principal, Lucy está muito bem caracterizada e mesmo sendo a pessoa que mais sofreu com as traições do marido não se transforma na célebre “coitadinha” de quem todos têm pena. O mesmo acontece com as ex-amantes de Artie, que acabam por ter um papel muito importante na trama.
Esta é uma leitura bastante leve e também um daqueles livros que imaginamos como seria a sua adaptação cinematográfica

0 comentários:

Enviar um comentário