[Livros D'Hoje]Opinião "Na Noite",de Kathryn Smith


Kathryn Smith




















Sinopse: Wynthrope Ryland é um experiente ladrão que usa o seu charme junto de mulheres bonitas e com posses para conseguir os seus bens valiosos. No entanto, essa vida de crime não é a que deseja para si e, quando jurou deixá-la, eis que tem de cometer um último crime para proteger a carreira e a família do seu irmão North. Moira Tyndale, uma imponente viscondessa, é o seu último alvo. Porém, quando o descobre já uma profunda ligação os une. Wyn percebe que não pode mais ignorar a sua paixão. Deve proteger os seus segredos e o seu passado, mas não pode protegê-la de si mesmo. Como pode ele escolher entre o desejo do seu coração e a segurança do seu irmão?


Opinião: Desde que coloquei os olhos na capa deste livro que decidi que o queria ler. Havia algo de mágico e sensual naquela imagem que me deixava com uma vontade enorme de lhe pegar e conhecer o seu conteúdo, por isso e também pela sinopse que o acompanhava acabei por ficar com altas expectativas para esta leitura.
O livro, na sua totalidade, acaba por ter uma linguagem bastante simples e que se lê relativamente bem. Neste quarto volume, conhecemos Wynthrope Ryland, que é o segundo na sucessão do título de Visconde e, fazendo contraste na sua posição social também é um ladrão que tem como missão roubar uma valiosa tiara. Infelizmente, a jóia pertence à mulher pela qual se sente atraído e com quem está a iniciar uma tórrida relação, por isso ele tem de escolher entre ela e a família, resposta que para mim foi bastante óbvia. Toda esta premissa é promissora, mas a verdade é que as primeiras duzentas páginas deixaram-me um bocado decepcionada, pois em vez de vermos Wyn a resolver o problema que tem em mãos, passa o tempo em festas, jantares e encontros com a Moira. Na minha opinião isso veio tirar um pouco do mistério e intriga do livro quase fazendo-me desistir da leitura. Felizmente não desisti e logo depois da página duzentos toda a história começa a ficar muito mais interessante e finalmente vemos algo acontecer. Depois desses acontecimentos foi, para mim, uma correria até ao final do livro.
As personagens foram bem construídas para os eventos que vemos descritos no livro e fiquei um pouco curiosa acerca do irmão mais velho, Braham, que parece ter bastantes segredos na sua vida. Infelizmente, este foi o único livro que saiu no nosso país até hoje e não sei dizer se iremos conhecer as histórias dos outros membros da família Ryland.

0 comentários:

Enviar um comentário