[Assírio & Alvim]Almeida Faria no Grupo Porto Editora‏


Assírio & Alvim publica Rumor Branco em outubro

Miguel Esteves Cardoso escreveu um dia que “Almeida Faria foi génio aos dezanove anos, quando publicou Rumor Branco, e desde então tem ousado publicar uma obra imprevisível, corajosa e inclassificável”. É este escritor ousado que o Grupo Porto Editora se orgulha de acolher através da Assírio & Alvim, chancela que publicará uma parte significativa da respetiva obra.
O primeiro título será Rumor Branco, que estará nas livrarias no próximo mês de outubro. Publicado pela primeira vez há precisamente 50 anos (1962), Rumor Branco surpreendeu o mundo literário português, merecendo rasgados elogios de personalidades como Óscar Lopes – “O livro de estreia deste autor de dezanove anos merece a melhor atenção discriminativa e as saudações devidas ao muito que tem de bom e sobretudo de estimulante” – e Eduardo Lourenço – “Rumor Branco é a voz mais consoladora, veemente, solitária, contraditória e consciente dessa contradição, de todas que me têm chegado da nova geração… Desde Álvaro de Campos que uma tal dilacerante litania da solidão (e seu inverso fervor) não me chegava aos ouvidos. A jovem literatura está cheia desse tremendo fantasma, mas em parte alguma senti que o seu não-mundo fora de novo atravessado, e com a violência que conquista os céus”. O Prémio Revelação de Romance atribuído pela Sociedade Portuguesa de Escritores a esse livro foi, pois, incontornável.
Em 2013, a Assírio & Alvim publicará os dois primeiros títulos da Tetralogia Lusitana: A Paixão, originalmente publicado em 1965 e que confirmou então a maturidade literária de Almeida Faria, e Cortes, obra publicada em 1978 e distinguida com o Prémio Aquilino Ribeiro da Academia das Ciências de Lisboa. Lusitânia (1980), Prémio Dom Dinis da Fundação da casa de Mateus, e Cavaleiro Andante (1983), Prémio Originais de Ficção da Associação Portuguesa de Escritores, serão editados em 2014.
Almeida Faria nasceu em 1943, em Montemor-o-Novo. Frequentou, em Lisboa, as Faculdades de Direito e de Letras tendo obtido a licenciatura em Filosofia. Entre 1968 e 1969 viveu nos Estados Unidos como escritor residente ao abrigo do International Writing Program em Iowa City, e mais tarde em Berlim onde participou no Berliner Künstlerprogram (onde participaram também, entre outros, Gombrowicz, Michel Butor, Peter Handke e Mario Vargas Llosa). Os seus livros estão traduzidos em várias línguas e têm sido objeto de várias teses universitárias, em Portugal e no estrangeiro. Atualmente é professor de Estética na Universidade Nova de Lisboa.

0 comentários:

Enviar um comentário