[Asa]Opinião "Irmãs de Verão",de Judy Blume


Judy Blume




















Sinopse: Vix Leonard tem doze anos quando conhece a estonteante e temerária Caitlin Somers. À medida que os dias de aventuras ousadas dão lugar a noites de descobertas tímidas, Vix e Caitlin aproximam-se ainda mais, graças às dificuldades do processo de crescimento, ao refúgio na sensação de pertencerem a alguém e ao pacto de Nunca Serem Vulgares… Até ao verão arrasador em que um rapaz da terra altera tudo.
Anos mais tarde, a vida separa-as, mas a marca da amizade que as uniu mantém-se. Quando Caitlin pede a Vix que regresse a Martha’s Vineyard para o seu casamento, Vix sabe que não se recusará a ir. Quer compreender o que aconteceu nesse verão em que tudo foi destruído… e porque é que a sua melhor amiga ainda tem o poder de lhe partir o coração.


Opinião: Mais um livro fantástico que tive o prazer de ler! É a primeira vez que leio um livro desta autora e deixou-me bastante curiosa acerca das suas outras obras.
Muitos são os adjectivos que poderia usar para classificar esta história, mas penso que apenas vou enumerar dois, doce e amargo. Um contraste tão forte, mas que na verdade andam sempre tão perto um do outro. Esta é a história de duas raparigas muito diferentes que iniciam uma ligação de amizade muito profunda e que irá ser mantida até á idade adulta. Achei muito engraçada a forma como são descritos os diversos episódios das suas adolescências, cenas tão naturais entre amigas, mas que muitas vezes são esquecidas ao longo do crescimento. Desde o início que simpatizei com Vix, ela parecia a típica menina bem comportada, que faz tudo aquilo que os outros esperam dela, mas que ao conhecer Caitlin vai ter oportunidade de conhecer um mundo diferente e de ter oportunidades que nunca sonhou. É uma personagem simples, apaixonada, que tem objectivos e, talvez por ter nascido num lar pobre, deseja conseguir chegar ao topo através dos seus esforços, sem a ajuda de ninguém. Por outro lado temos Caitlin que exteriormente parece uma rapariga um pouco fútil, que adoro pregar partidas aos outros e muitas vezes afirmar-se perante aqueles que a rodeiam. Ao longo do livro esta foi uma personagem por quem não simpatizei, apesar de conseguir compreender a amizade que havia entre elas. Achei que a Caitlin era uma menina mimada, que adorava ter a atenção para ela e que quando não conseguia o que queria conseguia ser até diabólica. Apesar de tudo, este livro foi sem dúvida uma surpresa. Não sei bem com o explicar, mas estava á espera de outro tipo de história, não querendo com isto dizer que foi uma má surpresa, muito pelo contrário. Encontrei neste livro uma forma de amizade que acredito que esteja quase extinta, pois apesar das falhas apresentadas pelas suas personagens, os sentimentos que as duas raparigas sentiam uma pela outra era genuínos e nada nem ninguém conseguiu destruir aquilo que as rodeava. Recomendo a leitura deste fantástico livro, foi sem duvida uma leitura rápida, mas que me marcou e me fez pensar por diversas vezes na razão pela qual muitas vezes deixamos as nossas amigas e nos tornamos tao egoístas uns com os outros.

0 comentários:

Enviar um comentário