[Casa das Letras]Opinião - "Na Sombra do Sonho",de J.R.Ward


J.R. Ward



















Sinopse: Em Caldwell, Nova Iorque, a guerra entre vampiros e os seus assassinos agrava-se com o surgimento de um grupo secreto de irmãos - seis vampiros guerreiros, acérrimos defensores da sua raça. Contudo, o gélido coração deste temível e astuto predador aquecerá mesmo contra os seus desejos…
Impiedoso e brilhante, Vishous, filho de Bloodletter, carrega uma temível maldição consigo, a assustadora habilidade de prever o futuro. Foram inúmeras as tormentas e abusos por que passou enquanto crescia no campo de batalha do seu pai e, como qualquer outro membro da Irmandade, não tem interesse no amor ou em emoções, apenas na luta contra a Sociedade Lessening. Contudo, uma imprevista injúria mortal torna-o responsável por uma cirurgiã, Jane Whitcomb, levando-o a revelar a sua dor mais profunda e a sentir o verdadeiro prazer pela primeira vez - até que o destino, que ele não escolheu, o leva a um futuro avassalador que não a inclui mais.


Opinião: Com este livro quebrei uma das minhas regras, foi lido fora de ordem, por essa razão estava um pouco receosa com a sua leitura. Afinal já conhecia alguns dos acontecimentos e até alguns dos desenvolvimentos iniciados neste livro, mas no final acabei por amar toda a história. Adorei as personagens principais, que apesar de forma apressada como se apaixonaram tiveram momentos muito doces que me deixaram emocionada. A cada livro noto um cuidado especial por parte da autora, não sei bem explicar a razão acerca deste comentário mas só mesmo J.R. Ward conseguiria escrever um livro deste tamanho sem deixar que nenhum detalhe fosse deixado para trás. Claro que o livro também tem partes tristes, que são realmente muitas. Fez-me um pouco de impressão a infância de Vishious, o pai dele era muito cruel e fazia-lhe a vida num inferno, castigando-o apenas para se mostrar perante os outros. Digamos que o senhor tinha um problema a nível psicológico!
Assustei-me um pouco com a parte final do livro, por momentos pensei que V. não iria ter o ser final feliz, mas felizmente a sua mãe sentiu-se culpada por todo o mal que ele tinha vivido até aquele momento e decidiu fazer um sacrifício para que Vishious fosse feliz. Finalmente houve alguma bondade da parte daquela mulher, que devo confessar me deixa muitas vezes com vontade de lhe bater. Aquele ar arrogante que ela mantem perante os outros deixa-me muito zangada. No final ficamos com um pouco de mistério no ar, a autora deixa nos com vontade de devorar os próximos livros para sabermos o que irá acontecer com Payne e também se Manny irá aparecer novamente, quando irá acontecer e em que condições. Quer-me parecer que estas duas personagens ainda irão desenvolver algum papel importante ao longo da serie. Infelizmente nada mais me resta fazer senão esperar pelo próximo lançamento…como já li o livro do Phury, resta-me esperar pelo sétimo livro! 


0 comentários:

Enviar um comentário