[Civilização]Ciclo 'Prémios Camões – Poesia' na Bulhosa:: A primeira sessão é dedicada a Miguel Torga‏



Ciclo Prémios Camões – Poesia nas Conversas na Bulhosa
A primeira sessão é dedicada ao escritor Miguel Torga

As Conversas na Bulhosa de Entrecampos regressam esta quarta-feira, 2 de maio, às 18h30, desta vez com o ciclo de debates Prémios Camões – Poesia. A primeira sessão é dedicada ao escritor Miguel Torga e vai ser orientada pelos docentes e investigadores Fernando J.B. Martinho e António Carlos Cortez.
Miguel Torga (pseudónimo de Adolfo Correia Rocha) nasceu em S. Martinho de Anta (12.08.1907) e morreu em Coimbra (17.01.1995). É autor de uma obra extensa e diversificada, compreendendo poesia, diário, ficção (contos e romances), teatro, ensaios e textos doutrinários. Em 1934, ao publicar o ensaio intitulado A terceira voz, o médico Adolfo Rocha adota expressamente o nome de Miguel Torga.
Associando o fitónimo “torga” – evocativo de resistência e de pertinaz ligação à terra, propriedades de um pequeno arbusto do mesmo nome- a "Miguel"- nome de escritores ibéricos (Miguel de Cervantes e Miguel de Unamuno), de artista visionário e genial (Miguel Ângelo) e de Arcanjo com forte motivação semântica (“Quem como Deus”), o poeta (então, com apenas 27 anos) escolhe um programa ético e estético centrado no confessionalismo e na busca de autenticidade. De entre as suas obras, destacam-se os volumes de contos Bichos, Contos da Montanha e Novos Contos da Montanha, seis livros de poesia, reunidos em dois volumes publicados em 1997 e 2000, e os dezasseis volumes do Diário. Recebe o Prémio Camões em 1989.
Fernando J. B. Martinho é Professor aposentado da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, onde se doutorou e lecionou entre 1982 e 2004. Foi Leitor de Português nas Universidades de Bristol e de Santa Bárbara, na Califórnia. Tem-se dedicado especialmente ao estudo da Literatura Portuguesa Contemporânea, e tem colaboração dispersa em publicações periódicas, volumes coletivos e dicionários literários.
Professor de Literatura Portuguesa, crítico literário (JL, Relâmpago, Colóquio-Letras) ensaísta e poeta, António Carlos Cortez publicou cinco livros de poesia, o último dos quais em 2010, intitulado «Depois de Dezembro». Publicou, em 2005, Nos Passos da Poesia - textos sobre pedagogia do texto lírico; está antologiado em publicações diversas de poesia portuguesa contemporânea.
Primeira sessão do ciclo Prémios Camões - Poesia sobre Miguel Torga na Bulhosa de Entrecampos | quarta-feira | 2 de maio | 18h30 | Campo Grande, 10-B | 217994190

0 comentários:

Enviar um comentário