[Porto Editora]Novidade - "Os Sitios sem Resposta", de Joel Neto


Título: Os Sítios sem Resposta
Autor: Joel Neto
Págs: 192
PVP: 15,50 €

Um homem pode mudar tudo… menos de clube de futebol
Novo romance de Joel Neto, Os Sítios sem Resposta, chega às livrarias a 3 de abril

Joel Neto regressa à ficção com Os Sítios sem Resposta, que a Porto Editora publica no dia 3 de abril. Uma década depois de O Citroën que Escrevia Novelas Mexicanas, considerado pelo expresso um dos melhores livros de 2002, Os Sítios sem Resposta é uma homenagem à relação pai/filho e à paixão pelo futebol como recurso de linguagem intergeracional, colocando em confronto o Sporting e o Benfica, a cidade e o campo, a ternura e o desamor, o sexo e a ausência dele.
No centro da ação está um profissional de seguros que, ao ver aproximar-se a meia-idade, decide ter chegado a hora de mudar de pessoa – e que, perante a urgência dessa metamorfose, resolve começar precisamente por aquilo que tantos dizem ser imutável: o clube de futebol.
O lançamento oficial deste livro será no dia 18 de abril, às 18:30, no restaurante do El Corte Inglés de Lisboa, com apresentação a cargo de António-Pedro Vasconcelos.

SINOPSE
Um homem muda de tudo: muda de mulher e de partido, muda de religião e até de sexo – muda daquilo que quiser, menos de clube de futebol. Miguel João Barcelos mudou. Atrás, tem dois casamentos fracassados, uma monótona carreira de profissional de seguros e uma longa história de serões passados ao lado do pai, chorando algumas das mais belas e irresistíveis derrotas do Sporting. Agora, começou a sofrer pelo Benfica. E é quando se prepara para confessar o seu crime que vê entrar em cena uma misteriosa executiva de saltos altos, determinada a virar do avesso todas as certezas sobre as quais esperava erguer o seu projeto de nascer de novo.
Um fresco sobre a solidão que é, ao mesmo tempo, uma viagem ao coração dos homens e um tributo ao indecifrável poder das mulheres.
Dez anos depois de O Citroën que Escrevia Novelas Mexicanas, Joe Neto regressa à ficção – e para ficar.

O AUTOR
Joel Neto nasceu em Angra do Heroísmo, em 1974. Está traduzido em Inglaterra e na Polónia, editado no Brasil e representado em antologias em Espanha, Itália e Brasil. O seu primeiro romance, O Terceiro Servo, foi objeto de tese de doutoramento na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, no Brasil. O Citroën que Escrevia Novelas Mexicanas, que publicou a seguir, foi adotado como leitura obrigatória pela Universidade dos Açores. Vive entre o coração de Lisboa e a Terra Chã, freguesia rural da ilha Terceira, onde cresceu, e desenvolve há mais de uma década intensa atividade como cronista em alguns dos mais importantes jornais portugueses. Na Porto Editora tem publicado Banda Sonora para um Regresso a Casa (2011), uma seleção das suas melhores crónicas publicadas entre o Diário de Notícias e o Jornal de Notícias.
Página pessoal: www.joelneto.com
Página Facebook: www.facebook.com/neto.joel

IMPRENSA
Joel Neto transforma-se numa das melhores vozes de nosso idioma comum, e é escritor que já possui sua marca perene e percetível, expressão de um processo em que o domínio da técnica constrói sonoros universos de humanidade.
Luiz Antonio de Assis Brasil

0 comentários:

Enviar um comentário