[Asa] Opinião - "Mil Noites de Paixão",de Madeline Hunter


Madeline Hunter



















Sinopse: Eles não têm absolutamente nada em comum.
Lady Reyna é uma mulher virtuosa e erudita, que preferia morrer a quebrar uma promessa ou voto.
Ian de Guilford é um sensual mercenário, um cavaleiro errante cujo temperamento fogoso lhe valeu a alcunha de Senhor das Mil Noites.
Ela não conhecia a sua fama quando, fazendo-se passar por cortesã, transpôs as linhas inimigas com um plano desesperado para salvar o seu povo. Agora que está frente a frente com o guerreiro a cujos encantos, diz-se, é impossível resistir, Reyna apercebe-se de que subestimou o seu inimigo. Ele está decidido a tudo para subjugar a sua virtude. A bem do seu povo, ela não pode ceder... e a sua audácia leva-a a fazer algo com que nunca sonhou: pôr em jogo o seu coração.


Opinião: Madeline Hunter no seu melhor! Acho que não poderei dizer muito mais que isto em relação a este livro. Tenho todos os livros desta autora que saíram até hoje em Portugal e apesar de ainda não ter lido todos adoro a forma como ela escreve e nos puxa para dentro dos seus livros, adoro principalmente os seus “bad boys”, homens fortes, rígidos, playboys, e com uma honra um pouco duvidosa, mas que perante a mulher certa conseguem transformar-se no príncipe encantado de qualquer uma de nós. Em relação a este livro, devo dizer que fiquei apaixonada por Ian de Guilford, pergunto-me mesmo se não haverá por aí um desses só para mim, é apresentado como um homem bastante atraente e com uma fama bastante grande de mulherengo, sendo conhecido com o “Senhor das Mil Noites”, mas que um dia encontrou uma mulher pequena, mas com uma língua viperina que o desconcertou desde o início. Acho que é isso que adoro nestes livros, a forma um tanto real como a autora nos descreve as suas personagens, pois mesmo o homem ou mulher mais forte tem o seu ponto fraco, tem um lado mais suave. Em relação à personagem feminina, tal como disse antes tem uma personalidade bastante forte e não se vai deixar subjugar por Ian, mesmo tendo sentimentos por ele. Neste livro voltamos a ver Morvan e Anna e também David e Christiana, casais que nos voltam também a retirar bastantes sorrisos durante a leitura. No final fiquei bastante surpreendida, pois não pensei que os responsáveis pela morte do marido de Reyna fossem aquelas personagens. Estarei ansiosa pelo próximo livro que a Asa nos quiser apresentar desta grande autora.

0 comentários:

Enviar um comentário