[SDE] Opinião "Á Solta na Noite", de Sherrilyn Kenyon


Sherrilyn Kenyon



















Sinopse: É um mundo cruel para os Predadores. O perigo espreita em cada esquina. Não há ninguém em quem possam confiar. Ninguém que possam amar. Não se quiserem continuar vivos...
Wren Tigarian era apenas uma cria órfã quando foi levado para o Santuário. Muitos veem-no como uma aberração - uma mistura proibida de duas espécies, pelo que se tornou um solitário, isolando-se tanto do contacto com os Predadores do Homem como com os humanos. Até conhecer Marguerite Goudeau. Filha de um notável senador dos EUA, Marguerite detesta a farsa social em que é obrigada a viver. Contudo, não tem outra opção senão tentar adaptar-se a um mundo onde se sente uma estranha. O mundo dos humanos nunca devia contactar com o dos Predadores do Homem, que habitam a seu lado, invisíveis, desconhecidos, indecifráveis. Mas para que possa proteger Marguerite, Wren terá de combater não apenas os humanos que nunca aceitarão a sua natureza animal, como também os Predadores do Homem que o querem ver morto. É uma corrida contra o tempo num mundo de magia sem fronteiras que lhes poderá custar não apenas a vida, mas a alma...


Opinião: Mais um sucesso! Devo dizer que este livro foi lido em apenas um dia, não consegui parar até o terminar. A história do Wren é apaixonante e leva-nos a rir e chorar com ele e por ele…Como a maioria da sua espécie Were-hunter tem uma história sofredora, para além de um pouco traumatizado ainda tem a agravante de ser repudiado pelas pessoas que o abrigam. Foi preciso conhecer Maggie para o seu despertar como homem. Achei deliciosa a sua quase inocência perante certos assuntos, ele estava tão habituado a ser tratado como animal, que depois nota-se certa dificuldade em portar-se como humano. Acho tocante a forma como a Sherrilyn Kenyon nos consegue trazer a história de todos os personagens desta serie, todos têm uma história muito dolorosa, mas consegue sempre individualizar cada uma delas de uma forma terna e querida… sendo cada um tratado de forma diferente. Acho incrível a sua imaginação e também a sua coragem em falar de crianças que foram maltratadas durante as suas infâncias, principalmente porque a própria autora também teve um historial de violência infantil. Esta era, sem sombra para duvidas, uma autora que adorava conhecer. Está tão longe, mas de certa forma sentimo-la tão perto de nós… Apesar do pouco desenvolvimento para com a serie, a sua forma de escrever deixa-nos completamente cativadas pelo ambiente descrito, posso dizer que já li todos os livros que saíram até aos dias de hoje, em inglês claro, mas não me canso da serie e por isso tenho comprado a nossa versão portuguesa e voltado a ler tudo de forma quase obsessiva. Esta historia torna-se um pouco revoltante por causa de certos comportamentos de Maman Lo, em certas partes apetecia dar um estalo na ursa, mas no final o seu comportamente é de certa forma justificado, por isso penso que posso dizer que por mim está perdoada. O nosso Eu adulto é muitas vezes a consequência de certas coisas pelas quais passamos e acho que é essa a lição que devemos tirar deste livro. Penso que em todos os livros há uma lição de vida…
No final achei amoroso o presente oferecido ao casal…

[Porto Editora] Porto Editora é a mais reconhecida pelos portugueses


Estudo aponta Porto Editora com a marca com maior notoriedade espontânea na categoria “Editora de Livros”
A Porto Editora foi distinguida como “Marca que Marca”, na categoria “Editora de Livros”, pelo Diário Económico e pela QSP – Consultoria e Marketing, na sequência do estudo de mercado realizado no âmbito da iniciativa “Marcas que Marcam”.
O estudo, realizado nos meses de maio e junho deste ano junto de 2496 inquiridos com distribuição representativa por regiões, género e idade em todo o território de Portugal Continental, permitiu aferir que a Porto Editora é a marca com maior notoriedade espontânea quando se fala em editoras de livros.
Este reconhecimento surge no final de um ano em que a Porto Editora deu continuidade à sua estratégia de crescimento na área da literatura, apresentando um catálogo mais rico e diversificado, ao mesmo tempo que manteve a sua política de rigor e inovação na área da edição escolar.
A propósito de inovação, este foi também o ano em que a Porto Editora apostou fortemente nos conteúdos mobile, disponibilizando um vasto catálogo de aplicações para os principais ambientes (iOS e Android) que têm já mais de 600 mil utilizadores – um número que certamente vai crescer com a disponibilização das primeiras histórias infantis para iPad, iPhone e iPod touch, recentemente apresentadas.

[Livros D'Hoje] Opinião - Prazeres Proibidos, de Laura Lee Guhrke


Laura Lee Guhrke


















Sinopse: Toda a mulher tem os seus prazeres proibidos…
Para a delicada e tímida Daphne Wade, o mais apetecível prazer proibido é observar discretamente o seu patrão, o duque de Tremore, enquanto este trabalha numa escavação na sua herdade. Daphne foi contratada para restaurar os tesouros de valor incalculável que Anthony tem estado a desenterrar, mas não é fácil para uma mulher concentrar-se no seu trabalho quando o seu atraente patrão está sempre em tronco nu. Apesar dele não reparar nela, quem a pode censurar por, mesmo assim, se ter apaixonado desesperadamente por ele?
Quando a irmã de Anthony, Viola, decide transformar esta jovem e simples mulher de óculos dourados numa provocante beldade, ele declara a tarefa impossível. Daphne fica arrasada quando sabe… mas está determinada a provar que ele está errado. Agora, uma vigorosa e cativante Daphne sai da sua concha e o feitiço vira-se contra o feiticeiro. Será que Anthony conseguirá perceber que a mulher dos seus sonhos esteve sempre ali?

Opinião: Uma história carregada de amor e diversão. Ao ler a sinopse pela primeira vez não consegui perceber se seria um romance histórico ou se se iria passar nos nossos dias, mas acabei por ser surpreendida com um pouco dos dois. Apesar de se passar em 1830 muitas vezes dei por mim a imaginar que se podia passar também nos nossos dias, foi uma leitura leve que não foi massacrada por dolorosas descrições de ambiente, mas sim por momentos deliciosos de puro riso e paixão. Podemos conhecer Daphne Wade, que no início nos parece uma simples rapariga que trabalha para o orgulhoso Duque de Tremore, mas ao longo da historia podemos ver o seu desabrochar numa bela e decidida mulher. Desde o início que se apaixonou pelo Duque, mas sempre o olhou de longe, sabendo dentro de si que ele estava inalcançável decido às diferenças sociais que existiam entre os dois, foi preciso ouvir uma conversa entre ele e a irmã para tomar uma atitude perante o orgulhoso e convencido homem para o qual trabalhava. Sim, pois o atraente Anthony tinha um terrível preconceito perante os seus empregados, nunca pedia “por favor” ou dizia “obrigado” e ainda tinha a mania que a sua vontade era superior a todos os outros. Bem, por um lado tinha razão…em meados do séc. XIX a nobreza imperava perante tudo e todos e a sua vontade era ordem. Mas tudo mudou naquela casa, a partir dessa noite Daphne cansou-se de ser sua serviçal e começou a mostrar-lhe quem era aquele “insecto”. É então que começa a parte divertida da história, pois passam o tempo a picar-se um ao outro…mas esse é um jogo perigoso e ambos irão aprender isso da pior forma. Este é o primeiro volume de uma serie de quatro livros que ainda não foram editados em Portugal, de momento só este e o terceiro volume, que conta a história da irmã do Duque, estão traduzidos no nosso português, ainda tenho esperança que toda a serie seja lançada em Portugal. Recomendo a leitura, pois este livro enche-nos de momentos inesquecíveis e divertidos.

Editorial Presença - Livro da Semana


Titulo: O Fim do Alfabeto
Autor: CS Richardson
Colecção: Lado B
P.V.P.: 10,09 € ---> Esta semana* 5,99 €
Nº de Páginas: 96

Sinopse: Ambrose Zephyr descobre de repente que o tempo se está a esgotar quando o médico anuncia que, devido a uma misteriosa doença, lhe resta um mês de vida. Por isso, ele e a mulher, Zappora Ashkenazi, decidem viajar para todos os sítios de que ele mais gostou ou que mais queria ver, de A a Z, começando por Amesterdão. Em Istambul, porém, Ambrose e Zappora dão ao resto do percurso um rumo inesperado, ao fazerem as pazes com o tempo perdido e as muitas perguntas deixadas para trás… O Fim do Alfabeto é uma história mágica, evocativa e inesquecível que nos leva numa viagem espiritual até às profundezas do amor, da perda e da vida.

*Semana de 26 de Dezembro a 1 de Janeiro.

Resultado do Passatempo de Natal

E terminou o 1º Passatempo do blogue.
Estava em jogo um exemplar do livro “Terraços de Teerão” para quem acerta-se nas seguintes perguntas:
Onde se passa a ação deste romance?
R: Teerão 

Onde é que as duas personagens principais trocam confidencias?
R: nos terraços das casas da vizinhança

A que coleção pertence esta obra?
R: Grandes Narrativas


E o vencedor foi :





Parabens: Ana Catarina Brandão Pereira


Irei enviar a sua morada para a editora, para que a mesma possa enviar o seu premio.
O premio será enviado para a morada indicada anteriormente.
Muitos parabéns!

[Papiro Editora] Opinião - D. Luísa Francisca de Gusmão Medina Sidónia ,de Maria do Pilar Vasconcelos


Maria do Pilar Vasconcelos



















Sinopse: Romance de cariz histórico centrado na figura de uma grande mulher, a rainha Luísa Francisca de Gusmão Medina Sidónia. Percorrem-se com facilidade e rapidez as suas páginas leves, feitas de uma escrita pouco rebuscada, quase despretensiosa e simples, mas uma escrita muito precisa na sua aplicação, quer na caracterização das personagens envolvidas quer na descrição sóbria dos acontecimentos relatados. Como mulher de fina educação, de requintada sensibilidade feminil e superior inteligência, está bem munida para escalpelizar sentimentos humanos em profundidade, para perceber e valorizar as influências entre pessoas, os jogos em causa e os seus contextos, também os objectivos que ditam o comportamento de cada personagem que aborda.»


Opinião: A história apaixonante de uma rainha que deu a sua vida pelo seu reino e sua família. Achei maravilhosa a narração deste livro que nos leva até á corte portuguesa entre os anos de 1613 e 1666.
Ao início não estive muito receptiva, pensei que era mais um livro de Historia de Portugal, sem qualquer tipo de substancia, mas fui surpreendida com o calor e afecto que D. Luísa de Gusmão tratava os seus e também pelo força que ela tinha para comandar um país que ainda não estava completamente independente da vizinha Espanha. Não foram tempos fáceis, tanto a nível financeiro como a nível emocional D. Luísa estava um pouco débil, mas a sua vontade de lutar para conseguir alcançar aquilo que queria fazia com que desse pequenos passos rumo ao sucesso. Infelizmente acabou por ter um final um pouco triste, sozinha e desprezada pelos dois filhos varões que se odiavam mutuamente. A única fonte de alegria acabou por ser D. Catarina de Bragança, sua filha que estava casada com o Rei de Inglaterra.
Esta é a história de uma mulher de armas num tempo em que as mulheres ainda eram vistas como o sexo fraco.

Porto Editora - Palavra do ano 2011



Austeridade lidera, mas charter aproxima-se. E esperança, há? Mais de 6000 portugueses já votaram na Palavra do Ano 2011.

Até 31 de dezembro, todos os votos contam em infopedia.pt
O momento que o país atravessa parece estar a influenciar a escolha da Palavra do Ano 2011, iniciativa da Porto Editora. Até ontem, mais de 6000 portugueses já tinham acedido ao site infopedia.pt (via internet, smatphone ou tablet) para escolherem a palavra que, para eles, marcou este ano.

Neste momento, austeridade é a palavra que recolheu mais votos mas, nos últimos dias, charter, que já está em segundo lugar, e esperança (4.º), têm subido rapidamente.

Eis o top à data de hoje:
1. austeridade
2. charter
3. troika
4. esperança
5. fado
6. voluntariado
7. desemprego
8. sushi
9. subsídio
10. emigração

De referir que a seleção das palavras candidatas é da responsabilidade do Departamento de Dicionários da Porto Editora, que teve como critérios a frequência de uso, a relevância  assumida ou então simplesmente a sua relação com algum tema muito marcante. Esta lista de palavras está disponível no site www.infopedia.pt e é através dessa página que os portugueses podem votar, até ao próximo dia 31 de dezembro, na Palavra do Ano 2011, a qual será conhecida na primeira quinzena de 2012.
Com esta iniciativa, a Porto Editora tem como objetivo principal evidenciar a riqueza e a evolução da língua portuguesa.
De lembrar que, em 2009, a Palavra do Ano foi esmiuçar, tendo os portugueses votado, em 2010, a palavra vuvuzela.

Porto Editora - Primeira história infantil comercializada na App Store por 2,99 €

Primeira história infantil comercializada na App Store por 2,99 €

História gratuita lançada na semana passada já está no top “Books”

O projeto “Os Miúdos”, da Porto Editora, está a caminho de se tornar um dos grandes sucessos deste final de 2011. A primeira história foi publicada na passada sexta-feira, 16 de dezembro, e já foi descarregada por mais de 1600 utilizadores. Resultado: ocupa o 2.º lugar no top iPad e o 3.º no top iPhone/iPod touch.

Hoje, a Porto Editora colocou à venda a primeira história infantil em língua portuguesa  integralmente desenvolvida para ambiente iOS: o seu título é A melhor prenda de Natal! e tem o preço de 2,99 euros (http://itunes.apple.com/pt/app/id488736760?mt=8).

Tal como a primeira, esta história está disponível em quatro versões: em língua portuguesa, variantes Portugal e Brasil, em inglês e em espanhol. Criadas a partir do universo do Sítio dos Miúdos (www.sitiodosmiudos.pt), as histórias são protagonizadas pelas personagens que ganharam fama no Sítio dos Miúdos e com as quais as crianças podem interagir: a Mimi,

o Tomás, a Lili, o Pinguick, o Xico, o Xavier, o Gaspar, o Malaquias e a Matilde. As narrativas, que se desenrolam em cenários interativos, são divertidas e têm um cariz lúdico-educativo que é reforçado por inúmeras atividades presentes em vários momentos. Até março de 2012, serão publicadas mais seis histórias, sempre nas quatro versões em simultâneo.

Oito meses e 2000 horas para o Projeto “Os Miúdos” Esta aposta da Porto Editora marca o início de uma nova etapa na edição digital, centrada no público mais novo mas procurando envolver os adultos.

Com o envolvimento de 20 profissionais de quatro nacionalidades (Portugal, Brasil, Espanha e Inglaterra), ao projeto “Os Miúdos” foram dedicados oito meses de desenvolvimento, implicando mais de 2000 horas de criação e adaptação de conteúdos e programação, no que resultou a produção de mais de 8000 elementos gráficos.

Página de apresentação do projeto:

Página de informação das aplicações mobile da Porto Editora:

[Editorial Presença] Opinião -"Terraços de Teerão", de Mahbod Seraji

Mahbod Seraji


















Só tenho uma palavra para descrever este livro: Perfeito.
Acho incrível a maneira como tudo é descrito, desde o ambiente, os sentimentos e até mesmo a cultura iraniana. Quando leio um livro, a primeira coisa que procuro é aprender algo novo, seja uma lição de vida ou até uma curiosidade sobre algum aspecto, mas o que encontrei neste livro foi algo que vai mais além…
Vencedor de vários prémios, este livro dá-nos a conhecer um pouco da luta pelo fim de ditadura vivida entre os anos de 1973 e 1974. Foram muitos que morreram nessa guerra, uns verdadeiramente culpados por fazer expiação ao regime do Xá Reza Pahlevi, outros apenas por mero egoísmo e inveja de amigos e vizinhos. Achei muito triste a atitude de certas pessoas, que são capazes de tudo para subir na vida, fiquei revoltada principalmente com uma situação que nos é contada no livro em que um homem fez queixa do sogro só para poder ficar com o património deste. Infelizmente, por dinheiro, as pessoas são capazes de fazer as piores acções. Este também é um livro que se foca no romance entre Pasha e Zari, que no início parecia condenado ao fracasso pois Zari já era comprometida com o “Doutor”, que por sua vez era também amigo de Pasha.
Com todo o respeito pela diversidade de culturas que nos rodeia, achei muito injusto a situação pela qual muitas das personagens tiveram de passar, casamentos arranjados pelos pais, livros proibidos pelo regime, a Burca…
Foi um livro delicioso e também umas horas bem passadas na companhia das suas personagens, espero que leiam este livro e deixem a vossa imaginação voar até ao ambiente vivido nos Terraços de Teerão…

Editorial Presença - Livro da Semana


Titulo: Os Pilares da Terra - Volume I e II em caixa-arquivadora
Autor: Ken Follet
Colecção: Especiais
P.V.P.: 45,43 € ---> Esta Semana* 29,99 €

Sinopse: Na Inglaterra do século XII, Tom, um humilde pedreiro e mestre-de-obras, tem um sonho majestoso - construir uma imponente catedral, dotada de uma beleza sublime, digna de tocar os céus. E é na persecução desse sonho que com ele e a sua família vamos encontrando um colorido mosaico de personagens que se cruzam ao longo de gerações e cujos destinos se entrelaçam de formas misteriosas e surpreendentes, capazes de alterar o curso da história.
Recheado de suspense, corrupção, ambição e romance, Os Pilares da Terra é decididamente a obra-prima de um autor que já vendeu 100 milhões de livros em todo o mundo.

*Semana de 19 a 25 de Dezembro.

Porto Editora - De postais de Natal se fizeram livros para Aldeias Crianças SOS‏




De postais de Natal se fizeram livros para Aldeias Crianças SOS Porto Editora entrega livros, dicionários e produtos multimédia a instituição de apoio a crianças.
Como quase todas as histórias que têm um final feliz, esta é simples de contar: a Porto Editora decidiu transformar em livros o valor que iria gastar na produção de postais de Natal em papel, doando-os à Aldeias Crianças SOS, uma instituição particular de solidariedade social que tem como objetivo o acolhimento de crianças órfãs, abandonadas ou pertencentes a famílias de risco.
 Ao contrário dos anos anteriores, a Porto Editora apenas desenvolveu a versão digital do seu Postal de Natal, não imprimindo a correspondente versão em papel. Essa decisão poderia  muito bem sustentar-se nas políticas de preocupação ambiental e de utilização das potencialidades que as novas tecnologias proporcionam, aspetos que se enquadram no que é o quotidiano da empresa, mas a Administração da Porto Editora  fez questão de, numa época difícil como a que o país atravessa, ter um gesto de apoio para quem trabalha em prol do bem estar de crianças desfavorecidas.
Assim, vão ser entregues à  Aldeias Crianças SOS livros, dicionários e produtos multimédia para diferentes idades, de acordo com as necessidades identificadas por aquela instituição, e cujo valor chega aos 3000 €.
A entrega será feita na Guarda, onde se encontra uma das Aldeias Crianças SOS, sendo depois as edições distribuídas também pelas duas outras aldeias de Gulpilhares, Vila Nova de Gaia, e Bicesse, em Cascais.

[PortoEditora] O Coração de Murano - Opinião

Marina Fiorato



















Sinopse: O fabrico de vidro e cristal representa um inestimável monopólio para a República e os espelhos venezianos são considerados mais valiosos do que o ouro. Sob a vigilância atenta do Conselho dos Dez, os sopradores de vidro de Murano vivem praticamente aprisionados na pequena ilha, onde os segredos do seu ofício são guardados a sete chaves. Mas o maior dos artífices, Corradino Manin, ver-se-á forçado a revelar os seus métodos e a vender a alma a Luís XIV, o Rei Sol, para proteger a sua filha ilegítima.
Quase quatro séculos depois, Leonora Manin deixa para trás um passado infeliz em Londres para iniciar uma nova vida como sopradora de vidro em Veneza. Será na cidade mágica dos canais que encontrará o amor e a possibilidade de refazer a sua vida. No entanto, à medida que os segredos da traição do seu antepassado vão sendo desvendados, Leonora verá o seu próprio destino interligado com o de Corradino.
Entre dois tempos, o período renascentista e a actualidade, O Coração de Murano é um romance inesquecível que decorre na mais bela cidade do mundo.


Opinião: Duas histórias de amor passadas em dois seculos diferentes. Uma no passado, de um maestro vidreiro de Murano que tudo faz para salvaguardar aqueles que mais ama e a outra da sua descendente, que vai seguindo as suas pisadas, primeiro de forma curiosa e depois com vontade de limpar o bom nome da família.
Uma história encantadora que nos leva a viajar pela cidade de Veneza, com os seus maravilhosos canais e também pela arte vidreira enraizada na cidade.
Logo ao início a personagem principal, Leonora, parece-nos um pouco frágil, com uma personalidade meio apagada, mas ao longo da história podemos ver na pessoa forte e capaz de lutar pelos seus objectivos em que ele se transforma.
Na minha opinião a historia fala-nos dos valores da Família e no quanto somos capazes de lutar para limpar o nome daqueles que mais amamos.
Adorei este livro e recomendo a todos os apaixonados por arte e também pelo romance. A primeira vez que vi este livro à venda fiquei muito curiosa, pois vi que o livro trazia de oferta um lindo fio com um coração semelhante ao que a personagem principal possui, não faço ideia se continua a ser distribuído da mesma forma ou se agora apenas é vendido o livro.
Espero que gostem tanto do livro como eu gostei.

Um feliz natal para todos!!!

Novidades Papiro Editora

Titulo: A Rena Verde e o Segredo do Tempo
Autor: Adelina Andrês
PVP: 9,00 €
N. Páginas: 72

Sinopse: Depois de “ Nasceu uma Rena Verde!” e “ Os Caminhos de Voar da Rena Verde” vamos agora descobrir “ A Rena Verde e o Segredo do Tempo” em mais este livro de encantar.


Titulo: Chama Fria ou Lucidez
Autor: Sara Timóteo
PVP: €7,80
N. Páginas: 36

Sinopse: Canto homens, deuses e mundos
dotada da mesma visão:
uma paixão fremente
toldada pela mágoa
de uma férrea e altiva
desilusão.

Poesia humanista e naturalista.





Titulo: Ecos de uma mente obscura
Autor: Roberto Valente
PVP: €11,80
N. Páginas: 88

Sinopse: Ecos de Uma Mente Obscura aborda temas polémicos, através de um regurgitar de ideias e emoções. Assumindo o processo de escrita como algo doloroso, consequência da sua complexidade e genuinidade — se assim não fosse, o poeta não se empenharia na sua construção — Roberto Valente incita a nova geração a não baixar os braços. Ecos de uma mente obscura instiga a imaginação do leitor sem jamais o separar da mensagem real que subjaz a seus versos.


Titulo: Joquinha na nuvem de Mafalda
Autor: Anne Caroline Soares
PVP: €10
N. Páginas: 28

Sinopse: Nesta aventura, o Joquinha será levado até às nuvens numa bolinha de sabão e lá conhecerá a menina Mafalda e outros fantásticos personagens que enfatizam os valores da amizade, da solidariedade e do respeito.


Titulo: O Tesouro do Mar de Mansores
Autor: José Santos
PVP: 14,80 €
N. Páginas: 192

Sinopse: Em Mansores, Arouca, existe um imponente vale verde com nascentes de água límpida. Quando o rio Arda transborda, o nevoeiro permanece no fundo do vale e forma-se um mar em Mansores, sobre o qual existem várias lendas. Passados seis anos, Amélia e Mário reencontram-se para finalmente viver o amor que tinham sido impedidos de viver no passado. Com o incentivo da família de Mário, este casal e outros jovens ousados e liberais vão revitalizar uma seita e um culto herdados dos seus antepassados, descobrindo o prazer e a liberdade que só existem no mar de Mansores.
O Tesouro do Mar de Mansores é uma história repleta de mistério e erotismo a que o leitor vai adorar abandonar-se.


Titulo: Saga Liberté
Autor: Monny Esmerallda
PVP: €14,90
N. Páginas: 160

Sinopse: Seria o passado a razão do nosso destino ou este o resultado da  nossa verdade?
No final do século XVIII, dois jovens rompem as barreiras das imposições sociais da sua época e rendem-se à busca incessante pela verdade dos seus destinos. Movidos pela força de um sonho, Luzia e Simão mudam as suas vidas, lapidando a coragem em busca da razão de ser e viver feliz.
As cidades de Vila do Conde, em Portugal, e Santo Amaro da Purificação, na Bahia, Brasil, são o palco de uma misteriosa e envolvente trama.
Assim como Luzia e Simão, todos possuímos um destino, começo, meio e fim e, independente de raça, credo ou nacionalidade, somos caçadores de nós mesmos, em busca das nossas verdades, frutos das nossas escolhas, compreendidas por uns e rejeitadas por outros.

Gourmand World Cookbook Awards: livros de chefs Ljubomir Stanisic e Henrique Sá Pessoa distinguidos



Os livros " Papa Quilómetros ", de Ljubomir Stanisic e “Ingrediente Secreto” de Henrique Sá Pessoa foram distinguidos pela organização Gourmand World Cookbook Awards como os melhores publicados em Portugal. As duas edições irão agora concorrer com as melhores escolhas de todo o mundo. 


Dois livros de culinária portugueses, ambos publicados pela Casa das Letras, editora do grupo LeYa, foram esta semana distinguidos pelos prestigiados Gourmand World Cookbook Awards. O livro de culinária lançado recentemente pelo Chef Ljubomir Stanisic, “Papa Quilómetros”, valeu-lhe a distinção na categoria Culinary Travel Guide, enquanto o livro “Ingrediente Secreto” de Henrique Sá Pessoa, foi premiado na categoria TV Celebrity Western Europe.
Os dois livros foram considerados os melhores publicados em Portugal na área da culinária e irão agora concorrer com as melhores escolhas literárias internacionais na área gastronómica, cujos resultados serão conhecidos a 6 Março de 2012, em Paris, no âmbito da Paris Cookbook Fair. 
Papa Quilómetros – Uma Caminhada Pela Gastronomia Portuguesa é um livro de culinária. Não só, mas também. Uma obra que teve vários formatos e acabou por ser aquilo que tinha de ser: uma homenagem às coisas boas da vida, a Portugal, aos produtos portugueses, ao povo, aos amigos, à família, às viagens… à cozinha.

Ingrediente Secreto é uma obra singular, pelos seus 13 ingredientes e 6 receitas em torno de cada um. Baseado no seu programa de televisão, o Chef Henrique Sá Pessoa, dá-nos dicas secretas para as 78 receitas inesperadas e imprevisíveis, que cortam com a rotina e estimulam a imaginação gastronómica.

Fundado em 1995 o Gourmand World Cookbook Awards distingue, anualmente, os melhores livros de gastronomia e vinhos de todo o mundo. O concurso integra 41 categorias para livros de culinária e 18 para livros de bebidas.

Editorial Presença - Livro da Semana


Titulo: O Principezinho - Segundo a Obra de Antoine de Saint-Exupéry
Autor: Joann Sfar
Colecção: Diversos
P.V.P.: 20,19 € ----> Esta semana* 11,99 €
Nº de Páginas: 112

Sinopse: Joann Sfar é um dos mais talentosos criadores da nova geração da banda desenhada francesa. Respeitando rigorosamente o texto e a mensagem deste maravilhoso livro para crianças de todas as idades, e um dos maiores bestsellers mundiais de sempre, Sfar interpreta-o com liberdade gráfica total sem atraiçoar o espírito da obra.

*Semana de 12 a 18 de Dezembro.