Porto Editora - De postais de Natal se fizeram livros para Aldeias Crianças SOS‏




De postais de Natal se fizeram livros para Aldeias Crianças SOS Porto Editora entrega livros, dicionários e produtos multimédia a instituição de apoio a crianças.
Como quase todas as histórias que têm um final feliz, esta é simples de contar: a Porto Editora decidiu transformar em livros o valor que iria gastar na produção de postais de Natal em papel, doando-os à Aldeias Crianças SOS, uma instituição particular de solidariedade social que tem como objetivo o acolhimento de crianças órfãs, abandonadas ou pertencentes a famílias de risco.
 Ao contrário dos anos anteriores, a Porto Editora apenas desenvolveu a versão digital do seu Postal de Natal, não imprimindo a correspondente versão em papel. Essa decisão poderia  muito bem sustentar-se nas políticas de preocupação ambiental e de utilização das potencialidades que as novas tecnologias proporcionam, aspetos que se enquadram no que é o quotidiano da empresa, mas a Administração da Porto Editora  fez questão de, numa época difícil como a que o país atravessa, ter um gesto de apoio para quem trabalha em prol do bem estar de crianças desfavorecidas.
Assim, vão ser entregues à  Aldeias Crianças SOS livros, dicionários e produtos multimédia para diferentes idades, de acordo com as necessidades identificadas por aquela instituição, e cujo valor chega aos 3000 €.
A entrega será feita na Guarda, onde se encontra uma das Aldeias Crianças SOS, sendo depois as edições distribuídas também pelas duas outras aldeias de Gulpilhares, Vila Nova de Gaia, e Bicesse, em Cascais.

0 comentários:

Enviar um comentário