O Livro do Amanhã - Opinião

Cecelia Ahern









Sinopse:Com mais de um milhão de exemplares vendidos em quinze países, O Livro do Amanhã é o novo romance da autora de P. S. - Eu Amo-te.

Tamara Goodwin tem dezasseis anos e vive confortavelmente numa mansão moderna com seis quartos, habituada a ter tudo o que quer quando quer. Mas, quando o pai morre deixando inúmeras dívidas, Tamara e a mãe não têm outra alternativa senão vender tudo e ir viver com parentes para um lugar distante e isolado junto ao castelo de Kilsaney. Para Tamara o choque parece inultrapassável, até que um dia uma biblioteca itinerante chega à vila trazendo consigo um misterioso livro encadernado a couro e fechado com um cadeado dourado…


Opinião: Este foi na verdade o primeiro livro que li desta autora! Apesar de ainda ter alí na minha estante o famoso P.S. – I love you, confesso que fiquei receosa de o ler e ficar com demasiadas espectativas e depois ver-me defraudada, mas tenho que confessar que vou dar uma chance a esse tão famoso bestseller. Com a leitura de “O livro do amanhã” a autora mostra-nos que há sempre uma forma de tornar as coisas melhores, que o futuro pode ser sempre reescrito por nós, que podemos tornarmo-nos pessoas melhores através das nossas atitudes. Este foi o caso de Tamara.

Tamara era uma adolescente de dezasseis anos, rica e habituada a ter tudo o que queria, quando um dia encontrou o pai morto no chão e descobriu que afinal não tinha uma vida assim tão perfeita. De repente, vê-se a morar com os tios, que segundo ela eram um pouco psicóticos, em pleno campo irlandês. Habituada a morar na grande cidade de Dublin, ela não sabe como poderá passar o tempo, até que um dia chega à sua porta uma biblioteca itinerante e o atraente Marcus. É nessa biblioteca que encontra um livro, ou podemos dizer que o livro a encontra a ela, um misterioso diário que se encontra sem qualquer página escrita e então começa a nossa historia. Todos os dias Tamara encontra uma coisa nova escrita nas páginas do diário, os acontecimentos do dia seguinte, e todos os dias ela tenta contornar um pouco os acontecimentos descritos. É então que começa a perceber que há muitos mistérios que rodeiam a sua família e o castelo de Kilsaney, bem como a casa do outro lado da estrada…e então a sua vida nunca mais será a mesma.

Um livro cheio de mistério e também dor, por parte de Tamara que sofre por ver o estado em que a mãe se encontra, mas também carregado de lições, de pequenas frases que nos deixam a pensar na vida. A história, no inicio, parece um pouco parada, mas aos poucos o entusiasmo vai aparecendo, tal como a vontade de descobrir a verdade por detrás de todas os acontecimentos. Recomendo a leitura a todos os que tiverem uma paixão pelas lindas paisagens irlandesas, pois Cecelia Ahern tem o dom de nos transportar mentalmente para os campos verdes da Irlanda. Para finalizar tenho apenas a dizer: Boa Cecelia! Conseguiste cativar mais uma leitora.


Frase favorita: "Por vezes, quando as pessoas oferecem uma mão para ajudar alguém, essa mão é afastada. As pessoas querem sempre valer-se sozinhas primeiro." pag. 21


2 comentários:

  1. olá!estou a ler o meu primeiro livro de C.A. e estou a gostar!Pelos vistos ganhou mais uma admiradora lol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom! Vais ver que irás gostar de todos os outros^^
      Boas leituras.

      Eliminar